Boa impressão

650x375_vitoria-bragantino_1522460

Se já tinha gostado da postura, personalidade e segurança nas falas de Wesley Carvalho na imprensa. Gostei ainda mais da postura do time em campo. Será que é uma luz no fim do túnel? Bastou sacar algumas laranjas podres do elenco, chamar na xinxa o restante do grupo e dar um choque de realidade e vimos um futebol mais convincente e alegre do time na partida desta noite de sexta-feira contra o Bragantino.

Nada de cair nas conversas da imprensa incolor e dos torcedores do rival em querer desmerecer nosso triunfo. Apesar das limitações claras do adversário, nosso time foi superior e fez por merecer a goleada. Diferente das atuações e resultados pífios contra times piores no Estadual, Nordestão e Copa do Brasil.

Acho que pela primeira vez no ano, a torcida do Vitória não teve medo do adversário, não viu o time refugar. Logo aos 7 minutos abrimos o placar com Escudero (só foi eu bater paulatinamente em que ele não fazia gols, não decida jogos e pouco participava do setor ofensivo, para ele em três jogos fazer 4 gols, metade dos tentos realizados até aqui). Perdemos duas grandes chances de ampliar com Vânder e Diogo, que devem entrar no Inacreditável FC da semana. Com o rubro-negro marcando mais à frente e com boa desenvoltura na saída da defesa para o ataque, o Bragantino pouco nos ameaçou.

A vibe foi a mesma no segundo tempo e no primeiro ataque, o goleiro da Massa Bruta deu mole, dividiu bola com Elton, Diogo recuperou e tocou rapidamente pro camisa 9 fazer o segundo gol do Leão. Poucos minutos depois, Rhayner fez grande jogada e deu um passe brilhante para Rogério driblar o goleiro e fazer 3×0. Depois de muitos vexames e placares apertados, o Vitória fazia 3×0 com menos de 60 minutos de jogo.

Relaxamento – Após o terceiro gol, a equipe leonina relaxou demais e perdeu o meio de campo, com isso o Bragantino se aprumou na partida e passou a ter bons lances de ataques e em um deles, o zagueiro Maracás fez penalidade máxima. Na cobrança, brilhou a estrela de Fernando Miguel, que pela segunda partida consecutiva pega um pênalti (fora as defesas com muita segurança, na partida). Nem com o desperdício de penalidade máxima, o Rubro-Negro acordou. Com erros no meio de campo, o Vitória continuava permitir a evolução do adversário, até sair o gol de Chico, diminuindo o placar.

Mudanças – Somente após o gol de honra do Bragantino, o interino Wesley Carvalho mudou no time (já que Escudero saiu por contusão, no intervalo). Saíram Vânder e Flavio, para as entradas de Amaral e Jorge Wagner. Com novo fôlego no setor, o Rubro-Negro corrigiu as falhas na meiúca e anulou novamente o Bragantino. Para acabar de vez com qualquer empolgação do adversário, o Leão marcou o quarto gol com o lateral Diogo Mateus, que em bela jogada, driblou seu marcador pela direita e com a canhota fez um golaço, acertando o ângulo direito do arqueiro Douglas. Vitória 4×1.

Confesso que Wesley Carvalho deixou boa impressão, pois mesmo com a postura “linha dura” apresentada em entrevista, e com várias mudanças no time titular, o Vitória mostrou uma postura muito mais agradável e convincente com as vistas sob as batutas de Drubscky e Claudinei Oliveira. Estamos agora na 5ª posição (sem a conclusão da rodada) e enfrentaremos o Botafogo, na rodada IV, no Engenhão, Rio de Janeiro.

