É no Barradão? Prepare o caixão!

fichafinal_vitoria4x2flamengo_br2013

Épico, arrasador, emocionante e histórico! O Vitória goleou o Flamengo, recém campeão do Brasil por 4 a 2 no Barradão e segue batendo recordes. Agora, é o clube nordestino que mais pontuou em campeonatos brasileiros de pontos corridos com 20 clubes e o detalhe que o número anterior era do próprio Leão da Barra, com 52pts em 2008.

Enfim, o Leão da Barra voltou a vencer o Flamengo dentro do Barradão depois de 9 anos, já que os confrontos pelas Séries A de 2008, 2009 e 2010 foram 0x0, 1×1 e 3×3, respectivamente. Se não me falha a memória, nosso último triunfo em cima deles foi aqueles 5×1 do Brasileirão de 2004.

Agora, nós que pensávamos que seria moleza jogar com o time misto do Flamengo, ainda em clima de comemoração da conquista da Copa do Brasil, nos enganamos completamente. O time carioca segurou a onda até os 43minutos da etapa inicial, mesmo sem atacar com tanta força, vinha com certo perigo e a defesa estava ligada.

Para piorar, ainda perdemos uma penalidade máxima aos dez minutos com Dinei. No primeiro tempo fomos dono do jogo, só que a bola não queria entrar e senti o time muito afoito em alguns lances, sendo Ayrton o maior deles, pois recebeu várias bolas boas e errou vários cruzamentos. Foi nítido também que depois de errar o pênalti, Dinei se abateu, só vindo a acordar no lance derradeiro aos 43min quando Marquinhos invadiu pela esquerda e cruzou brilhantemente para o carequinha estufar as redes.

Entretanto, o juiz Paulo César Oliveira conseguiu empatar a partida. Isso mesmo. Este mequetrefe já vinha inventando escanteios fantasmas para o Flamengo antes mesmo da gente abrir o placar, aí no primeiro ataque flamenguista depois do nosso gol, o lateral João Paulo cruzou, Hernane não achou PN, a bola sai sem tocar em ningas e a criatura marca escanteio. Na cobrança a bola sobra pro falso intelectual do Wallace, com aquela barba viking (“mui linda”) empatar. Parabéns PC Oliveira!

Incrível como até em jogos que os times do eixo não precisam de nada, a arbitragem aparece ajudando. Por isso, torcedor baiano pare de ser um RETARDADO em pagar pau pra time do eixo sul-sudeste, sobretudo Flamengo e Corinthians, equipes que os juízes sempre facilitam as coisas, principalmente em duelos contra nossos times (nordestinos) mesmo que eles não disputem nada como hoje, pois o CRF não corria risco de rebaixamento e nem briga por nada no BR2013.

vitoria_4x2_crflamengo_br2013

Enfim, segue a bola – No segundo tempo, o Leão mostrou que estava disposto a enfrentar a “má vontade” do árbitro e calar os nordestinos traíras e de baixa auto-estima, que preferem a comodidade de se torcer pra Flamengo (pela mídia nacional babar ovo) do que apoiar seus times locais. E tinha que ser com um ex-jogador do Flamengo, um que eles escaldavam até o talo, como Maxi Biancucchi, que fez um golaço logo aos 2 minutos no único lance acertado por Ayrton, que colocou na medida pro Hobbit argentino bater de virada no ângulo! Vitória 2×1.

Os falsos nordestinos se calaram, nossa torcida mostrou quem mandava no recinto e nosso LEÃO crescia na partida, com ataques insinuantes e bolas chutadas no travessão como o balaço de Marquinhos. Porém, aos 14 minutos em mais uma falha da nossa defesa, o Flamengo chegou a um novo empate através de Hernane, que pegou de prima um cruzamento maroto de Nixon, que fez salseiro em cima de Juan e Kadu. Só que era o nosso dia e no vapt-vupt, o Leão fez mais um, através de Dinei que recebeu um bom cruzamento de Juan, que se recuperou do lance anterior criando a jogada fantástica, que resultou no segundo gol de nosso sósia de Lula Molusco.

Eu me lembrei do jogo de 2010, quando Petkovic e Ramon deram show, um pelo Fla e outro pelo nosso Leão, só que ali os dois times estavam com seus elencos titulares e com foco total no Brasileiro e agora estávamos batendo cabeça (ainda que defensivo) com o time misto do Flamengo, que é bem fraquinho por sinal. Mas o trauma de ver mais um empate aqui dentro contra um dos times querido da mídia me foi retirado com o belíssimo quarto gol, em que Dinei e Marquinhos trocaram passes, culminando com o tento do agora camisa 8, aos 34 minutos.

marquinhos_e_dinei_vit4x2fla_br2013

Com o quarto gol selamos o triunfo e os tabaréus começaram a sair do Barradão. Pra mim quem é nordestino, conhece o que o pessoal do sul e sudeste faz com a gente e ainda assim insiste em apoia-los é tabaréu sim, no sentido pejorativo mesmo! Torcer pro Flamengo, Corinthians, São Paulo é muito fácil e cômodo, muitos usam isso como a única “força” na vida, reflexo de baixa auto-estima e que precisa “peruar” o que é dos outros para se mostrar forte e esperto, quando na verdade são tolos teleguiados pela mídia.

A maioria torce por causa dos títulos, é apenas por interesse, nós é que somos torcedores verdadeiros, de amor verdadeiro, porque não somos Vitória porquê vimos no álbum de figurinhas os títulos e/ou escolhemos a mando da imprensa e sim os amamos incondicionalmente, amamos o clube e não os títulos do mesmo e nunca fizemos dos títulos o motivo de se torcer. Se fosse por isso, preferia torcer pros times europeus!

