Agora é Copa do Brasil

prelecao do abbehusen

Após confirmar a classificação no baiano em primeiro lugar e garantir vantagem nas finas, o Vitória muda seu foco para a importante disputa da Copa do Brasil. A estreia do rubro-negro acontece nesta quarta-feira as 19:30h contra o J. Malucelli no Ecoestádio em Curitiba.

Depois das constantes falhas do sistema defensivo do Vitória, o técnico Ney Franco vai promover mudanças na zaga e no meio para tentar compactar mais a equipe e tentar amenizar o buraco que se cria na nossa intermediária defensiva. Só não entendo a saída de Felipe do time titular mesmo depois da bela partida e gol que fez, essa incoerência é que me preocupa. A possível equipe titular para esta partida será formada por Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Luiz Gustavo e Juan; Marcelo, Cáceres, José Welison, e Mauri; Marquinhos e Dinei.

A equipe do J. Malucelli está disputando as semifinais do campeonato Paranaense e vem de derrota dentro de casa para o Londrina por 2×1. A equipe paranaense fez promoção de ingressos para tentar lotar o estádio e garantir o jogo da volta em Salvador. Não será uma partida fácil, pois a equipe paranaense vem bem na disputa do seu estadual e não oferecerá vida fácil em seu estádio para o Vitória.

O Vitória tem que priorizar esta competição e aprender com a vergonhosa eliminação diante do Ceará na Copa do Nordeste. Essas competições de mata-mata favorecem as equipes com orçamentos inferiores às equipes do Sul/Sudeste e precisam ser tratadas com maior foco e responsabilidade pela nossa omissa diretoria. O maior exemplo deste descaso é que iniciaremos essa importante competição nacional sem uma zaga confiável e sem um meia de ofício no time.

SRN e vamos rumo a mais uma vitória!

Segue relacionados:

Goleiros: Wilson e Gustavo

Laterais: Ayrton, Juan, Euller, Mansur e Nino Paraíba

Zagueiros: Rodrigo Defendi, Luiz Gustavo e Matheus Salustiano

Volantes: José Welison, Cáceres, Marcelo, Lucas Zen

Meias: Mauri e Felipe

Atacantes: Marquinhos, Dinei, William Henrique e Alan Pinheiro.

Anúncios

48 respostas em “Agora é Copa do Brasil

  1. Mais um resultado normal para a realidade do Vitória, inclusive vão dizer que foi um bom resultado.Na verdade é mais uma competição que o time não vai muito longe, se não mudar a postura tacanha e confusa que tem mostrado certamente não terá chance com equipes mais qualificadas.E para piorar, o empate não nos garante na fase seguinte, o próximo jogo tem que jogar para vencer( sei que o resultado de 0 x0 nos dá a classificação), caso contrário, podemos amargar uma eliminação vexatória em casa.
    A direção como sempre não investe na disputa da copa do Brasil, fica esperando milagre acontecer, quando for eliminado vem com as tradicionais desculpas:não podemos contratar, o jogador foge do orçamento elaborado pelo clube e etc.Mas quando vamos investir para ganhar um título significativo? Cadê a organização para as competições nacionais?

    Curtir

  2. Prezado Bruno,

    Qto. a questão de estrutura devemos realizar algumas ponderações:

    I. O Vitória dispõe de 04 campos de treinamento (Barradão e mais 03).

    Mas a comparação com outros clubes levou em conta isso e temos uma quantidade inferior de campos de treinamento do que qualquer outro clube médio minimamente organizado.

    Só temos estrutura melhor que o Finado (e prefiro ter o CAP do que o Finado como parâmetro).

    Qto. a construção, essa conversa é antiga.

    Espero que faça mesmo.

    E espero que faça o Ginásio/ Arena Poliesportivo também.

    II. O Barradão está 200 anos luz na frente da Vila Belmiro.

    Sei não.

    A vantagem do Barradas é só uma.

    É maior. Talvez por isso, seja mais interessante o Barradas.

