Especial 1993 – 20 anos | Entrevista 01

especial_1993_banner

Nosso leitor e amigo Haroldo Mattos é o primeiro a ser entrevistado sobre o tema da campanha de 1993. No primeiro momento convidei torcedores para fazer um texto resumindo a campanha e falando do jogo que marcou aquele ano para cada um dos convidados. Agora a segunda parte é uma pequena entrevista.

haroldo matos

CRN Você acompanhou toda a campanha de 1993?

Haroldo Sim. Acompanhei todos os daqui da Fonte Nova e pelo rádio demais jogos.

CRN Na sua opinião, quais os três principais jogadores daquela campanha, por que?

Haroldo Dida, pela segurança e frieza debaixo da trave. Acalmava e dava segurança aos zagueiros. Paulo Isidoro era quem articulava. Parecia que tinha um motor embaixo da bunda. Quase todas as jogadas começavam com ele. Pichetti era o puxador de contra-ataque. Muito rápido e objetivo. Quando não botava a bola para dentro, servia de bandeja a Alexi Alves, Claudinho e Roberto Cavalo.

CRN Qual era o ponto forte daquele elenco? E o ponto fraco?

Haroldo Para mim o ponto forte era a união do grupo. Não havia grandes medalhões e todo o grupo “dava sangue” em todas as partidas. Não havia bola perdida. Cada jogo, era como se fosse o prato de comida daquela semana.

O ponto fraco para mim era João Marcelo, não sei se por que tinha jogado no bahia e eu tinha preconceito e o banco que não tinha substitutos a altura dos titulares.

CRN O treinador Fito Neves foi realmente bom ou qualquer treinador teria o mesmo destino com aquele elenco repleto de jovens talentos e alguns mais experientes?

Haroldo Não gosto de Fito e tenho razões de bastidores para tal. Acho que ele pouco influenciou. O forte era o time quem entrava em campo. Pela vontade do grupo, talvez outro fizesse com que sofrêssemos menos na fase semi-final. Mas ninguém mudaria o destino da taça.

CRN Na segunda fase você achou que o time iria parar por ali mesmo?

Haroldo Sim. Quando empatamos naquele jogo contra o Santos aqui na Fonte Nova, não imaginei que pudéssemos voltar com pontos nos dois jogos que restaram fora de casa.

CRN Você acredita que se o finalista fosse outro clube e não o Palmeiras, o resultado poderia ser o título brasileiro?

Haroldo Sim. Acredito que qualquer outro do outro grupo, não ganharia de nosso time. Assim como acho que o Santos de Neymar em 2010, foi vacilo. Poderíamos ter ganho aquela Copa do Brasil.

CRN A fórmula do Campeonato Brasileiro mudou de lá para cá, desde 2003 é por Pontos Corridos, o que fazer para tentar o título nesta fórmula?

Haroldo Sinceramente não vejo no horizonte nada que se possa fazer para um clube de fora do eixo Sul/Sudeste ganhar um campeonato de pontos corridos. A fórmula que aí está é cancerígena e a cada ano, a abismo financeiro entre nós e eles, piora. A Globo contribui muito para isto, disseminando a ideia que nós temos que torcer por times sulistas e sudestinos. Se tivéssemos mais sócios e mais torcida nos estádios torcendo por times da região, talvez o horizonte mudasse.

CRN Você acredita que o atual time rubro-negro tem chance de repetir a campanha de 1993?

Haroldo Não. Tem muitos defeitos na equipe e simplesmente, nos falta elenco. Um verdadeiro candidato a título, tem no mínimo, 22 titulares. Nós não temos nem 11.

CRN Como a imprensa considerada “nacional” tratou o Vitória nas diferenças fases da Competição, isto é, na primeira, segunda e por fim nas decisivas?

Haroldo Azarão. Já entramos na competição fadados ao fracasso, segundo eles. Nunca vi nem um deles comentando sobre o Vitória, sobre nossos destaques, anão ser a crônica local. Quando ganhávamos, falavam da derrota do forte. Quando perdíamos, falavam da Vitória do favorito.

CRN A torcida do nosso rival ficou com medo de nossa possível conquista naquele ano? Como seus amigos tricolores se comportaram naquela campanha?

Haroldo Não. Do outro lado havia o Palmeiras e mesmo sabendo que poderíamos chegar a uma eventual final , já brincavam com o tal do “vice”.