Enfim, aplaudi de pé este elenco que se mostrou guerreiro e empenhado pela vaga à TLA, que acreditou e embarcou na motivação e projeto de Ney Franco, que deu uma resposta muito positiva depois de um primeiro semestre salvo apenas pelo Campeonato Baiano, pois ficamos no meio do caminho do Nordestão e Copa do Brasil para times inexpressivos. É muito bom vencer os queridinhos da mídia e fazer os “nordestinos cariocas” pegarem a estrada pra casa com a mala cheia de gol e com aquela cara de tacho. Aqui é Vitória, baiano tem time pra torcer. Não precisa babar ovo pra time dos outros não!

Saúdo também ao presidente Aléxi Portela, pois neste ano foi muito feliz na montagem do elenco e chega na última rodada com chances, mesmo que remota, de ir à Libertadores com orçamento bem menor em relação aos queridos do eixo.

NOTAS E AVALIAÇÕES

Wilson foi seguro. 8,0

Ayrton teve uma tarde lastimável. 5,0

Victor Ramos já está em clima de férias. 5,0

Kadu fez uma partida razoável. 6,0

Juan mostrou que foi a melhor contratação do 2º semestre. 7,5

Cáceres joga muito pro time. 7,0

Marquinhos teve bons momentos. 8,0

Renato Cajá voltou a jogar bem. 7,5

Escudero fez uma partida brilhante no apoio e na parte tática. 8,0

Máxi Biancucchi joga muito e marcou um golaço! 8,0

Dinei meteu dois gols e deu uma assistência. 9,0

Ney Franco é um treinador muito corajoso, até kamikaze, mas deu certo e isso é o que importa. Sem dúvidas é o melhor treinador do Vitória dos últimos 5 anos, o melhor da gestão AP, superior até a Carpegiani, inclusive por ser muito mais educado com os jogadores do que o gaúcho ranzinza e cheio de “nove horas”. 10.

Anúncios

104 respostas em “É no Barradão? Prepare o caixão!

  1. SOBRE ESSA QUESTÃO DA MÍDIA….

    Bom, já conversei diversas vezes sobre esse assunto… a ainda acho que não se pesca o peixe assustando ele… No Jogo de domingo, teve até uma coisa legal… os imbatíveis impunharam a bandeira da Torcida Raça do Flamengo… pra mim isso é positivo.

    SOU DO INTERIOR E CONHEÇO BEM ISSO…

    O fato Fabinho é que, querendo ou não… há times que suplantam de MANEIRA NATURAL as fronteiras dos seus estados, claro que a mídia potencializa isso tudo.

    Durante muito tempo… o Santos foi o time de caráter nacional… afinal, Pelé era uma um “Deus”. Depois aconteceu o mesmo com o Flamengo de Zico…

    Sinceramente, acho razoável esse apelo.. o ídolo é sempre especial… Agora, não dá pra entender o mesmo quando se fala do São Paulo… seja por que não teve um ídolo com o peso de Zico e Pelé, seja principalmente por que o próprio nome e bandeira representam o Estado de São Paulo… o polo do preconceito neste pais.

    Neste quesito, penso que o Vitória tem um espaço gigantesco pra crescer… pois além do nome ser lindo… não nos vincula apenas a nosso estado…já o rival… dificilmente vai conquistar torcedores de outros estados…

    No interior Fabio e amigos, o que houve foi INCOMPETÊNCIA E ARROGANCIA da dupla BAVI… não ocuparam os espaços… então, houve quem ocupasse…

  2. Gostei do texto Fábio, mas discordo da sua opinião em relação aos torcedores do Flamengo. O quanto somos discriminados pelo pessoal do sul nós sabemos, mas daí a não poder torcer pelos times de lá são outros quinhentos. Acho que cada um tem direito de torcer pelo time que quiser seja ele da sua cidade, de outro estado ou até de outro país. O futebol não tem fronteiras. Seguindo a sua lógica, eu que sou do interior do estado não poderia torcer pro Vitória porque ele é de Salvador? Ou você acha que os soteropolitanos não nos discrimina? Talvez não tanto quanto os do Sul, mas discriminam sim. Mas eu estava lá no barradão pra apoiar meu time, porque eu escolhi torcer pra ele. A melhor resposta que devemos dar a esse pessoal é fazer exatamente o que o Vitória tem feito esse ano. Mostrar que somos competentes, não nos deixar intimidar lá fora e mostrar que aqui dentro que manda é o leão.

    • Não é por aí. A mídia IMPÕE se torcer pros 4 grandes do RJ e pros 4 grandes de SP, com mais foco em Flalido e Cu-rinthia. Por que aqui na Bahia e no Nordeste não tem torcedor do Cruzeiro, Atlético-MG, Grêmio e Internacional em massa também? A alienação imposta pela Globo e a Band é gigantesca!

  3. O Vitoria mandou Deola vazar!!!
    Ta ai a materia…
    O goleiro Deola não vai ficar no Vitória em 2014. Emprestado pelo Palmeiras até o fim deste ano, o jogador não teve o vínculo renovado com o clube baiano e está de malas prontas para deixar Salvador. De acordo com a assessoria de imprensa do Leão da Barra, o goleiro já foi à Toca do Leão e se despediu dos companheiros de equipe e funcionários do Rubro-Negro.
    Deola chegou ao Vitória para a disputa da Série B, em julho do ano passado, e foi titular durante toda a temporada. Neste ano, o goleiro jogou até a partida de ida da final do Campeonato Baiano: ele machucou a mão em um treinamento às vésperas da decisão do Estadual. Devido à lesão, Deola precisou passar por uma cirurgia no punho e estava liberado pelo departamento médico do clube desde o fim de setembro. No entanto, o jogador não foi relacionado para nenhuma partida pelo técnico Ney Franco.
    Em 2012, Deola disputou 25 jogos pelo Vitória, todos como titular. Neste ano, por causa da lesão, foram apenas 11 confrontos oficiais.
    Fonte: Por GloboEsporte.com
    Salvador

    • Bom goleiro, aparentemente o mesmo pode ser dito quanto a sua postura como profissional e como pessoa. Gostaria de que continuasse no Vitória, mas infelizmente esse não foi o entendimento da direção. Sucesso, Deola, no próximo clube!
      Obs.: O Vasco está precisando de um goleiro como ele.