JÁ PASSOU DE TODOS OS LIMITES

vergonha

Terceira eliminação em casa no ano, para times MENORES (em história e tradição) que nós: Colo Colo, Ceará e ASA de Arapiraca! O time gofado do primeiro semestre, que está sendo imposto e empurrado para a torcida por esta turma de ratos está acabando com o Clube e nenhuma atitude é tomada. Será que só com a VIOLÊNCIA e o TERROR podem mudar alguma coisa neste clube, já que faixas, reclamações em redes sociais e no blog não são considerados por estes CANALHAS que estão surrupiando o Vitória e o reduzindo a pó????

Rapaz, não tem cabimento. JÁ CHEGA! O time é morto, sem alma, sem tesão, SEM NADA! Não ganha de ninguém sem convencer, é presa fácil pra qualquer timeco e o treinador é ridículo demais. Ele pra ser fraco precisa melhorar muito. Estamos caminhando a passos largos para a terceira divisão. Eles estão provocando a ira da torcida. Não vai demorar muito para aparecer pessoas dispostas a quebrar, no pau, parte deste elenco e nestes nefastos dirigentes…Infelizmente estou visualizando a radicalização. Será que só ameaçando a integridade da família destes crápulas ou a vida deles mesmo esta PORRA muda, esta PORRA melhora?

PERDI A PACIÊNCIA. Agora mesmo sem paciência e com todo o ÓDIO DO CAPETA no corpo, não podemos deixar de nos associar e botar pressão nestes caras. Esqueçam o resultado em campo, vamos ser protagonistas nesta joça. Temos que nos associar em massa e apertar a mente dos canalhas do clube. LARGAR DE MÃO é tudo que eles querem pra se manterem no clube, para suas caixas 2, 3, 4….

Sócios SMV, se cadastrem neste site e seja protagonista da mudança

logo_porumvitoriamelhor

O “Por Um Vitória Melhor” é um Movimento que surgiu da necessidade de unir os grupos que são opositores à atual gestão e lutam, já há algum tempo, pela Democratização, Profissionalização e Transparência nas Ações e Prestação de Contas do Clube. Percebeu-se que somente com a união da Torcida, dos Conselheiros e, principalmente, dos Sócios é que seria possível mudar a realidade do nosso Clube do coração.

Essa união irá tornar mais eficaz as iniciativas de promover as tão sonhadas mudanças no atual Estatuto Social. Para isso, no primeiro momento, é importante a participação maciça dos Associados na Assembleia Geral Extraordinária, prevista para o próximo dia 06 de junho, conforme convocação efetuada pelo Presidente do Conselho Deliberativo.

Para garantir o sucesso é necessário o envolvimento e a participação de todos, especialmente dos Sócios aptos a votar! Eu já fiz a minha parte e já entrei no site (clique) e cadastrei. É fácil, tranquilo e estaremos recebendo as atualizações e convocações para os próximos passos para livrar o Vitória dos “aventureiros” impostos por Aléxi Portela.

Ufa?

Oeste_versus_Vitoria_2015

Depois de cinco jogos sem vencer, sendo 4 empates e uma derrota, enfim, este limitado e pobre elenco rubro-negro deu um ar da graça na tarde deste sábado em Osasco/SP. Estranhamente, o pior time montado na história recente do clube virou uma partida. A equipe de Itápolis abriu o marcador, com Wagninho, em mais uma falha do nosso sistema defensivo. Entretanto, ainda no primeiro tempo, garantimos o triunfo de virada por 2×1, com gols de Escudero e Elton, com Fernando Miguel pegando pênalti aos 20 e tantos do segundo tempo.

Só que o grito de “ufa, agora vai” não pode ser cravado por ninguém, pois tomamos um sufoco tremendo do Oeste. Como um leitor-torcedor escreveu aqui: “Todo time que joga contra o Vitória vira Barcelona”. Nossos jogadores que estão compondo a line-up são fracos demais, limitadíssimos, cabeçudos e sem nenhum traquejo de que vão melhorar. A pouca lucidez do time está nos pés de Escudero (que ganha muito para o que efetivamente produz), Flávio (que não jogou ontem) e de Vânder (que começa a perder o ritmo apresentado do Campeonato Baiano).