————————–

Me siga no Twitter: https://twitter.com/casarubronegra

Curta a Fan Page: http://www.facebook.com/CasaRubroNegra

————————–

Abaixo segue um presentinho da CRN para vocês. Para quem gosta de jogar Jogo de Botão, eis a imagem para ser impressa e adesivada no tipo profissional do jogo, o time-base da campanha de 1993. Basta clicar na imagem com o botão direito e “salvar como”, depois ir numa gráfica e imprimir num papel adesivo. Vale lembrar que para abrir a imagem no tamanho maior, será preciso um clique com o botão esquerdo do mouse sobre a mesma.

Vitoria 1993

Anúncios

34 respostas em “Especial 1993 – 20 anos | Entrevista 01

  1. Na possibilidade do Vitória não esteja lutando por mais nada no dia 01/12/2013, isto é, não esteja lutando pela vaga nas Libertadores e nem para não cair para série B, seria muito interessante que os dirigentes do Vitória aproveitar a boa oportunidade de ganhar dinheiro com o jogo do Vitória X Flamengo, dia 01/12/2013. Como?
    Levaria o jogo para Brasília e cobraria 100 reais no menor valor do ingresso. Iria arrecadar fácil uns 3 milhões. Ainda mais que seria no final do Campeonato.
    Vejam as arrecadações do Mané Garrincha:
    Flamengo e Santos – R$ 6.548.710
    Flamengo e Coritiba – R$ 2.705.050
    Vasco x Flamengo – R$ 4.071.170

    Curtir

    • Adendo: O referido valor daria para manter os jogadores em janeiro e fevereiro. E não fazer como sempre é feito (o desmanche do time).

      Curtir

    • Como morador aqui de Brasíli, e torcedor do Vitória, lhe digo que a renda, independente do preço do ingresso, seria superior a do jogo do Fla x Coxa, brincando. O nosso time tem muitos admiradores por essas pandas.

      Curtir

      • Aí Ubaldo, tb moro aqui em Bsb… já tô ligado no flamengo x Vitória que vai rolar aqui no Mané Garrincha 04/09.

        E isso que o Alan falou é a mais pura realidade, a renda seria muuuuito grande, ainda mais que o flamenguinho estará brigando para não cair, hehehe.

        Sds

        Curtir

  2. Abb, Alemão q está na Ponte???
    Confesso que só vi um jogo dele, salvo engano, não vi nada de extraordinário. Assim acho que vem p ser naco de Dinei, concorrendo com Romulo.
    Abb, pq ele ñ está sendo aproveitado na Ponte, vc sabe??? Ele ainda não jogou as 6 partidas???

    Sds

    Curtir

  3. Não costumo sugerir nome de jogador para o vitória , mas vou abrir uma excessão hoje:
    LD : Welington Silva, do fluminense.
    M. Armador: Rodriguinho, do América Mineiro.
    Atacantes: Boges ou Anselmo Ramon, do Cruzeiro.

    Curtir

  4. Lembro bem de 93 morava no Rio e a imprensa carioca dizia que seria impossível o flamengo vencer o palmeiras vocês vão dizer esse cara deve ta louco o que tem o flamengo a ver com isso é que quando começou o quadrangular final eles achavam que o flamengo seria o campeão do grupo e no primeiro jogo em que o flamengo perdeu pro Vitoria o treinador Junior disse que o vitoria não ganharia de ninguém era um timinho estive no jogo vitoria e flamengo no Rio e na final em Sao Paulo e lhe digo foi o melhor vitoria que ja vi jogar em meus 44 anos de vida parabéns Vitoria .

    Curtir

  5. quero deixar mensagem nessa casa,associar e apoiar os jogadores esta precisando do nosso grito e o calor da nossa torcida,vai aparecer obstáculos e outros enventados pela imprenssa mais é nessa hora que devemos associar e apoiar o vitória nessa guerra desigual.

    Curtir

  6. Bela entrevista!! Bom saber como era naquela época. Eu não lembro de nada, tinha apenas 6 anos. E como sempre a imprensa já era escrota naquela época, tem coisas que nunca vão mudar.

    Curtir

    • E eu tinha 5 anos, não me lembro também. Gostei da entrevista, o Haroldo conseguiu passar com detalhes todas as informações daquela época.