      • Não dispensaria Deola, o Vitória precisa de 2 bons jogadores em cada posição:

        Wilson / Deola
        Ayrton / Nino
        CONTRATAR ZAGA TITULAR
        Juan / Euller ou Tarracha
        Luis Gustavo / Marcelo
        Caceres/ Luís Alberto ou Coruja ( Acorda DM!!! )
        Escudero/ Vander, Leilson ou Maia (Acordem meninos!!! )
        CONTRATAR CAMISA 10
        Maxi / Marquinhos ou Willian Henrique
        Dinei / André Lima

        E que venha Herrera e outros bons jogadores!

        LIsta de dispensa: Daniel Borges, Fabrício, David Braz, Renato Santos, Elizeu, Michel, Cajá , Alemão e Oldoni (se a média de salário deles for 70 mil já tem uma economia de mais de 600 mil por mês)

        A meta de 2014 deve ser conquistar 3 títulos: O Baianão, o Nordestão e mais um.

  4. Fábio sobre saudar aléxi portela, não acho que o vitória montou time pra ir pra libertadores coisa nenhuma. Contratou sim 2 nomes de peso: escudero e maxi e só. Sozinhos esses caras não jogariam bem no time, visto que o elenco era limitadíssimo e com carência crônica em posições fundamentais há pelo menos 2 anos. Se não fossem as chegadas de airton, juan e cadivis(em pleno 2º semestre, o que é o cúmulo do amadorismo, depois de se aproximar do z4) que chegaram e arrumaram o plantel. o time não estaria nos encantando. E claro Ney franco. Pra alexi Portela ganhar esse mérito teria q ter montado esse elenco em janeiro coisa que não fez.

    Até hoje a gestão fiscal e financeira louvável de alexi portela não se refletiu em profissionalismo no departamento de futebol e muito menos em títulos. Então eu não como esse H de que ele montou time pra ir pra libertadores e agora quer usar essa boa campanha como marca de sua gestão que passou longe de ser vitoriosa no quesito futebol! abços

      • Nossa…. as vezes me assusto com tanta má vontade e falta de humildade de reconhecer equívocos.

        Alexi montou o melhor elenco de sua gestão… e não contratou apenas 02 jogadores de peso… incluo ainda André Lima, Juan como jogadores de peso… além disso, trouxe Airton que já tem um bom nome no cenário..

        É claro que ninguém é vidente pra dizer que o Vitória montou um time pra chegar na libertadores, mas, certamente, o Vitória montou uma bela equipe de futebol… isso é fato.

        Parabéns a Fabinho, que BATEU E MUITO EM ALEXI, mas, soube, na hora certa, reconhecer méritos…

        Alexi tem acertos e erros… mas, sinto que mesmo acertando, ele jamais quis lesar ou tirar proveito do clube…

        Em tempo – Alguns ficam secando o Vitória e detonando Alexi… saibam que – mesmo do jeito meio sonso dele – ele pode se tornar Vice Presidente da CBF, e com isso, ajudar muito o Vitória num futuro próximo…

      • Realmente já critiquei muito AP, mas tenho que reconhece-lo qdo preciso!

        SRN

  5. É,o choro é livre mesmo,descobri que nao é só a torcida do botafogo que chora,os flamenguistas tbm,até quando o fla tava empatando com o vitória estavam tentando me zoar(moro no RJ) MAS EU,JA VINHA FALANDO A SEMANA TODA:vamos carimbar a faixa de vcs!! depois do jogo o que mais se houve é:ah…nós ajudamos vcs,entramos com time reserva,aí é mole. eu imediatamente tirei um lenço do bolso e dei para que o mesmo secasse suas lágrimas. VAI CHORAR NO PÉ DO CORCOVADO,VAI!

  6. Aff, errei de blog, pensei que era o CRN, mas pelo visto é um blog de Flamenguistas chorões.
    Tomaram pau e agora vem com besteirol, mas é cada uma…

  7. Agradeçam ao Jayme por colocar o time reserva contra o Vitória, já que a intenção era derrubar o Botafogo.

    No mais torço para que o Vitória consiga a vaga na Libertadores, seria a maior conquista para o clube. Só não concordo com a xenofobia contida no texto, pois moramos num país livre, onde o direito de ir e vir, é garantido pela constituição.

    Não se combate preconceito com mais preconceito. Fica a dica.

    Bjs!

    • Desse comentário eu só concordo com o “Bjs!” kkkk O povo nordestino é “Obrigado” a assistir os jogos do seu time e do corinthians, pois a maior emissora do país é do seu estado e impõe sua vontade aqui em nossa região. Você ainda quer dar dicas pra gente? Fala sério!!!

      Seu treinador ficou foi com medo de pegar um time embalado fora de casa, levar uma surra e mostrar para o Brasil inteiro que só ganhou essa Copa do Brasil porque o CAP tremeu na base, porque seu time não é melhor que o CAP, muito menos que o nosso.

