Últimas Cartadas e Teimosia

Vitoria vs Sao Paulo

E lá vamos nós para mais uma batalha no Brasileirão. O final da competição se aproxima, já estamos na 33ª rodada, isto é, depois deste domingo só teremos 5 jogos a fazer. Portanto é imperioso o Leão derrotar o São Paulo no Barradão, a partir das 16h de amanhã.

Nestas últimas cartadas na luta contra o rebaixamento, a teimosia de Ney Franco insiste e isso me desmotiva mais ainda. O São Paulo tem um senhor elenco, cresceu bastante na competição e TODOS os meios-campistas do tricolor paulista sabem jogar bola, com Ganso em excelente fase e nosso treinador dá sinais claros que vai manter um meio de campo sem nenhum jogador de marcação cerrada.

Olha a incoerência de Ney Franco: Adriano é o melhor volante do atual elenco e por não gostar do cara, o colocou como uma espécie de reserva imediato de Luiz Gustavo. Aí Luiz se lesiona e ele colocará José Ruellison, que tem outro perfil de jogo, que não marca ninguém, apenas cerca, é o Bida piorado! Assim fica difícil, Ney. Também pela escalação por amizade e não por meritocracia, NF fez Aguiar pedir rescisão de contrato. O uruguaio é um meia armador que tentaram fazer a mesma coisa com Cáceres e ele não conseguiu o mesmo êxito do paraguaio. Dono de boa visão de jogo e passe, Ney Franco o preteriu ora pelo inoperante Marcinho e ora por Richarlyson.

Sendo assim o Vitória deve entrar em campo com Wilson; Nino, Roger Carvalho, Kadu e Richarlyson; José Welison, Cáceres e Juan; Vinícius, Edno e Dinei. Ou seja, com Juan sendo o camisa 10 e Edno um atacante de beirada pela esquerda, quando já se mostrou ser mais indicado para centroavante no lugar da eterna soneca chamada Dinei.

Jogo duríssimo e mesmo que venha com a equipe reserva, o São Paulo é favorito para vencer, até porque nosso treinador está contribuindo para uma partida mais favorável ao adversário. Nosso elenco é limitado tecnicamente e numericamente falando. Temos que jogar focando mais na defesa e contra-ataque e não se lançando a frente como um kamikaze japonês da II Guerra Mundial. Espero que esteja errado e que mesmo com todas as loucuras e incoerências de Ney Franco, o rubro-negro consiga lograr êxito.

Triunfo importante!

vitoria_3x1_Criciuma

Sem sufoco, sustos e tensão não seria o Vitória. Mais uma vez o Leão triunfou em casa, diante de sua torcida. Desta vez foi contra o chato Criciúma, equipe que tem histórico de aprontar conosco no Barradão. Mas em 2014 não achou nada. Verdade que seguraram nosso primeiro tempo em 0×0, com o goleiro deles fazendo milagre, o da gente também como no primeiro ataque do CriCri, que Souza bateu de prima para excelente defesa de Wilson, à queima roupa.

Pior que não foi só o primeiro tempo que o adversário conseguiu, em parte, segurar nosso ímpeto. Como temos uma equipe mal treinada e escalada, a dificuldade de criação e finalização de jogadas é uma constante no atual elenco rubro-negro. O jogo seguia no 0×0 e o CriCri perdeu uma grande chance de abrir o placar com Souza Caveirão, que debaixo da meta, com Wilson “vendido” meteu a pelota no travessão. Ufa.

A bola pune - Minutos depois desta oportunidade desperdiçada pelas abelhinhas catarinenses, o Leão brocou legal. Em uma grande jogada Kakáceres driblou três pela ponta direita e de canhota mandou no cantinho. Dinei Lula Molusco tentou tomar o gol pra si, mas pela jogada fantástica eu creio e dou o gol para Cáceres.

DINEI_RULES_CRICIUMA

Infelizmente, nossa zaga tem um problema crônico em bola aérea e o time por si só, tem uma mania de “dormir” após fazer o gol que abre o placar. Quatro minutos depois, o CriCri empatou com uma forte cabeçada de Rodrigo Souza, após cobrança de escanteio. Eram 30 e tantos minutos da etapa final, e a torcida passou a hostilizar time e treinador.

Foi aí que os deuses da bola agiram e numa cruzamento de Nino pela direita, a zaga rebateu e Edno entrou na campanha de ACM Neto e foi de bike. Golaço! Vitória 2×1. E para acalmar de vez os ânimos acirrados e a desconfiança da torcida, Vinícius fez boa jogada pela esquerda (a única do jogo) e foi derrubado. Pênalti e Edno Vin Diesel bateu forte no canto direito e fechou o placar em 3×1.

A luta contra o rebaixamento tá difícil e creio que teremos que vencer o máximo de jogos pra nos salvar. Semana que vem temos a pedreira do Grêmio no Olímpico. É imperioso o Leão vencer o Grêmio e o São Paulo na sequência, para ganhar mais fôlego e confiança para a inglória fuga do descenso.