Além do time ser ridículo na marcação e com erros graves de posicionamento e passes, o treinador Claudinei Oliveira é da escola de Joel Santana, Geninho, Vágner Benazzi e Ricardo Silva, isto é, basta o time estar na frente do marcador que a ordem de recuar é dada, além das famosas substituições de jogadores ofensivos por defensivos, a partir da metade do segundo tempo para “segurar o resultado”, abdicando totalmente de matar o jogo com outro gol, ou de evitar que o adversário se sinta no direito de nos pressionar.

Sem brincadeira, a “sorte” voltou a nos ajudar. Depois do festival de gols perdidos pelo ASA em Arapiraca, no meio de semana, ontem foi a vez do Oeste perder uns 3 gols claros no primeiro tempo e meteu ainda duas bolas na trave. E como disse naquela ocasião, qualquer meia, por mais limitado e preguiçoso que seja, contra este Vitória aparenta ser craque. Wangler, terceiro reserva no Bahia entre 2012 e 2013, ditou o ritmo da partida junto com Mazinho (o Messi Black da época do Palmeiras). São dois jogadores que nunca vingaram, sempre faziam uns 5 jogos bons e depois vão sumindo, sumindo e sumindo…Parando cada vez mais em times menores. Mazinho chegou a limpar nossa zaga toda e parou apenas na defesa de Fernando Miguel (que vem queimando minha língua!!!). O Wangler fez vários salseiros partindo da ponta direita e tripudiando do medíocre Mansur. WANGLER…jogadorzinho xibungo…Mas este elenco nosso…

escudero-vit1x1flu

ESCUDERO – Finalmente o argentino paparicado por meio mundo de gente fez alguma coisa que preste. O seu belo gol de falta (contou com falha do goleiro também) deve ter sido o seu 8º gol com a camisa do Vitória (se não for menos…rsrsrs). Chamou um pouco mais a responsabilidade, brigou no meio de campo, foi guerreiro. Disso não posso negar. Mas eu ainda não tenho Escudero como ídolo, ou como um jogador essencial para o Vitória. Eu já vi PETKOVIC, RAMON, BEBETO, ARISTIZABAL e EDILSON CAPETINHA in loco, no Barradão. Sou da geração Paulo Carneiro. Aí fica difícil aceitar e idolatrar um cara que pouco faz gols, que pouco dá assistência e raramente decide partidas ao nosso favor.

elton gol asa

ELTON – Continua sendo uma sombra daquele começo avassalador no Vasco entre 2005/2006 e muito inferior ao que apresentou no próprio Leão em 2012, quando fez 10 gols em 18 partidas naquela série B. Mas está tendo a “sorte” de Neto Baiano, ou seja, mesmo jogando nada, sempre sobra uma bolinha e ele aproveita, balançando as redes. Fez gol contra o Asa e outro golaço ontem, com sua canhota. Ainda acho que precisamos de outro centroavante mais “letal”, mas se ele começou a fazer gols, deixa o homem aqui, pra pelo menos ser uma espécie de “reserva de luxo”.

No mais, continuamos com laterais pouco efetivos, mesmo com Diego Renan ter dado uma consistência melhor no lado direito. Ednei e Ramon oscilaram demais ontem. O menino da base, por sinal, precisa jogar mais sério…ficou querendo sair jogando e perdeu duas bolas pros caras…Ednei tava um lixo, até que se redimiu com sucessivas boas intervenções aéreas e por baixo, na reta final da partida. Mas não é zagueiro pro nosso time, pra ele chegar ao nível de Marcelo Heleno tem que ralar e comer muita grama (literalmente). E o Gabriel, que vestiu a dez, foi muito tímido na partida, mas pelo menos não comprometeu. Que venha o ASA, na terça-feira, Barradão, 19h30.

Vitória Sempre!

A quem interessa este Vitória tão fraco e deprimente?

turmadoatraso-fracassototal

Foto Oficial da Turma do Atraso.