    Todos os outros aspectos a Vila Belmiro vence.

    http://www.santosfc.com.br/vila-belmiro/#

    Acredito que o Barradão/ Vila Belmiro/ Frasqueirão/ Arena do Jacaré tem uma característica semelhante, ou seja, o efeito alçapão.

    http://www.abcnatal.com.br/FRASQUEIRAO/frasqueirao_dados.htm

    http://esportes.terra.com.br/futebol/copa-2014/veja-fotos-da-arena-do-jacare-casa-do-uruguai-antes-da-copa,48ebef3fb5ad3410VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html

    Desses 3, acredito que o mais parecido com o Barradas é a Arena do Jacaré.

    Nossa estrutura, perto daquela do CAP/ Coritiba/ Sport/ Figueirense é precária sim.

    Aliás, basta comparar os dados e fotografias anexados aos sites.

    Curtir

    • Amigo… Eu estive em santos na final de 2010… O estádio e horrível … Onde ficamos era um antigo depósito que foi aberto para receber torcedores…. Quanto aos campos já estão em construção (vc precisa ir mais ao barradao). Não haverá ginásio pois o governo Jaques Wagner vetou …. Vamos parar também com esse. Implexo de vira lata…. O corinthians até pouco tempo só tinha o parque são jorge com 2 campos e já tinha sido campeão mundial … O flamengo até pouco tempo só tinha a gávea … O vitoria até junho terá 7 campos, uma concentração de primeira linha e um estádio privado decente…

      Curtir

    • Valeu o empate, concordo, mas é muito pouco!!
      Somos um time de série A e tomamos sufoco desse time tosco, tomamos duas bolas na trave, não pode! Muita coisa pode(e acho que vai) ser consertada, Ney Franco não é burro, ele está vendo os erros da defesa.
      Porém, a obrigação do Vitória como time de série A era eliminar o jogo da volta.

      Curtir

  3. Belo comentario parceiro Robson,gostaria de incluir que parte da torcida tbm tem culpa por achar que nosso clube e’ o primo pobre e nao pode contratar jogadores de elite e com isso fomenta a passividade e ma’ administracao de nossos diretores que andam pregando que jogador bom nao quer vir para o nordeste(uma grande mentira).Um grande exemplo em lugar de Daos,Defendis,etc deveriam ter trazido Manoel do Atle-Pr que esta indo para o Flu.Robson me surgiu uma ideia:vamos fazer uma campanha para que nossas revelacoes da base nao sejam vendidas baratos e antes de serem revelados em um torneio nacional,SRN.

    Curtir

  4. Prezado Marcos,

    Na minha opinião, o texto “a expectativa é a maior inimiga do paraná” se aplica diretamente ao Vitória.

    Só que em segundo lugar pois fica atrás da letargia da Diretoria.

    O texto diz que a proposta do Paraná na época da fusão era de um clube estruturado (Pinheiros) com uma torcida participativa (Colorado).

    Ocorre que, financiado por bancos e venda de imóveis, os paranistas acharam que tinham condição de bancar o futebol com vento e quebraram a cara.

    O que restou foi isso aí.

    E o Vitória.

    Até meados da década de 90, a proposta era de um clube estrutura e organizado com uma divisão de base forte.

    Isso ficou no passado.

    Nossa torcida espera contratações midiáticas como se o Vitória recebesse valores próximos a velha firma (são paulo/ rio/ minas/ rio grande).

    Ocorre que, não há grau de comparação entre o Vitória e a velha firma.

    Devemos nos comparar a Atlético Paranaense/ Góias e Coritiba.

    Devemos ser o melhor no Nordeste e nos posicionar, em termos de clube, entre os melhores após os 12 integrantes da velha firma.

    I. ESTRUTURA OBSOLETA.

    A estrutura do Vitória é o Barradão (que conhecemos) e um CT com 3 campos oficiais.

    http://www.ecvitoria.com.br/o-estadio.html

    Se compararmos ao São Paulo, perceberemos que estamos a umas duas galáxias de distância.

    Eles possuem 3 CTS com 10 campos oficias/ 1 mini estádio/ o morumbi.

    http://www.saopaulofc.net/estrutura/ct-barra-funda/

    Mas acredito que não devemos comparar o Vitória à velha firma em nada (não existe termo de comparação).