TIME DESCARADO MERECE A SEGUNDA DIVISÃO

O Vitória mostrou que tem um elenco chinelinho, baladeiro e descompromissado. Fez 2×0 no Goiás no primeiro tempo e começou a brincar a partir dos 15min do segundo tempo. Eu e meu pai estávamos assistindo o jogo pela TV (quem vai pra estádio tomar chuva, passar frio e voltar às 23h pra chegar 00h pra ver estes sacanas jogarem é o coelho!) e falávamos “o time tá brincando…tá achando que tá ganho…daqui a pouco toma o gol”…Não deu outra. O Vinícius pegou a maldição da camisa 7 de Marquinhos e agora todo lance chave de fechar o caixão do adversário, ele perde e abre o sorriso escroto. Perdemos aquele gol e logo depois saiu o do Goiás. Em seguida, o empate.

Rapaz, que time descarado! Ontem, a “poderosa” Chapecoense fez 5×0 no INTERNACIONAL, que bota o elenco do goiás no chão.E a Chapecoense, ESTREANTE na série A, não titubeou, não dormiu, não ficou fazendo gracinhas e nem querendo fazer golaços. Time por time, somos piores que a Chapecoense? É o que eu digo. Aqui falta é comprometimento. Olha quem está treinando a Chapecó…Jorginho Sobrancelha Zigue-Zague…É verdade, os caras aqui queimaram Jorginho (é ruim mesmo), mas lá na Chapecoense, que parece ter um elenco mais focado, Jorginho passa como bom treinador.

Ney Fraco também abusa viu. O time atuando razoavelmente bem e ele muda todo o panorama e insiste com Escudero completamente fora de ritmo, novamente em um campo molhado, com chuva forte. Às vezes acho que NF quer fuder com o argentino, quer causar uma lesão violenta no cara. Quem ficou 06 meses fora por ROMPER OS LIGAMENTOS e que desde que voltou está tendo CANSAÇO MUSCULAR não pode ficar entrando em jogos com chuva torrencial…Principalmente na fase em que estamos!

Joguei a Toalha. Time rebaixado. O elenco quer ser rebaixado. Não vou mais atualizar o blog. Até 2015 (ou não).

Vitória x Goiás

prelecao do abbehusen

E na noite desta quarta-feira no Barradão, Vitória e Goiás duelam por mais uma rodada nesta série A. O Goiás tenta aumentar a sua distância para a zona de rebaixamento e o Vitória tenta manter seu excelente retrospecto dentro de casa nesse segundo turno e sair deste famigerado Z4.

O técnico Ney Franco possui um retorno e um desfalque para esta partida. O atacante Dinei foi vetado pelo DM do clube e Juan retorna após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O time deve ser o mesmo que venceu com muito sofrimento o Botafogo na última rodada. O time rubro negro vai a campo com Júnior Fernández, Nino, Kadu, Roger Carvalho, Juan, Luiz Gustavo, Richarlyson, Marcinho, Escudero, Vínicius e Edno (Guillermo Beltrán).

A equipe do técnico Ricardo Drubuscky vem oscilando muito nesse returno da série A. O time consegue fazer prevalecer seu mando de campo, mas não consegue somar pontos e nem consegue vitórias fora de casa. Para tentar mudar esta história e se manter distante do Z4 o Goiás mandará a campo o time titular com Renan, Thiago Mendes, Jackson, Pedro Henrique, Léo Veloso, Amaral, David, Tiago Real, Ramon, Esquerdinha e Erik.

Mais uma partida difícil dentro de casa para o Vitória, o Goiás é um time muito fechado e que deve oferecer muitas dificuldades para o Vitória. Não consigo entender ainda a não titularidade de Caceres nesse time, mas como quem ganha e muito bem para isso acha que ele é reserva, só nos resta torcer para tudo dar certo nesta noite.

SRN e bom jogo a todos.

Segue relacionados:

Goleiros: Júnior Fernández e Wilson

Laterais: Juan, Mansur e Nino Paraíba

Zagueiros: Roger Carvalho, Kadu e Ednei

Volantes: Luiz Gustavo, Adriano, Richarlyson, Marcelo, José Welison e Cáceres

Meias: Marcinho e Escudero

Atacantes: Guillermo Beltrán, William Henrique, Edno, Vinícius e Marcos Júnior.

 

OPINIÃO | Vitória 2×1 Botafogo

ficha_final_vitoria2x1botafogo

Realmente Ney Franco tem que rever este negócio de time titular x time reserva. A formação utilizada nos jogos da Sulamericana está invicta, com um bom padrão de exibição e deixa boa impressão. Já o considerado titular é repleto de jogadores que fracassaram em todas as competições desta temporada e mostram uma apatia enorme nas partidas.

O Botafogo todo esfacelado e com crise nos bastidores chegou aqui e mandou no primeiro tempo, inclusive metendo bola na trave e exigindo defesas do Júnior Fernández. Como contra o Galo, o time carioca percebia a falta de conexão e coesão em nossa defesa e meteu umas bolas verticais, que se não fosse o estilo arrojado do goleiro paraguaio teríamos tomado gols.