Rapaz, a cada dia que passa o sentimento é de que quem está gerindo o clube está com vontade mesmo de acabar com a instituição e pulverizar de vez o torcedor rubro-negro. Desde 2014 a gente não está tendo direito a sorrir com o time. É cacete o ano todo, perda de todos os títulos profissionais, vergonhas contra adversários inferiores, rebaixamento em casa, jogadores que atuam como se estivessem em campo por obrigação (imposição) e a diretoria fica assistindo tudo isso sem fazer nada, MENTINDO, prometendo que vão chegar contratações de peso, que formarão elenco com “DNA de vencedor”.

Vamos nos ater a este ano, já que discutimos demais a temporada 2014. Mas para falar de 2015 temos que pegar apenas esta ponga: Ao fim do brasileirão da temporada passada, Carlos Falcão prometeu time com DNA de Vencedor, que jamais o Vitória iria sofrer outro rebaixamento (piada infame suprema) e que em 2015 tudo ia ser diferente. Resultado Prático: Continuou com a mesma política de contratações (refugos e lesionados, suplente dos reservas em seus times de origens) e fumo no Baiano (que nos tirou do Nordestão 2016), fumo na Copa Nordeste, time sofrível, deprimente e que entristece qualquer “metido a torcedor hipermega otimista”.

Com a VERGONHA para o Colo-Colo (segunda vez num período de 8 anos), Falcão renunciou, o ditadorzinho Alexi Portela, juntamente com Fracão, indica e elege Raimundo Viana, quase contemporâneo a fundação do Clube. E desde aí…O CLUBE PAROU LITERALMENTE. Não vem reforços e sim meras contrações com o padrão de sempre (vindos de lesões e reservas dos reservas dos times de origens). Começamos a Série B com o time piorado em relação aos fracassos anteriores e não vencemos mais ninguém, seja no Barradão ou no interior do Acre. Qualquer catado que troque bem a bola, chega em nosso gol com apenas três passes e até jogador de raciocínio lento, consegue se destacar e “parecer craque” diante nós, tamanho o espaço e a apatia dada por este elenco sem alma.

raimundoviana-eleito

Viana presidiu o clube na década do Hepta do Rival.

Antes da Série B começar, RaiMúmia Viana prometeu que viria contratações após os estaduais, pois estavam vindo jogadores que disputavam as decisões. MENTIRA. Vieram jogadores que não disputaram título algum: Diego Renan (Cruzeiro), Guilherme Mattis (Fluminense) e Diogo Matheus (Inter, só que era o 5º lateral do colorado). Depois prometeu durante o final de semana da estreia…Perdemos por 2×0 para o Gigante e Invejado Sampaio Corrêa e novamente falou-se de contratações durante a semana e NADA! Jogamos ontem contra o poderoso Asa de Arapiraca e tomamos um baile, se não fosse Fernando Miguel e a própria ruindade do adversário sairíamos com outra derrota. E não se enganem, a chance de pagar mico no Barradão na partida de volta é de 90%. Fora a mentirada (outra) sobre Ricardinho…Só balão de ensaio, pra enganar a torcida, com falsas expectativas.

Estamos caminhando para a segunda rodada e NÃO SAI NADA SOBRE REFORÇOS ou tentativas. Parece que eles estão LARGANDO O TIME DE MÃO e só preocupados em raspar todos os recursos do clube, via Cotas, Patrocínios e negociatas de jogadores. Infelizmente, não tem como eu não suspeitar disso, de estarem surrupiando o clube, e para tapear a torcida aprovarão as eleições diretas, só que entregarão o Clube para o próximo gestor, na SÉRIE C e sem nenhum tostão nos cofres. Quero estar errado, mas se tem uma coisa que tenho no futebol é uma intuição FDP (queria ter isto em provas de concurso público, que eu estaria feito na vida :Þ ).