    Devemos comparar aos clubes mais estruturados fora da velha firma

    O CAP possui um CT moderno com mini estádio e 8 campos oficiais

    http://www.atleticoparanaense.com/site/clube/estrutura

    O Coritiba possui um CT com 5 campos oficiais além do seu estádio.

    http://www.coritiba.com.br/editorialistagem/84

    O Figueirense possui um CT com 4 campos oficiais além do estádio orlando scarpeli

    http://www.figueirense.com.br/o-clube/centro-treinamento

    O Góias possui mais de 10 campos oficiais / pequeno estádio para 10.000 pessoas e um ginásio.

    http://www.goiasec.com.br/oclube/patrimonio

    O Sport Recife está a anos em nossa frente.

    http://www.sportrecife.com.br/oclube/estrutura.cfm

    http://www.sportrecife.com.br/news/detalhe.cfm?nid=5928

    Nossa estrutura está no nível do ABC

    http://www.abcfc.com.br/estrutura#.Uyny5pyc6yI

    II. DIVISÃO DE BASE.

    Fora a gracinha do sub 20 em 2013, nossa divisão de base entrou em franco declínio.

    Eliminações para times pequenos como Remo/ Porradas contra Ceará são sinais que os bons tempos da divisão de base se foram.

    Além disso, me impressiona que a cobrança em relação ao torcedor oriundo da base é gigantesca.

    Lúcio Flávio foi contratado por 100 mil reais.

    Entrou em campo quase um ano, não jogou nada e não recebeu 10% das vaias direcionadas a Artur Maia.

    Não quero aqui fazer uma defesa idiotizada que devemos apoiar sempre, mas é natural que o jogador recém formado tenha alguma dificuldade em ingressar no time.

    Mas ele se foi.

    Desejo a ele a mesma sorte que Léo teve.

    Bom jogador, apesar de mascarado, Léo saiu daqui como imprestável, fez um excelente ano no CAP e está no Flamengo.

    Maia saiu daqui como emprestável, tem se destacado no América e, em breve, receberemos uns 2 milhões pelo seu passe.

    Curtir

    • Parabéns pelos argumentos e pelos dados!!

      Outro dia assistindo uma entrevista de Ney Franco na Band, ele disse que o sucesso da divisão de base do Vitória não estava em sua estrutura; que não podíamos comparar o Vitória e o Atlético paranaense. Mas sim nos profissionais que no Vitória trabalhavam.

      Esse argumento de que a divisão de base é uma das melhores do Brasil é puro engodo. O Vitória é um clube medieval.

      Curtir

    • Discordo da questão da Infra-Estrutura. Vamos Lá:

      1 O Vitória possui atualmente 04 campos de treinamento, (Barradão mais três), e está construindo mais 03 campos. Ou seja, ainda esse ano teremos 07 campos.

      2. O Estádio do Barradão é 200 anos luz melhor que o do Santos, por exemplo… e está em processo de melhoria… e precisa melhorar muito mais.

      3. O Vitória tem uma concentração de altíssimo nível… coisa de hotel 05 estrelas (digo por que conheço).

      O fato de toda estrutura esta num só local é um fator positivo, pois a gestão disso é melhor…

      Curtir

  5. JMalucelli, é perigoso na bola parada. Isso me preocupa, porque nossa defesa é fraca, e quando tem falta perto da área, e Wilson, arma a barreira, sempre imagino o pior. Desculpa galera, nessa hora não confio nele. Mas, acredito que venceremos o jogo.

    Curtir

    • Também tenho essa impressão. Ele é pouco eficaz em cobraças de faltas. Não sei se é posicionamento, lentidão…Só sei que na prática ele toma mais gol de falta do que devaria.

      Curtir

  6. Rapaz, Sinceramente não acredito que faremos um bom jogo, apesar de Mauri jogar de Meia, na teoria temos 4 volantes em campo, falta Coerência, já chega de testes Ney.

    Curtir

  7. Prezado Abehusen,

    O Vitória não tem hegemonia no Nordeste.

    Não chegamos nem as finais qto. mais falar em hegemonia.

    O Vitória precisa se consolidar como força no Nordeste.

    Chegar as finais sempre e vencer algumas.

    O Vitória precisa se incluir entre os times fora do eixo com melhor organização.

    Não é atualmente.