      Se aquela final fosse contra nós e com o técnico que temos hoje, sei não…

      Agora deixe de mimimi e vá dormir de couro quente!!! kkkkkkkkkkkk

    • Giulia, Infelizmente baianos torcedores de times do eixo Rio-São Paulo são uma realidade. Aquí ninguem atira pedras nesses torcedores por serem tão alienados. Respeitamos suas preferências. Mas, considerando a forma nojenta como a mídia nacional trata esse clubes, bem como, o modo como sempre são favorecidos diante dos nossos e principalmente o preconceito( que vc mesma confirma no seu comentário ) que existe, também, no meio do futebol, devo dizer que o termo xenofobia está fora de cotexto.

      • Mesmo porque não somos aversos à cariocas ou paulistas. Apenas não entendemos como alguém pode torcer por um time que vem à sua casa lhe chamar de “bahianada” ( foi do que Nélio e Renato Gaúcho chamaram os torcedores do Vitória, quando vieram jogar na Fonte Nova pelo Flamengo ). E você vem falar de preconceito e xenofobia ?

    • E mais ! Nós torcedores do LEÃO DA BARRA ( caso não saiba de quem se trata, time que deu quatro no seu Urubu depenado ) chamamos esses torcedores que, convenientemente, você defende, de NOSSA VERGONHA.

    • E mais ainda ! Se o futebol brasileiro tivesse alguma seriedade e credibilidade, o Flamengo já teria sido rebaixado diversas vezes. Mas, conta com : Globo, CBF…, não é mesmo ?

    • Bjão tb ninha! De resto não concordo com nada mais respeito sua preferência! Não disse que ia ser goleada?

    • Vc também Giulia? Vc por acaso é carioca? Tudo que vc falo é conversa mole, na prática é outra história. Nosso nordeste não precisa de vc….

      • Cara,
        Pra que isso?! Acho desnecessária essa agressividade…
        Respeito quem quer torcer para outros times mas EU SOU VITÓRIA!!!

  8. Nossa pelo que li o Vitória ganhou um título ao vencer os reservas recheado com 3 titulares do Flamengo. É o recibo oficial de uma torcida que vive comemorando acesso pra série A.

    Saudações do clube vencedor de 9 títulos nacionais.

    #SRN

  9. Com exceção da parte que detona nordestino que torce para time do sul, Mocota achou um belíssimo texto do grande escritor Fabinho.

    —————-

    Fabinho, Mocota acredita que você tenha nascido e sido criado em Salvador. Confere?

    Talvez, por isso, seja meio complicado para você entender como as coisas funcionam com relação escolher time no interior.

    Segue um Top10 de Mocodicas:

    1º) A escolha por time na maioria das vezes é uma questão hereditária.

    2º) Quando não existia TV o povo se ligava na Radio Globo. A Radio Globo só passava noticiais do eixo Rio-São Paulo.

    3º) Veio a televisão e até recentemente era da mesma forma. Hoje quem não tem TV por assinatura no inteiro, o noticiário chega 100% Rio/São Paulo.

    4º) Os melhores atletas jogam a onde?

    5º) Ainda hoje quem vence a maioria dos campeonatos nacionais?

    6º) No jogo Flamengo x Vitória, em um bar quem Mocota frequenta um torcedor gritou:

    – Não sou otário. Torço pelo time da minha região. Eu sou Vitória.

    Um Flamenguista respondeu:

    – Não gosto de sofrer. Torço pra quem pode ser campeão.

    7º) Paulo Afonso, quarta passada, teve mais um carnaval fora de época.

    8º) Detalhe: Um monte de criança comemorando a conquista da Copa do Brasil ao lado dos seus pais.

    9º) E o que chamou atenção de Mocota: O brilho no olhar de cada criança com toda a aquela folia.

    10º) No futuro vai ganhar R$ 1,00 de big-big quem convencer cada criança daquela, deixar de torcer pelo Flamengo para torcer pelo Vitória.

    Mocoavaliação:

    Só existe uma saída: O Vitória construir uma Arena multiuso na Paralela, atrair muita receita, contratar grandes atletas, conquistar títulos importantes e depois buscar conquistar o coração da turma do interior.

    Sem isso fica impossível competir.

    Sabe por que?

    > A diferença de tamanho de torcida entre Sardinha e Vitória diminuiu muito depois do crescimento econômico e estrutural do Vitória.

    > Na conquista de títulos (ou grandes campanhas) um clube consegue conquistar o corações de torcedores. Na maioria das vezes para toda vida.

    > Uma pessoa geralmente escolhe um time conforme a cultura que ela ta inserida.

    Por exemplo: Se o pai de Fabinho tivesse mudado para Recife, antes de Fabinho nascer, Mocota aposta que hoje Fabinho seria um grande blogueiro pernambucano e estaria escrevendo altos textos apoiando a construção da Arena do Sport com cara de shopping.

    Diga aí se Mocota tá mentindo Fabinho!

    PS – Se Danilo tivesse nascido e sido criado em alguma cidade Pernambucana, Mocota acredita que hoje ele fosse um torcedor apaixonado pelo… IBIS!

    ————–
    Eleições Diretas em 2016.

    Avante Leão!