Não chutamos uma bola na meta de Andrey nos 45 minutos iniciais. Este time já deu! Tem que trocar e valorizar quem tá melhor, Ney Franco. Só aqui no Vitória, que jogador é titular apenas por ser “titular” anteriormente. Não existe o critério da meritocracia. Dinei tá fazendo que desgraça pra merecer ser titular ad eternum? É a soneca materializada, inoperante, zagueiro nenhum se preocupa com aquela lebara de olhos fechados. Souza chegou há pouco tempo no Criciúma e já tem mais gols que o nosso lula molusco afro-asiático. Sim, Souza bota Dinei no chão.

Marcinho marca dois e garante triunfo do Leão.

Marcinho marca dois e garante triunfo do Leão. FOTO: A Tarde Online

Outra loucura de Ney Franco é colocar Escudero, que vem de uma série de contusões (uma delas séria) pra ser titular num jogo em que choveu bastante na cidade, deixando o campo pesado. Ele gosta de perder substituição. O mesmo já fez com Coruja. Escudero é um bom jogador, mas não é um craque avassalador, que define jogos com gols ou assistências geniais. Temos que parar de endeusar um jogador que POUCO muda o panorama de uma partida. Não entendo este amor e hiper-valorização ao Escudero. Quem já viu Pet, Bebeto e Ramon no auge pelo Leão, como eu, não entende isso de forma alguma.

SEGUNDO TEMPO - Continuamos a jogar uma bolinha de gude e tendo alguns pequenos sustos com a baba do Botafogo, até Dankler (kkkkk) cometer penalidade máxima. Marcinho, camisa 10, fez bem a sua função e bateu com categoria. Vitória 1×0. Não demorou muito e novamente num lançamento em linha reta, nossa zaga bateu cabeça, juntamente com Jr Fernández e o bostafogo empatou. Era o fim da minha paciência (mais curta que o metrô de Salvador).

Entretanto, o nosso camisa 10 mostrou que pode ser um excelente camisa 9 e em um cruzamento de Edno, Marcinho cabeceou de acordo com o manual do bom centroavante e fez 2×1 Leão. Depois deste gol, o time do Botachoro “morreu” e só tivemos o dever de administrar até o apito final, a não ser pela velha mania destes sacanas em ficar cometendo falta perto da área nos minutos finais. Por sorte, não sofremos um gol de empate. Mas é incrível quando bate 35min em diante e estamos vencendo, como nossos defensores fazem um caminhão de faltas perigosas. Agora é partir pro Goiás e vencer à qualquer custo também.

Uma grande chance de reabilitação

Vitoria_vs_Botafogo

O Vitória encara logo mais, no Barradão, uma equipe que está com a crise latente dentro e fora de campo. Nos bastidores, o time carioca não paga seus vencimentos há quase três mestres e ontem seu presidente demitiu quatro jogadores, sendo dois deles com certo renome nacional, o lateral direito Edílson (que jogou aqui em 2005) e o atacante Emerson milk-Sheik. Além disso, a estrela solitária vem com os desfalques de Jefferson (goleiro), Ferreyra, Daniel e Marcelo Matos.

Ou seja, é a grande chance de reabilitação rubro-negra. Encarar um time com problemas deste porte e com vários desfalques é um prato cheio, pro Leão sair à forra e fartar mais um triunfo, que lhe ajudará bastante na inglória luta de fugir do iminente rebaixamento. Um empate ou uma derrota hoje, fatalmente é atestar o rebaixamento e muitos super-torcedores ficarão abalados, apesar de na rede social vociferar um otimismo lúdico.

Só para constar. O Botafogo encara o Palmeiras na próxima rodada e vencendo a gente e o porco…a gente se estrepa legal. Por isso, a partida de hoje é FUNDAMENTAL. Temos que ganhar de qualquer jeito, mesmo que seja à base do bumba-meu-boi e do futebol mais feio que Rhayner de cabelo loiro.

Ainda sem definir o time titular, Ney Franco espera que o time volte a mostrar sua força dentro de casa, pois as últimas três partidas como mandante, o Leão abocanhou 9 pontos, incluindo a virada em cima das sardinhas assanhadas. Creio que se o Vitória levar o jogo a sério e com a responsabilidade que se pede teremos o quarto triunfo seguido em casa e ganharemos moral para a partida do Goiás na semana seguinte.

O Botafogo com todos seus titulares já era um time fraco e previsível, com um treinador de prazo de validade, que só sabe usar uma tática. Agora, em crise total e com uma penca de desfalques só será um problema para o Vitória, se os nossos jogadores quiserem. Mesmo com esta campanha pífia e deprimente, o Leão é favorito para o jogo de hoje e não espero outra amarelada homérica deste time. Hoje é dia de vencer, vencer e vencer.

ESCALACOES-Vit_vs_botafogo