RESPOSTA A PAULO CARNEIRO

O Presidente do Esporte Clube Vitória, Sr. Paulo Roberto de Souza Carneiro, fez mais um comunicado oficial no site do Clube para se defender dos protestos da torcida que começam a ganhar corpo nas últimas semanas. Até pouco tempo atrás, o mandatário rubro-negro usava as redes sociais pessoais para dar notícias do clube em primeira mão, além de criticar o governador Rui Costa em algumas oportunidades, mas quando é para se defender ele usa os veículos do Clube, meio estranho né? Pretendo com este texto rebater ponto a ponto o que o anacrônico, incompetente e incoerente presidente postou na mídia oficial do ECV.

1 – COMUNICADO

No prefácio do artigo, ele reclama que a oposição e grupos de torcedores estão se organizando para convocar AGE para exigir a saída dele e tem a petulância de dizer que são promovidos pelas mesmas pessoas. Como é que é? Alguém se lembra quem foi que criou, em 2010, um blog chamado A IDEIA DO JOGO em que ele já ensaiava sua veia conspiratória e acusatória de todo e qualquer presidente/diretoria do clube? Essa primeira investida no mundo digital não deu muito certo, ele foi trabalhar em clubes nanicos até chegar no Atlético Paranaense em 2015 a convite de Petraglia. Ficou lá por quase um ano e meio e foi demitido depois de comprar briga com o presidente atleticano, por conta da saída de Walter para o Goiás (sim, o mesmo Walter Bebê que passou aqui no começo do ano) e por ter afastado do elenco o então jovem meia Vinicius, mais conhecido hoje por Vina, dono da camisa 29 do Ceará. Este afastamento foi sem o aval de Petraglia e praticamente a gota d’água do vínculo empregatício de PC com o Atlético/PR.

Depois de sair do Atlético ele voltou a militar na internet com interesse político e de poder no ECV, novamente tentou pelo antigo blog, migrando depois para o Twitter, YouTube e Whatsapp, onde ganhou muito torcedor no papo, além de views e likes, sendo de novo mordido pela sanha do Poder. Isso foi em 2016. Tentou voltar como presidente ainda naquele ano, na primeira eleição democrática do Clube, ficando em terceiro lugar atrás de Raimundo Viana. E essa primeira derrota parece que libertou um demagorgon no interior daquele bicho, pois começou um verdadeiro jogo sujo de fake news contra Ivã de Almeida e a VDT. O Vitória não podia perder uma partida que ele incitava a torcida pela saída de Ivã e de todo o conselho, formado em maioria por pessoas como eu, da arquibancada, da Classe C, o piso da considerada Classe Média, mostrando aí seu espírito elitista e de preconceito a tudo que se enquadre no “Popular”. Apesar de Ivã de Almeida ter sido uma enorme decepção, não tem como negar que os famigerados áudios do A IDEIA DO JOGO contribuíram bastante para a instabilidade política do clube e há ainda os parças dele, que entraram em nosso conselho por puro oportunismo e de lá começaram a vazar documentos para desgastar a imagem de Ivã e da VDT. Em seis meses como presidente, Ivã pediu afastamento e renunciou a posteriori.

Veio a eleição-tampão de 2018 e PC teve que concorrer como apoiador da chapa de Manoel Matos, já que com a mudança de estatuto ele perdeu o direito de voto por ter ficado vários anos sem renovar o SMV e até aquele momento, ele não poderia invocar a questão de ser conselheiro vitalício por ter sido ex-presidente, pois ele tinha perdido isso quando foi expulso do Clube em 2005, pelo Conselho Deliberativo da época. Mais uma derrota, agora para Ricardo David. E tal qual foi com Ivã de Almeida e Agenor Gordilho, PC não deixou a gestão de RD em paz. Toda derrota do clube vinha um áudio recheado de populismo, frase de efeito e bravatas, mas quando o Vitória vencia estranhamente não tínhamos edição da IDEIA DO JOGO.

Ele e seu grupo, agora já mais fortalecido e denominado VITÓRIA GIGANTE, pintou e bordou para sabotar a gestão de RD, que também era muito fraco, talvez até pior que Ivã de Almeida. Inclusive, o que derrubou Ricardo David NÃO FOI FALCATRUA, NÃO FOI LADROAGEM, NÃO FOI NENHUM TIPO DE MALFEITO, foram apenas os péssimos resultados em campo! Então, Paulo Carneiro reclamar disso agora e evocar que ele foi eleito democraticamente em abril de 2019, quando ao mesmo tempo RD foi forçado a costurar um acordo para renunciar o cargo, por resultados do campo de jogo, é uma tremenda CARA DE PAU. É um cinismo de corar Fernando Beira-Mar ou Marcola! 