Já li em uma rede social (mas sem provas), que a empresa de Falcão estava praticamente falida em 2012, e ao final de 2014 já estava dando lucro e em plena atividade. Também já vi pessoas acusando que o mesmo aconteceu com a empresa de Portela, que estranhamente teve uma recuperação financeira absurda, justamente neste período de completo “pés no chão” no departamento de futebol profissional. Não sou eu quem estou dizendo…quem participa das comunidades no facebook leram isso também! E sabem que não fui o denunciante disso aí.

Agora, a mentira da vez, é que os “eméritos dirijegues” rubro-negros estarão se reunindo com o Corinthians, NO SÁBADO 16/05, para ver quais os refugos o time paulista vai nos ceder…e aposto, que eles só fecharão com aqueles em que o Corinthians dê de graça e ainda pagando o salário. Por outro lado, é capaz do time continuar sendo o mesmo, se por ironia do destino vencer o Oeste lá em Osasco…Já conheço o modus operandi deste grupelho safado. Aonde vamos parar? Tem que rolar intervenção. Não sou a favor da violência, mas é preciso mais pressão e mais “reboliço” contra estes caras. Eles precisam se sentir coagidos, de alguma forma.

Não adianta lançar camisas bonitas…

camisa_2015

Com a presença de ídolos como Ramon, Ricky, Vanderson e André Catimba e com a Panicat Mari Baianinha, camisa 2015 é lançada.

...E ter um time em campo mais feio que Tião Macalé, na privada, fazendo força pra cagar (nojeeento). Não adianta fazer um padrão HIGH TECH, com bom design e que se encaixa no corpo como uma luva de veludo e o time em campo for moroso, derrotado, deprimente e fracassado. Antes uma camisa “feia”, com um time habilidoso, letal e veloz como a temporada 1993. E mesmo estando tão ácido e revoltado com este grupelho (atletas e diretoria) o futebol e a paixão ainda me colocam na questão de comprar (só pra colecionar e estar atualizado com o padrão da temporada) ou não (usando mais a racionalidade).

Ainda estou pensando e no dilema que envolve a briga da Paixão/Loucura versus Razão/Sanidade, até eu ver a nova camisa em uma das lojas do clube, ver o preço e as quantidades de parcelas (agora que eu tenho cartão, tenho feito algumas loucurinhas rsrs). Agora falando da IMPRESSÃO FOTOGRÁFICA: Achei lindo o padrão 01, mas não tem pra onde fugir, está muito parecido com esta camisa do Atlético-PR (clique). Se mantivéssemos horizontais estaríamos parecendo com o CRF (e como eu já disse anteriormente, não existe LEI ou REGRA que só um clube pode ser listrado seja na vertical, horizontal ou em zigue-zague).

Agora, defendo que o Vitória se defina logo no padrão. Equipes como São Paulo e Botafogo-RJ usam o mesmo layout desde sua fundação e não deixam de vender suas camisas ano-a-ano. Para mim, o ECV tem que ser listrado nas horizontais, pois se pegarmos nossa história passamos maior parte delas com uniforme neste desenho. De 2009 a 2014 são 6 anos usando a estética horizontal e somando parte de 2005 (2º semestre) e toda a temporada 2006, são 7 temporadas e meias usando listras “deitadas”. Portanto, é até louvável esta mudança. Está aí uma terceira via. Usar um layout padrão a cada 5 ou 10 anos, para assim fazer as mudanças e deixar cada período do clube com uma camisa “marcante”.

Não se faz comida gostosa com ingredientes ruins

viana_zoeiro

Somente a diretoria atual do clube que entende que dá pra fazer comida boa com ingredientes podres e com cozinheiro ruim. O elenco já mostrou que é gofado e que não pode oferecer nada de bom. São jogadores ordinários, fraudes futebolísticas completas, que só têm gogó e fala bonita, mas atitudes de ratos de navio em naufrágio. Realmente já estou ficando sem palavras e muito repetitivo com esta diretoria. O fato é que eles estão fazendo isso de má fé ou acreditam realmente que investindo o mínimo possível no Futebol Profissional, contratando somente atletas vindo de lesão, sem expressão e sem mercado vai dar resultado positivo para o Clube e trará títulos para a Toca do Leão.