      Curtir

      • “Olha a trajetória do Vitória, cheia de glória, cheia de glória…”

        Eu tinha 4 anos e aquele time foi inesquecível.

        Agora, quem era pior que Renato Martins era China. Ô zagueiro horrível!

        Curtir

  7. Hoje até o Darino Sena falou da fragilidade dos frente de zaga do vitoria ( cárceres e Michel )…. Parece que tem muita gente que acha isso!

    Curtir

  8. Rapaz!
    A maldição da camisa 9 continua,Lúcio Maranhão e Jean Carlos artilheiro do Brasil,não foram aproveitado por CJ,André Lima só para Ano,a outra carniça que esta se recuperando de um operação,nem lembro mais o nome,ninguém sabe ninguém viu!
    O mãe de santo de Dnei é boa ou Rômulo e a bola da vez!
    Abre olho Cj!
    VITÓRIA SEMPRE!CONTRA TUDO E CONTRA TODOS!

    Curtir

  9. Vixe… ñ sei se alguém tem a informação de quantos jogos Neto Baiano já atuou no Goias.
    Não sei não, mas tô com a impressão que ele pode pintar na Toca.

    Alex Portela acabou de anunciar que está em busca de um camisa 9 do nível de André Lima. Disse q a janela fechou e que vai buscar aqui mesmo.

    Que infelicidade do André, tava torcendo pelo cara.

    Vamos esperar.

    Sds

    Curtir

  10. Como é bom ler essas entrevista falando do nosso eterno BRINQUEDO ASSASSINO, até hoje lembro-me daquela campanha, e da musica quando chegava no BARRADÃO,”A festa começa na ladeira naquele sobe e desce sem parar, a torcida rubro negra estar chegando VITÓRIA,VITÓRIA, faz a torcida balançar” ETA chega me arrepio, Pra mim os pontos fortes dessa seleção foi todos citados pelo entrevistado Haroldo, mas o ponto fraco na minha visão era a lateral esquerda, aquela renato martins era muito fraco, também nosso banco não tinha muitas expectativas, um jogo que foi muito importante que tive a honra de estar presente, foi aquele Vitória e Corinthians, na antiga fonte nova, aquele gol de Alex Alves pra mim é o gol mas bonito que já vi, e olhe que ja vi sinval fazer aquele gol de bicicleta contra o são paulo no Barradão, mas aquele gol alem de ser muito bonito a importância que era dado na época, vixe como diz os amigos de são paulo muita treta. rsrsrrsrsrsrs…Muito bom relembrar esses momentos fabinho e parabens ao Haroldo pela belissima entrevista. SALVE MAXGLADIADOR.

    Curtir

    • Talvez se tivéssemos a estrutura de hoje, poderíamos ter mantido o time para 94 e alçado voos maiores. Mas não havia como. A distancia entre nós e os clubes do sudeste era ainda maior do que é hoje. Voce Dogão, viveu um momento especial do clube. Quem sabe os jovens torcedores de hoje em dia, poderão em um futuro próximo se orgulhar de um time que viram jogando, como nós, que acompanhamos o Brinquedo Assassino?

      Curtir

      • Verdade Haroldo Mattos nós fomos privilegiados de ter visto e participado daquela campanha maravilhosa, aquelas faltas de Roberto cavalo, a velocidade de Picchetti e Alex Alves, a visão de Paulo Isidoro, e a segurança de Dida(maior goleiro da base do LEÃO), fico até emocionado quando lembro, Mas aquele time de 93 será eterno.

        Curtir

    • Voces da “Nova Guarda”, tinham que ter visto aquele time jogar. Até hoje sinto orgulho em ver Dida , o único que está na ativa, jogando em alto nível. Não havia sites nem blogs nos nos número de hoje. Acompanhávamos tudo no radinho. Era Muito legal!

      Curtir

  11. Sei que a pauta do texto é outra é, mas não posso deixar de comentar que uruca desgraçada essa que se abateu sobre André Lima, faltando quase 15min pra terminar o jogo o cara cai daquele jeito parecia até que uma força do além o tinha empurrado, resumo, três meses fora de combate, ou seja o cara só deve voltar em outubro, e até pegar condicionamento físico mais alguns dias. São coisas que acontecem que só Deus pra explicar.

    Curtir

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s