2 – PROJETOS QUE SUPOSTAMENTE ESTÃO EM ANDAMENTO

Promessa de Campanha a tal Academia de Futebol e o aplicativo de celular MUNDO VITÓRIA até agora não saíram do papel, tudo bem que o primeiro é mais complicado e veio a pandemia que afetou o orçamento de todos os clubes, mas o segundo que é uma tecnologia que geralmente não se leva tanto tempo pra ser desenvolvida, ainda não estar disponível é no mínimo estranho! Além disso, ele fala de um planejamento subjetivo e escamoteado só pra ludibriar incautos.

QUE PLANEJAMENTO SERÁ MANTIDO OU DESENVOLVIDO NUMA TERCEIRA DIVISÃO, SEM COTA DE TELEVISÃO? HEIN CARA PÁLIDA? ESSA É MAIS UMA HISTÓRIA DA CAROCHINHA TIPO A ARENA DA PARALELA? A TORCIDA NÃO PODE MAIS CAIR NESSA GAIVA DE PC! ELE NÃO É A COVID (ELE É ATÉ PIOR), MAS JÁ ESTAMOS VACINADOS DESSES ENGODOS DE PC, NÉ?

Tem um trecho do texto dele que ele diz: “Creiam em um projeto de futuro, discutido, plenamente formatado para a retomada do Clube ao lugar que jamais deveria ter saído, e que um dia eu o coloquei, e pretendo recolocá-lo.” Torcedores, quando Paulo Carneiro foi enxotado do clube em setembro de 2005, o Vitória foi colocado em qual divisão do campeonato brasileiro??? Então quer dizer que seu obscuro projeto é jogar o VITÓRIA NA SÉRIE C DE NOVO, seu abutre?

Por fim, ele vem com a falsa simetria com a situação do Flamengo, que supostamente estava falido e deixaram o “homi trabaiá” e o Flamengo hoje é o que é. Alguém sabe me dizer se o FLAMENGO bateu na segunda divisão? Ficou três anos lá brigando contra o rebaixamento? Em seguida ele encerra o texto pedindo pra torcida ter cuidado com quem vai se alinhar, pois os discursos enganadores e desconexos da realidade estão sendo promovidos por quem está querendo a saída dele do clube. Só que o discurso enganoso e que é desconexo da realidade foi o dele mesmo, que nas entrevistas locais e nacionais, falava com uma oratória aveludada, passando uma confiança e uma visão otimista e empreendedora tal qual os maiores estelionatários do país, que enganam e tiram dinheiro das pessoas apenas no GOGÓ.

Enfim, é muito estranho o cara que usava a rede social particular pra se autopromover às custas do clube, agora usar o veículo do clube para se defender e atacar os seus opositores e ainda bancar que deve ficar porque foi eleito democraticamente, quando ele desde 2016 vem boicotando, sabotando e tocando o terror em todas as diretorias que lhe antecederam, no período 2010 – 2019.

 

 

 

DESABAFO

Venho aqui dar uma satisfação a vocês, leitores da CRN. Tenho diminuído a atualização deste espaço porque meu coração rubro-negro já se cansou de toda temporada o Vitória ficar lutando contra rebaixamento para a Série C, quando na própria Série B não há nenhum super-time, nenhum time endinheirado como na Série A. Olhar o time do Náutico, cheio de ex-jogador nosso, que passou aqui sem brilho, liderar a competição e ainda estar invicto entristece demais e mostra que o problema está dentro do clube, em sua gestão, no ambiente interno e não nos jogadores. Ver Jordy Caicedo ser cogitado por times da Holanda e da Itália é outra prova de que o problema está entranhado no nosso clube!