    • Quase cem porcento de acordo, Mocota.
      O Vitória tem que crescer e aparecer.
      A porcentagem que faltou é sobre gente nordestina “carioca-paulista” safada, que usa a torcida pelos times do eixo para destilar veneno de agressão cultural e étnica. A esses o meu forte vão tomar no c*.
      Torça pelo seu fla-tulência ou para o seu cu-rínthia, mas não vem utilizar os times dos nossos estados para falar mal de nordestino, ridicularizar as agremiações e falar coisas aos nossos jogadores, tipo: “Você vai morrer aqui, nesse time!”
      Oro todos os dias, para que os nossos dirigentes acordem, e vejam que uma boa gestão é o melhor começo para nos tornarmos fortes.
      Parar de ficar fortalecendo os times Rio, São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul,
      exportando jogadores.
      Depois os nordestinos cariocas vem, e dizem: esses times daqui não ganham nada.
      Tão polêmico quanto: Quem construiu São Paulo?
      Chega de fazer a casa dos outros.

    • Mocota, nesse ponto eu sou Radical, não gostam de mim e eu não gosto deles, portanto, quero mais é que se fo…

      SRNS

  10. Ouvi ontem no Barradão que as conversas estão avançadas e os Maxi e Escudero devem ficar… escutei também que Maxi teria um pre-contrato com o São Paulo

  11. Que o Vitória continue ganhando seus jogos, pois, como já comentei, o que interessa é a Vitória. O resto é lucro.
    O importante é que no próximo ano não dependamos dos epitáfios da vida: “O acaso vai me proteger…” .

    Abrçs!

    • “No jogo entre o melhor Rubro Negro do Brasil e o segundo melhor, venceu o melhor mesmo”. #chupaflamidia!!!

      Messi é moda, Maxi Biancucchi é foda!!!!

      Toda vez que o narrador fala criciúma dortmund eu me mijo de rir!! HAHAAHHAHAHAHAHAHAHAH

      • E mais do que nunca na proxima rodada #vamossercriciumadesdecriancinha!! kkkk

      • Bater a piroca até ficar preto que nem o carvão da cidade!!! kkkkkkkk

      • Sim, rodada que vem eu sou Criciúma Dortmund desde criancinha!!!
        Deuseliton Paulista e Linswandowski vão acabar com o pocotó futebol clube. hahahahahahahahhahahahahahahaha
        E o Santos vai deixar o Gordinho Walter com fome! HAHAHHAHAHAHAHA

      • Obs: lembrando que Linswandowski é baiano de Camaçari!!!!!
        Tomara que ele seja torcedor do Vitória e quero arregaçar com o pocotó futebol clube!!!

      • kkkkkkk Vamos la, vou bater a piroca com mta força se o vitoria da zueira pegar essa vaga puta q o pario! kkkk

  12. Galera dei uma pesquisada e vi que podemos normalmente conseguir essa vaga na libertadores caso façamos nossa parte!! em 2007 o palmeiras em 4º antes da 38º do br2007 precisava vencer o então 10º atletico mineiro no palestra pra garantir a vaga, resultado: Palmeiras PEIDOU NA FAROFIS perdeu o jogo por 3 a 1 e o cruzeiro 6º colocado venceu seu jogo e roubou a vaga do palmeiras.
    Já em 2008 o mesmo palmeiras em 4º tbm antes da trigesima oitava rodada precisava vencer o botafogo então 10º colocado em CASA pra se garantir na liberta sem depender de ninguem, resultado: palmeiras PEIDA COM FORÇA DE NOVO! e perde o confronto por 1×0 , a sorte que seu concorrente flamengo perdeu tbm ai o palmeirinhas ficou com a vaga!!!
    O TIME TEM QUE ENTRAR LIGADO, NAO QUERO DEIXAR DE IR NA LIBERTA POR CAUSA QUE NAO VENCEMOS O ATL-MG!

  13. Pessoal. Ninguém ainda percebeu que podemos ficar na quarta posição com apenas um empate?
    Basta que Goiás e Botafogo sejam derrotados na última rodada pela contagem mínima. Assim terminaríamos com 59, literalmente igual ao Goiás, mas vencendo no número de gols pró.

    • Pois é…
      Sem falar que Goiás e Bostafogo estão a 3 rodadas sem vencer…
      O grande desafio vai ser o Vitória vencer o Atlético lá dentro…

      Vamoooo!!!!

      • Mas é isso que estou falando. Pode ser que não seja necessário vencermos o Galo. Um empate seria suficiente, desde que Goiás e Botafogo percam seus jogos por qualquer placar, até mesmo pela contagem mínima!!!

  14. A nossa campanha é digna… nessas horas me dá fico chateado dos pontos que perdemos com Portuguesa, São Paulo, Fluminense e Atletico Mineiro… enfim… isso é do futebol.

    Quanto a vaga da libertadores, acho perfeitamente possível Botafogo, e principalmente o Goiás não vencerem seus jogos.

    O GOIÁS pode perder Walter e já estará sem o técnico..

    A questão é GANHAR DO ATLETICO MINEIRO…. essa pra mim é a tarefa mais dura…

    Acho que Ney deve segurar a onda…. botar um time mais marcador e com uma “”pegada extra” pros caras saberem que se “dividirem”conosco, vão ficar de fora do mundial…

    Se ganharmos do CAM, temos 90% de chegar a Libertadores….

    é como penso…

    • Penso o mesmo, Bruno, a terefa mais difícil será a nossa, os demais resultados são mais fáceis de acontecer.

      • Rapaz, os 3 pontos que perdemos pra sardinha na fonte nova tão fazendo falta pra gente e fizeram a alegria antecipada deles.

    • Wallace é mais um mentiroso do futebol. Mais um teleguiado, que nos times do eixo sempre vai dar o seu máximo, enquanto aqui jogavam de forma meeira, exceto contra os grandes, justamente pra chamar a atenção e se picar.

      • Acho isso uma grande bobagem… o Cara é profissional … ou vocês acham decente o que o Dedé fez? Wallace sempre exalta o Vitória em suas entrevistas, ao contrário de David Luiz, que nunca cita a toca como seu formador….