Agora, volto a minha crítica individual a Jorge Wágner e a Escudero. O primeiro deveria reconhecer que seu futebol já acabou e encerrar de vez a carreira, pedindo desculpas à Torcida, de preferência devolvendo seus vencimentos. Já Escudero é aquilo que sempre falo: Ganha Muito, joga pouco. Ganha muito, decide jogo nenhum. Pra variar, numa rebolada improdutiva, foi que ele perdeu a bola, gerando o lance do segundo gol do Sampaio Corrêa. Sinceramente, eu aposto com qualquer um aqui, se Escudero fosse da base ou sergipano, de pele negra, já estaria queimado há muito tempo pela torcida. Mas como o cara é argentino, branquinho e cara de playboy boa praça, todos endeusam e se por ventura alguém ousar a contestar Escudero, é capaz de ser agredido pelos “puxa saco de gringo”.

O time atual do Vitória é um lixo. A diretoria consegue ser pior que um lixão a céu aberto. É a parte ruim do chorume, é a pior parte de um cadáver em estado avançado de decomposição. Só tem covardes, mentirosos e gatunos, incluindo o Conselho Deliberativo. RATOS. Do elenco montado por estes ratos, tiro alguns da base como Ramon e Flávio. O resto não serve nem limpar banheiro de estação rodoviária. Nunca vi um grupo de jogadores tão vagabundos, garganteiros, medíocres e sem alma como este. Nem o time de 2005 era tão miserável.

Alexi Portela é o maior culpado pela gestão de Carlos Falcão.

Alexi Portela é o maior culpado pelos fracassos de Carlos Falcão e RaiMúmia Viana.

Ah, parece que o cara de cágado deprimido, Ditador Alexi Portela vai renunciar o cargo de Presidente do Conselho. Vá com o Diabo (acho que nem ele te quer!) e não apareça mais no clube e nem me venha com seu filhinho, herdeiro de 3ª geração, como salvação da pátria. Outro garganteiro, que pensa que nossa torcida é igual a do rival, ou seja, idiotizada, irracional e altamente manipulável. Aléxi foi o presidente que adotou o falso “pés no chão”, o presidente mais mão de vaca de toda a história e que indicou duas toupeiras esportivas (e raposas financeiras) como “sucessores”. Não tem moral alguma de querer apitar qualquer porra no Clube. Fora Alexi, seu fracassado! Seus dois sucessores indicados deram balões em você. Se saia mesmo do Clube, nem os seus te seguem.

Outra bomba que começa a ser ventilada é que José Rocha quer convocar uma Assembleia Geral e um dos temas é a troca da atual diretoria, incluindo boa parte do Conselho do Amém. Ah também uma tendência de Mun-Raimundo Viana renunciar ainda nesta semana, pois sua família está pressionando ele para isso. Viramos o time da renúncia, cuja vaidade e a briga pelo poder e status quo impera nos bastidores do clube.

Anotem aí. Teremos o mesmo destino de Santa Cruz, Remo e Paysandu, entre 2005 e 2011…quando por brigas de bastidores, estes clubes de grande torcida e certa expressão nacional foram para as últimas divisões e por lá ficaram mais de 3 temporadas, sendo chacota de times que nunca pisaram na primeira divisão. Os recentes casos que presenciamos de Colo Colo, Bahia de Feira, Sampaio Correa, J Malucelli e Salgueiro é tipo um trailler das cenas dos próximos capítulos da macabra gestão AP e sua gangue. Hoje temos vergonha de vestir nossas camisas e sair de casa. Até assistir os jogos, pela TV, tá desestimulante. Em estádio pior ainda. Querem acabar mesmo com o clube?