O presidente que vivia pentelhando as antigas gestões e que dizia ter expertise e solução pra tudo está se mostrando ser igual ao pior aos seus antecessores. O Vitória sangra e a cada temporada confirma a sua “santacrucificação”, que está lá na Série C há vários anos e que nesta temporada está em último lugar de seu grupo, sem vencer ninguém. O Vitória já jogou 10 partidas na segundona e venceu apenas 1 (uma). De 30 pontos disputados marcou 8, menos de 1/3 dos pontos. Isso é ridículo, é vergonhoso e nos deixa sem motivação. E é isso que está acontecendo comigo. Estou mais uma vez sem motivação. Criei o Canal CRN TV para falar do Clube, mas ele insiste em maltratar nossos corações e fazer com que a gente se afaste e bote até pedras de gelo no coração. 

Desde 2014 vemos o Clube definhar ano após ano e todo “salvador da pátria” só piora a situação. Já não estou mais tendo saco para assistir os jogos do Vitória, mas não será o fim deste espaço, nem da nova CRN TV, que por sinal estou atualizando sempre com o boletim das nossas ligas do Cartola FC. Todavia, vale ressaltar que como eu não gosto de ficar malhando meu clube toda rodada, vou me preservar até o time dar uma resposta, se é que vai dar! Até porquê estou sabendo que o traste que preside o clube pode sofrer um afastamento via AGE e já está sendo levado para o Conselho de Ética do clube possíveis erros graves de PC à frente do clube e que podem sim destituí-lo do cargo. Ou seja, entramos nesse loop infinito de eleger e tirar presidente como se troca de roupa. Pior que nem sempre é no oba-oba e há sim elementos sérios para tal medida drástica. 

Triste Vitória!

OREMOS!🙏

Vitória 1×2 Londrina | Não se pode esperar nada quando se tem treinador de brinquedo

ESQUEÇA A HISTÓRIA DE RAMON COMO JOGADOR! Ele é agora treinador, portanto as críticas que vêm a seguir são neste contexto da nova função dele.

AQUI NÃO TEM PASSADOR DE PANO NEM METIDO A SUPER-TORCEDOR, PORTANTO SE VOCÊ NÃO GOSTA DE CRÍTICAS SÉRIAS E FUNDAMENTADAS, PORQUÊ AFETA SEU JEITO DE TORCER PARE A LEITURA POR AQUI!

Ramon tem se saído até aqui um verdadeiro PROFESSOR PARDAL. E dói ver que um cara que foi gênio no meio de campo, jogador de alta qualidade, vem falhando sistematicamente na montagem do time, sobretudo no setor. Cada jogo é uma escalação diferente, com formação tática diferente e colocando os mesmos jogadores em funções diferentes e tudo isso sem ter tempo para treinar. O Vitória vem jogando a cada 3 dias e conte com isso as viagens, portanto essas mudanças bruscas de esquemas táticos e de funções dos jogadores em campo estão fulminando o time.

Galera, ele tá conseguindo ser pior que Rodrigo Chagas! O ex lateral se perdeu quando vestiu a fantasia de Salsicha do Scooby-Doo e passou a meter o time cheio de volantes e zagueiros, quando abria 1-0 seja com quem fosse! Todavia, Rodrigo tinha uma espinha dorsal definida, o que em médio e longo prazo dá consistência tática! O que fulminou Chagas, ao meu ver, foi o pragmatismo e a frouxidão que ele passou a ter nos jogos, com suas alterações visando sempre “fechar a casinha”, mesmo que seja aos 10 min do segundo tempo ou até mesmo do primeiro tempo!!!

FULMINANDO A BASE Desde que Ramon assumiu ele foi tirando aos poucos os meninos da base. Garotos como David, Samuel, Pedrinho e Eduardo passaram a perder suas posições e até mesmo sumir da relação. Ygor Catatau, que ele trabalhou no Vasco, passou a ter muito mais chance, mesmo sem justificar, assim como a insistência do meeiro e improdutivo Guilherme Santos. Pedrinho perder a posição para o pesado e limitado Roberto é um crime hediondo! Outra maluquice é tirar Samuel dos titulares para colocar Dinei, 37 anos, que já não tem mais a vitalidade de antes.

Samuel vinha muito bem, motivado e fazendo seus golzinhos, aí de repente, talvez por pressão de torcida, conselheiros, presidente, sei lá, o menino perde a posição, quando o problema não é o centroavante em si, e sim a construção do time que envolve laterais e meio de campo, que jogam no modo crustáceo – para os lados e para trás – tanto é que o goleiro Arcanjo recebe mais bolas que Dinei ou Samuel nos jogos, tamanha a babaquice do Vitória ficar nesse tik-taka de cágado manco, o que já gerou alguns sustos tremendos!!