        Pra quem não sabe, mesmo no Corinthians, Wallace montava grupos na concentração pra torcer pelo Vitória…. atuou diretamente para convencer atletas a virem pra cá…. a

        Acho até que Walace jogou duro de mais… mas, daí a condenar o cara é bobagem… digo mais, se ele afrouxasse ou entregasse… aí sim ia cair em meu conceito… pois, deixaria de ser um cara sério pra virar malandro… e Malandro é pra estar em outro time da capital

      • Em tempo – Além de todo, no domingo ele era capitão do time…

      • Discordo. Ano passado, quem esteve em alguns jogos em SP, como em Bragança Paulista – 4×1 pro poderoso Bragantino -, viu Wallace por lá. Acho que não tem pq acharmos que o cara é mentiroso, isso e aquilo só pq comemorou um gol. Poderíamos pensar diferente: o cara ao estar no Barradão fazer um gol e pensar das dificuldades que passou, achando que nem no ECV teria chances… É td uma questão de perspectiva.

      • Achei excessiva. Sair chutando microfones e bradando??? Nem Pet naquele empate em que ele e Ramon brilharam comemorou dessa forma. No meu conceito, não passa de mais um nordestino alienado que saiu pra trabalhar em SUMPALO, depois no RIDIJANEIRO e voltou de férias pra sua terra se exibindo… ô coitchaaaaado! kkkkkkkkkkkkk

    • Cara, também fiquei sem entender nada… O cara se diz Vitória, faz um gol de empate (não foi uma virada épica ou algo do tipo), o time dele não disputa mais absolutamente NADA no campeonato, o time do “coração” dele está disputando e ele solta a franga??? Chutou microfone, gritou, bateu no peito, beijou escudo…

      Enfim, mais um lunático que perdeu uma grande oportunidade de ficar quieto.

  15. O Leão mais uma vez estraçalhou no Barraquistão!

    O Vitória só não jogou mais que o Cruzeiro neste Brasileirão, por isso ainda merece a vaga da Libertadores!!!

    Além disso na última rodada ainda vai disputar o título simbólico do 2º turno.

    Excelente campanha!
    JÁ PASSOU A HORA DE INICIAR AS RENOVAÇÕES COM AS PEÇAS-CHAVE DO ELENCO:

    MAXI
    ESCUDERO
    JUAN
    AYRTON
    KADU

  16. Perfeito Fábio, nordestino que se respeita torce pros times do seu estado.
    Espero que o futuro presidente não faça o mesmo que o Alexi que passou sete anos enrolando a torcida e só em ano de eleição resolveu fazer um trabalho quase que decente.
    Quase por que demorou muito nas contratações pontuais para reforçar o elenco e demorou mais ainda para demitir o Caio Junto… Tenho certeza se o Ney Franco chegasse antes já estaríamos na Libertadores.
    Agora espero que hajam com profissionalismo e renovem com os principais jogadores e segurem esse treinador, assim teremos esperanças de um 2014 com mais possibilidades de sucesso.

  17. Pena que eu não frequento mais os estádios de futebol como na juventude. Teria um grande prazer de vaiar os tabaréus abestalhados, ao sair do Barradão com o rabo entre as pernas. Esses babacas, deveriam fazer uma excursão ao sul maravilha, para ver como são discriminados os nordestinos, especialmente os baianos nessas paragens. Se mesmo assim continuassem torcendo para os times do eixo, seria uma clara demonstração de falta de vergonha na cara!

  18. Olá caro Fábio e Blog CRN, acompanho o blog há anos e sempre estou de acordo com muitas das suas coisas escritas aqui (com a maioria delas é verdade), porém a q mais me entristece e me deixa incomodado é quando vc desrespeita as pessoas q são nordestinas e torcem pra times do eixo. Isso é fácil de falar quando não se sente na pele o q é ser do interior e ter como opção desde que nasceu somente os jogos de lá. O q sugere q deveria ser feito? Se nunca um jogo de um time nordestino (quando está na série A) é televisionado, as pessoas devem simplesmente não ligar a televisão e ficar sem desfrutar da possibilidade de lazer de assistir a uma partida de futebol? Lembre-se q pra quem mora em cidade do interior, acompanhar futebol através de ida ao estádio não é possibilidade constante como p quem mora nas capitais e a paixão pelo futebol se adquire pela tv mesmo. Ou os clubes daqui investem nisso ou vão ficar sempre choramingando reclamando dos torcedores de flamengo ou corinthians e dos discriminados mistos, chegando a ponto de cometer esses desrespeitos assim cm de certa forma até vc, de forma decepcionante fez. Pois, se incomoda achar q o pessoal do sudeste fala bla bla bla conosco por sermos nordestinos e deveríamos torcer pra nossos times por causa disso, é muito mais incômodo ser do interior e tratado de forma desrespeitosa pelo pessoal da capital de tabaréu, roceiro e outros termos mais, q vc tb deve conhecer ou usar nunca se sabe, digo pior pois além de tudo são pessoas do mesmo estado. Enfim n vejo pq tanto chorerê de querer obrigar as pessoas daqui q não são próximas de um estádio, para q não possam ser “mistos” já q nessa situação explicada anteriormente, torcer pra o clube daqui chega até a ser melhor do q deixar de torcer pra nenhum dos dois por só ter opção de assistir partidas lá de baixo. Porém, apesar de discordar, respeito sua opinião e os seus motivos pra pensar assim, portanto não devemos revidar os termos ofensivos e continuarei acompanhando cada postagem do blog pelas outras coisas legais q vc faz. Abçs ao blog CRN.