MUDAR FUNÇÕES Todos estamos começando a perceber que Soares, o Bolota, tende a ter melhor rendimento quando joga como Meia Central, atrás do centroavante, onde já fez gol de fora da área e deu bons passes de infiltração visando os pontas e o centroavante. Mas Ramon agora deu de colocar o cara na ponta direita. Em outro aspecto, quando ele resolve jogar com David, coloca na ponta direita, quando o menino rende muito mais na esquerda, já que ele tem como característica fazer o facão para arriscar o chute da entrada da área. Aí com CATATAU, que tende a jogar um pouco mais pela direita, já que ele costuma correr na vertical para fazer o cruzamento, ele bota na esquerda! INCONCEBÍVEL UMA COISA DESSAS! Estão percebendo? Ele está deixando o time todo torto, a cada jogo e sem tempo para treinar – repito!!!

O elenco do Vitória é muito limitado e isso é notório, mas não é tão miserável e os últimos resultados ruins têm sim um grande culpado: O agora treinador Ramon Menezes!

VITÓRIA x LONDRINA | Vencer é obrigação

Depois de fazer uma boa partida contra o Coritiba, mas mesmo assim perdê-la por uma bola besta do adversário, o Vitória volta a campo hoje para encarar o vice-lanterna Londrina, que ainda não venceu na competição e que ainda vem para o jogo desfalcado de seu principal jogador de ataque: Alisson Safira, por contusão em uma queda no último jogo do tubarão. A partida será no Barradão, às 18h30 e terá transmissão do Premiere FC. Para este confronto, o técnico Ramon Menezes deve voltar ao esquema 4-3-3/4-4-2 (a depender da posse de bola).

Jogar em casa, contra o vice-lanterna que ainda não venceu na Série B deveria fazer do Vitória favoritaço para o jogo desta noite. Todavia, com pouco tempo para treinar e com o técnico ainda experimentando vários esquemas táticos em curto espaço de tempo, o time sente e passa a vacilar nas atuações e a favorecer os adversários. Não tenho dúvidas que se o Vitória jogar minimamente organizado, focado e com VONTADE DE VENCER, vai vencer, mas ainda precisamos melhorar nosso poderio ofensivo, pois precisamos de 20 finalizações para marcar um gol, segundo estatísticas levantadas pelo portal Globoesporte.

Outra coisa, o VITÓRIA precisa de uma vez por todas parar com esse tik-taka de funcionário público em fim de sexta-feira véspera de feriado, ou seja, embriagado, chato, enchendo o saco dos amigos, com falas lentas e emboladas e lutando contra o sono. Chega desses passes laterais, modorrentos, com transição mais lenta que tartaruga marinha manca e atolada na areia de Piatã. No jogo contra o Coritiba, o coxa chegava em nossa área com três passes, porque eles jogam VERTICALIZANDO, pra frente, na direção do gol. O Vitória desde 2018 (se não for antes) adotou essa zorra de jogar no estilo crustáceo (para os lados e para trás) e ainda com aquela preguiça cantada por Dorival Caymmi e Caetano. Dá nos nervos! Chega desse joguinho xibungo. Futebol é pra frente, vertical (não rime não, editor!).

O Vitória deve entrar em campo com: Arcanjo, Cedric, Marcelo Alves, Wallace e Pedrinho; Siles, Bispo, Bruno Oliveira (Fernando Neto) e Soares, David e Dinei. Para encerrar, gostaria de registrar o quão Lucas Arcanjo vem evoluindo na meta do Leão. Pegou muito no jogo passado e já parece estar no mesmo nível de Ronaldo, quiçá até melhor! Ainda bem que renovaram o contrato dele até 31 de dezembro de 2024. Ele tem um enorme gap para melhorar e ainda estar no nosso clube, desde que não chame a atenção dos endinheirados do eixo e da Europa.

CORITIBA x VITÓRIA | Duelo de seis pontos

O Vitória terá seu primeiro grande desafio desta Série B, encarar o Coritiba no Couto Pereira. Jogo de Primeira Divisão na segundona! Coxa e Vitória tem um histórico legal de confrontos pela Série A e mais uma vez este duelo acontece pela Série B do nacional. O anfitrião está com sete pontos, dois a mais que o Leão e em oitavo lugar. Já o rubro-negro está em 11º e vencendo ultrapassa o time paranaense.

Ultimamente, em jogos fora de casa o técnico Ramon Menezes tem adotado o esquema com 3 zagueiros e é bem capaz disso se repetir hoje, assim como contra o Internacional e o Remo. Todavia, o segundo tempo do jogo anterior contra o Brusque deixou muito boa impressão com o 4-4-2 e talvez comecemos o jogo com esta formação.

O time no 3-5-2 eu apostaria em: Arcanjo; Wallace, Marcelo Alves e Mateus Moraes (Thallison Khelven); Cedric (Inocêncio), Bispo, Siles, Soares e Roberto (Pedrinho); David e Samuel. Já se optar pelo 4-4-2, que oscila para o 4-3-3 a depender da posse de bola deve ser formado por: Arcanjo, Cedric (Inocêncio), Wallace, Marcelo Alves e Roberto (Pedrinho); Bispo, Siles, Bruno Oliveira (Fernando Neto) e Eduardo (Ygor Catatau), David e Samuel.

Já o adversário deve vir no 4-5-1 e tem como principais destaques o veterano goleiro Wilson, que passou aqui em 2013 e 2014, o volante/meia Gustavo Bochecha, o meia Rafinha e o centroavante Léo Gamalho, ex sardinha. Nos últimos confrontos no Couto Pereira o Vitória tem conseguido bons resultados e um dos mais marcantes foi o de 2016, com aquele golaço de Marinho, que nos ajudou na fuga do rebaixamento, mas que não pudemos comemorar no dia seguinte, devido à tragédia do avião da Chapecoense.

Para continuar tendo essa maré positiva no Couto Pereira, o Vitória deve se ligar na marcação e também atacar, até porque o Coritiba está muito oscilante e fez um primeiro semestre muito apagado, sendo 9º colocado no campeonato paranaense. Espero que Bruno Oliveira comece a ter mais chance, sobretudo se o time for no 4-4-2 para a gente poder ter mais subsídio sobre suas atuações. Deixou muito boa impressão contra o Brusque, mas necessita de mais minutagem para uma análise mais acurada!

Vitória Sempre!

VITÓRIA x BRUSQUE | Vencer é obrigação

O Vitória volta a campo hoje à noite pela quinta rodada da Série B 2021 para enfrentar o Brusque-SC, simplesmente o vice-líder da competição. Em 17° lugar na tabela, o rubro-negro precisa vencer hoje de qualquer jeito pra sair da zona e buscar objetivos mais nobres nesta segundona! Continuar da forma que está o caldo vai entornar e causará a fúria da torcida leonina.

Até agora não saiu nem a escalação nem a formação tática do Vitória para este confronto, o que gera certa ansiedade e insegurança na torcida. Será que vamos no 442, 433 ou 352? Vai ter muitas mudanças na equipe? O fato é que de certeza, somente a ausência de Raul Prata, que segue contundido, ou seja, Gabriel Inocêncio deve ser o titular da posição. 

Já o adversário é um time desconhecido para a maioria de nossa torcida e vem surpreendendo até aqui. Está com 9 pontos e na segunda colocação, portanto é para esperar um jogo muito difícil e conhecendo o histórico do futebol catarinense, preparem-se para uma retranca e para o famoso estilo de jogo do “por uma bola”.

Vitória Sempre!

Remo 0x0 Vitória | Pior começo de Série B possível

O Vitória voltou a fazer uma partida modorrenta e ressuscitou o espírito Empatati-Empatatá, tão característico da Era Rodrigo Chagas. Jogando sob um sol e um calor escaldante na capital paraense – e isso não é desculpa – o time rubro-negro jogou sem motivação, sem dinamismo e parecia que estavam ali na marra, forçado e sem nenhum tipo de envolvimento emocional ou profissional na partida. O Vitória só chutou duas bolas com relativo perigo ao gol no jogo todo, uma no primeiro tempo com Samuel e outra no segundo tempo com Guilherme Santos, que entrou no lugar de David. Como o Remo também estava em marcha lenta, o placar em 0x0 foi até justo pelo o que as duas equipes apresentaram. A próxima partida do Leão será no sábado, às 19h, contra o Brusque no Barradão.