    • Respeito a sua visão, mas encerro dizendo que até 20 anos atrás esta desculpa fazia sentido, mas hoje dia tem Internet, Pay-Per-View, as notícias dos times locais já chegam em todo o interior do estado e há a possibilidade também de acompanhar as emissoras de rádios de Salvador pela internet pelo site http://www.radios.com.br ou das próprias emissoras como Transamérica, Metrópole, Itapuan FM, Sociedade da Bahia, etc. Se vc acha que é dificil torcer pra um time que fica longe do estádio, que é da capital do estado, pior é torcer pra Flamengo que está a mais de 2.000km de distância. No mais, um forte abraço.

      • Eu torço tanto pelo Vitoria,que não sobra espaço nem para a seleção brasileira,mas entendo os adultos que torcem para os times do eixo.Resta ao Vitoria fazer um trabalho de conquista dos torcedores que estão sendo formados agora(crianças de 5 a 10 anos)!

      • Eu moro em outro estado e concordo plenamente com Jorge Nunes, no meu coração também não tem espaço.
        Mas isso que Fábio colocou é uma questão muito mais profunda… Os caras pregam a morte, falam que somos bichos e não existe nada que justifique depois de tantos absurdos glorificar o que não é nosso.
        Penso que mesmo que eles nos respeitasse, o motivo do favorecimento das mídias já seria motivo suficiente para não torcer.
        Não vou nem falar do amor próprio. Já imaginou um vizinho lhe esculhambar, cuspir na sua cara e você continuar dizendo que o admira.

      • poxa Fabio o que o colega falou acima, não é a distancia do estádio. No interior a bosta da globo só passa jogo do flamerda. Eu passei ums dias em canavieiras, rodei a cidade toda procurando um lugar pra assistir os jogos do leão e deu trabalho pra achar um bar com sky. A maioria das casas só tem parabólica, e só pega sinal de fora. Pra vc ter uma idéia passei 15 dias lá e só vi uma camisa dos times daqui que foi a do leão, é complicado. Ha e vc esqueceu a nota do monstro escudero!

      • Essa maldita alienação começa com o programa da Xuxa, continua com o Programa Malhação, finaliza com a novela e o futebol (Fla ou Corinthians). Não quer se tornar um imbecil? não quer que seus filhos se tornem imbecis? Exclua o canal 11 da sua tv!

      • Concordo com aqueles que defendem o direito de se torcer pelo time que quiser. Só lamento a decisão de um baiano que, podendo escolher, escolhe um time de fora do estado. Nesse ponto, invejo os pernambucanos. Como invejo os gaúchos que, mesmo nos tempos das vacas magras, não se deixaram seduzir pelo canto da imprensa ‘global’.

        Se esses torcedores – baianos como nós – soubessem a força que nosso futebol teria se milhões deles apoiassem nossos clubes, comprassem seus produtos, levassem seus nomes nas camisas e bandeiras…

        Já tive o meu período de ‘raiva’ contra os baianos torcedores de times do sul. Hoje, apenas sinto indiferença. E um pouco de pena. Pena porque a maioria jamais conhecerá a alegria de ir ao estádio toda semana e – realmente – torcer por seu time. Torcer como só o torcedor no estádio é capaz. Transmitindo a sua força para o time, aplaudindo e chorando – junto com os jogadores e os amigos desconhecidos das arquibancadas – nas conquistas e derrotas.

        A esses distantes torcedores, só resta a frieza de uma tela de TV. Com sotaque sulista.
        Vá ao estádio e sinta a verdadeira emoção que o futebol pode proporcionar. Fica a dica.

      • Também respeito a sua opinião caro Fábio, até pela admiração que tenho a seus textos e a seu blog por acompanhar há muitos anos, além de que realmente é complicado fazer com que compreendam o contexto de quem viveu nessa época na qual VC mesmo falou que a desculpa era válida, ou seja, há 20 anos atrás. Em um período em que o principal acesso ao futebol era a televisão. A sua análise parece ser um tanto quanto superficial, pois os próprios artifícios tecnológicos que citou, foram os próprios responsáveis por mudar o ponto de vista de quem deixou de ter acesso somente pela tv. No meu caso sempre torci pra flamengo como primeiro time e vitória como segundo, mas depois que mudei pra salvador e passei a acompanhar o seu blog e de uma moça “Larissa n recordo sobrenome” foi o que me despertou a importar-se somente com o Vitória. Além do mais essas pessoas a quem agride de tabaréus possuem na sua maioria mais de 20 anos e por isso torcem pra times do eixo ou são mistos, se somente puderem torcer pra um time pelo qual estejam próximos do estádio, somente as pessoas das capitais terão direito a torcer pra os clubes de futebol, (já basta as ofensas de roceiros e tabaréus né, chega de castigo). Além do mais a história de que os mistos escolhem torcer pra flamengo ou corinthians por causa de título tanto não é verdade que se fosse o caso, eu não teria escolhido o Vitória e assim evitaria de ser perturbado por causa das estrelas das sardinhas. Mas bem se prefere continuar com as ofensas, tudo bem, não nos importamos e bola pra frente, continuaremos mistos e fazendo o que for possível pelos times que escolhemos, sem precisar dizer nenhum nome feio pra vcs da capital. Abçs.

    • Caro Tenison,
      Nada a ver o seu comentário, para os dias de hoje. O Fábio desenhou formas diversas para quem é apaixonado pelas suas raízes.
      Moro em BH há muitos anos e, nem por isso dividi o meu coração com outras agremiações. Aí em Salvador, sou Vitória, aqui em Minas, também, afinal, “nordestino de coração, torce para o time da sua região”.
      Pense nisso!

      Saudações rubro-negras.