PRIMEIRO TEMPO Diferentemente do que foi anunciado no começo do dia, o Vitória entrou em campo no 3-5-2 e não no 4-3-3. Sendo o line-up formado por Arcanjo; Marcelo Alves, Mateus Moraes e Wallace; Gabriel Inocêncio, Bispo, Siles, Soares e Roberto; David e Samuel. Como se percebe tivemos a estreia do lateral do cabelo estiloso Gabriel Inocêncio, que se de um lado não foi exuberante também não foi horripilante. Menos mal. Todavia, como disse na abertura do texto, foi um jogo muito sonolento, parado e complacente. Além disso, o Vitória segue com a triste mania de recuar excessivamente a bola ao goleiro.

SEGUNDO TEMPO O técnico Ramon Menezes fez logo duas mudanças de caras, tirando Roberto e David para as entradas de Pedrinho e Guilherme Santos e na sequência Dinei, Cedric e Eduardo entraram nos lugares de Samuel, G. Inocêncio e Mateus Moraes, mudando assim o esquema tático para 4-4-2. Entretanto, as mudanças não surtiram o efeito desejado pelo treinador e o jogo não mudou de postura e se arrastando assim até o apito final. Na coletiva de imprensa, Ramon disse que ainda está ajustando a equipe, lamentou pela falta de tempo de treinamento, além de não garantir se daqui pra frente o time vai adotar o 3-5-2 como tática padrão, e sim que está sendo usada para o equilíbrio defensivo, fato que ele citou os dois jogos que o time não toma gol. O técnico foi então questionado sobre a baixa produção ofensiva, que só marcou um gol em três jogos da Série B e ele respondeu que este tema será o principal a ser tomado dali em diante.

VITÓRIA SEMPRE!

OBS: Confiram a versão em vídeo do pós-jogo na CRN TV. Não se esqueçam de se inscrever, dar o like (para o youtube divulgar meu canal) e ativar o sininho para receber as atualizações automaticamente.

VITÓRIA 0X0 OPERÁRIO | Falta de pontaria começa a prejudicar o Leão

O Vitória aprontou mais uma das suas ontem à noite. Como é tradicional, depois de um grande resultado, o time sempre dá um jeito de falhar na partida seguinte e ontem não foi diferente. No geral foi uma partida fraca e de poucas emoções, todavia não foi a pior atuação. O rubro-negro criou várias chances nas duas etapas do jogo, porém esbarrou na falta de categoria na hora de finalizar em gol. Samuel, Cedric e David tiveram chances claras, dentro da área e de frente para a baliza, mas chutaram fraco (os dois primeiros) e pegaram mal na bola (fato recorrente em David). Já o adversário, tomando como referência seus 11 desfalques, eu até considero que eles fizeram uma boa partida e saíram com um bom resultado. Além disso, eles também perderam algumas chances incríveis e uma que nosso goleiro Lucas Arcanjo arranjou e por pouco não deu ruim pro nosso lado.

Não entendi as mudanças de Ramon no intervalo, principalmente a saída de Eduardo que estava fazendo uma partida de razoável pra boa, inclusive tendo feito uma grande jogada e uma finalização de fora da área que exigiu plasticidade do goleiro Thiago Braga, como também não entendi a entrada de Cedric na armação e tampouco o uso de Pedrinho e Roberto ao mesmo tempo revezando entre as posições de lateral e ponta.

A partida de ontem serviu para confirmar que nossos jogadores de frente não têm o fundamento de finalização apurado e precisam de mais treinamento deste fundamento. DAVID é a maior prova disso, sabe jogar, tem boa velocidade e poder de dribles curtos, se posiciona bem, sabe fazer tabelas curtas, mas tem uma finalização horrível e que já começa a refletir no resultado final das partidas. O gol que ele perdeu nas duas últimas fizeram bastante falta, pois eram em momentos cruciais.

O Vitória volta a campo agora nesta quarta-feira para enfrentar o histórico e tradicional Remo-PA, lá em Belém. Vale lembrar que este confronto tem muita história no cenário nacional, com jogos bem duros, equilibrados e que os mandantes tendem a prevalecer. Não aproveitamos a fragilidade do Operário e agora somos obrigados a vencer o Remo no Pará, pois a situação já está ficando complicada tal qual 2019.

VITÓRIA SEMPRE!

Não se esqueçam de se inscrever na CRN TV (link na aba do cabeçalho do blog) e ativar o sininho para receber as notificações de novas publicações!