    • Tenison!Eu sair de Salvador aos 16 anos de idade e vim morar no interior do estado do Espirito Santo onde já estou a mais de 35 anos,e nunca,jamais torci ou me simpatizei por time nenhum do Rio/São Paulo.E olhe que aqui o futebol é Carioca puríssimo e ainda tem o fator mais complicado que era a de não haver meios de comunicações para poder acompanhar o meu Vitória.Aliás,tinha duas opções:
      1ª Ligar o radio na sociedade de cima do terraço virando o radio constantemente em até 360º em varias posições e mesmo assim quando recebia sinal era uma chiadeira só que chegava a desistir.
      2ª Aguardar o final do Fantástico para ver os gols da rodada e torcer para que passassem os gols do Vitória.
      Agora,imagina você como hoje as coisas estão totalmente globalizadas e fáceis de optar.Imagine você o que é assistir jogos da segundona por 2 anos pela internet que não é a maravilha que se parece.Mas como Fábio colocou sabiamente.
      ” A maioria torce por causa dos títulos, é apenas por interesse, nós é que somos torcedores verdadeiros, de amor verdadeiro, porque não somos Vitória porquê vimos no álbum de figurinhas os títulos e/ou escolhemos a mando da imprensa e sim os amamos incondicionalmente, amamos o clube e não os títulos do mesmo e nunca fizemos dos títulos o motivo de se torcer. Se fosse por isso, preferia torcer pros times europeus!”

      SRN a todos. Final de ano estarei ai.Se Deus quiser.

      • Não quero dar uma de acadêmico aqui na Casa. Mas é impossível falar desse processo, qual seja, torcer prum time do eixo, deve ser entendida por força da ideologia e da industria cultural. Se não incluirmos isso, ficaremos falando em um tom acusatório e de julgamento que não nos esclarece nada.
        SRN

      • Quando um quer, acha uma maneira.
        Sai do Brasil a 34 anos e a minha primeira compra foi um radio de ondas curtas (que quase me leva ao divorcio, pois a amada e eu éramos estudantes e tínhamos que economizar bastante). Pois bem, o miserável do radio só conseguia sintonizar uma estação do Amazonas a noite e nunca falava de futebol, só música sertaneja.
        Conseguir montar uma antena clandestina e Oh Gloria, notícias do ECV com chiado e as porras!!
        Não há explicação ou desculpas para não gostar e torcer para o que e seu.
        E como um irmão disse acima, vá no Sul e sudeste, diga que e bahiano, nordestino e veja a reação deles. Digo isso com autoridade, pois fui contratado para fazer uma filmagem com um ator conhecido e me trataram com desdém até no momento que souberam que a minha formação vinha do exterior….aí tudo que eu pedia ( em termos de equipamento) eu tinha. Até o tal do ator que estava fazendo um pro bono de repente exigiu $$$. Viva o Sul sudeste.

    • No início, ganhei uma camisa do fluminenC de meu pai.
      Com a transmissão de tudo pela tv do flamengo, tornei-me flamenguista (aqui, o ódio a minha história) e, em minha ingenuidade, acreditei que o vilão era o roubado e assaltado atlético mineiro. Era fácil: o time mais forte, ganhando títulos com ajuda de juiz, fazendo gols bonitos e com casa cheia, atrai mesmo. Afinal, quem não quer vencer?
      Um pouco mais a frente, descartando a questão de quem fica mais na mídia é o preferido, me estabeleci torcedor do Vitória. Ainda misto, mas com o Vitória em primeiro lugar.
      Posteriormente, até a copa do Brasil, onde o Vitória perdeu para o flamengo, e os nordestinos cariocas de Paulo Afonso e adjacências, ficavam agredindo Edílson Capetinha e a si mesmos, pois atingiam os nordestinos e ainda a cor da pele do jogador, decidi eliminar de vez o flalixo da minha vida. Observem que o time se tornou flalixo. A coisa foi séria…
      Hoje, penso que todo mundo torce pra quem quiser. Que sejam torcedores de curínthia, flalesma, flamélia, flatulência….
      O importante é que não agridam ninguém, seja lá pelo que for. Que comemorem seus gols sem colocar questões étnicas no meio.
      Outra, para os clubes nordestinos em geral, que se esforcem para crescerem e aparecerem. Que sejam competitivos com constância, para impor respeito e mantê-lo.
      Observem que o time que se vangloria de suas estrelas brigou pelo terceiro ano para não cair. E a perspectiva é que no próximo ano se repita.
      Então, que mostrem os clubes nordestinos, não para um imbecil como Wallace, mas para si mesmos, que jogadores da base podem ser campeões em seus clubes.
      Quando os torcedores desses times do eixo entrarem em nossos estádios, não poderão esperar coitadinhos, mas torcedores que acreditam no seu time e que esperam sempre a Vitória.

      Abrçs!

    • É muito fácil criticar aqueles que torcem por times que não sejam de seu estado quando ao nascer já tinha a sua disposição as mídias existentes hoje.Quem veio ao mundo a algumas décadas no interior do país sabe do que estou falando. Sou de Cachoeira/BA, se hoje torço pelo Vitória é porque nos anos 50, fui morar em Salvador, pois se lá ficasse continuaria torcendo pelo Vasco, já que as rádios de Salvador não chegavam naquela cidade heroica, e olhem que estamos falando de uma cidade que fica a um pouco mais de 100 Km da capital do estado. Hoje moro, embora também tenha residência em Salvador, em Brasília, e se não fosse a internet e as redes sócias dificilmente teria noticias do meu clube, pois as rádios de salvador, aqui não chegam, o que de certa forma é bom pois não tenho que escutar o Bocão.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s