    É só observar o site do CAP, do Coritiba, do Góias e do Figueirense para observar que nossa estrutura é obsoleta.

    Por isso, os 3 primeiros obtiveram resultados muito mais expressivos que nós, fora dos seus estados, nos últimos 10 anos

    E não me surpreenderá se ficarmos para trás do Figueirense em breve se nada for feito.

    A opinião é que, como força regional consolidada (resultados em termos de patrocínio), com uma estrutura adequada (para fortalecer a divisão de base/ patrocínio/ condição de trabalho para atletas) possamos ter equipes regulares sempre e passar a almejar resultados mais expressivos (como CAP/ Coritiba/ Góias) obtêm com frequência.

    Trata-se de uma mudança de estrutura e cultura.

    Nos últimos 20 anos, fora do Nordeste, nossa única gracinha foi a final da Copa do Brasil.

    Enquanto isso, CAP venceu a série a, venceu a série b, foi finalista da libertadores e finalista da copa do brasil.

    Enquanto isso, Góias venceu duas séries b, foi finalista da copa sul americana.

    Enquanto isso, o Coritiba venceu duas séries b e foi finalista duas vezes da copa do brasil.

    Parecem que a organização/ a cultura do comprometimento e a estrutura tem feito diferença.

    Curtir

  8. Os meninos do sub-17, do Vitória, perdeu para o Ceará, no jogo de ida por 2×0, na Copa do Brasil. Tomara que no jogo de volta, consiga eliminar esse time preto e branco, pq já viramos piada, de tanto perdermos para eles. Em relação ao time principal, tomara que elimine o J. Malucelli, nesta quarta-feira. Meu placar J.M 1 x 4 Vitória.

    Curtir

  9. Não acredito que o Vitória faça dois gols e elimine a partida de volta.
    Eu acredito que a diretoria já conte com a partida de volta em função da renda e já tenha orientado o grupo e o treinador a esse respeito
    .
    Pra mim isso é preocupante, pois se temos como eliminar esse time na partida de que ida então que o faça.

    SRNS

    Curtir

  10. Prezado Abbehussen,

    Na minha opinião, prioridade é Copa do Nordeste.

    Pessoalmente, prefiro a disputa da Copa Sul Americana.

    Em todo caso, quem manda no clube é a torcida e, portanto, a Copa do Brasil deve ser priorizada.

    Gostaria de realizar uma reflexão sobre os inimigos do ecvitória a partir de um texto publicado no Terra de que a “expectativa é a pior inimiga do Paraná Clube”.

    Na minha opinião, “o maior inimigo do Vitória é a letargia”; sendo que, a “expectativa é o segundo maior inimigo do vitória”.

    I. MOTIVO DO PARALELO.

    No início da década de 90, o Paraná Clube teve uma fase de ouro com a conquista de diversos regionais em sequência/ dois títulos nacionais da série b e um aumento expressivo do número de torcedores.

    Ocorre que, com o tempo, a questão orçamentária obrigou dirigentes a negociarem a riqueza do Paraná Clube (o patrimônio) e o que restou foi um clube que é zebra até no estadual.

    II. O MAIOR INIMIGO DO VITÓRIA É A LETARGIA.

    Não se trata de considerar a Diretoria do Vitória incompetente ou de dizer que não tem ousadia para contratar esse ou aquele jogador.

    Essa observar que “estamos parados no tempo”.

    Com exceção dessa pequena reforma no gramado no Barradão, nada ocorre no Vitória desde 1997 que indique um crescimento ou organização.

    O clube passa por sérias dificuldades econômicas (é penhora de troféu/ penhora do estádio/ impossibilidade de honrar compromissos com o cap …..).

    O Vitória não conta com uma estrutura adequada para um clube que diz priorizar a divisão de base (basta comparar com a estrutura do CAP, Coritiba, Figueirense e outros para concluir como nós paramos no tempo).

    Enquanto todos os outros clubes passaram por uma reformulação institucional, inclusive, através do estatutos, a Comissão de Notáveis responsáveis pela reforma não presta um único esclarecimento.

    Somos um barco à deriva.

    III. A EXPECTATIVA É A SEGUNDA MAIOR INIMIGA DO VITÓRIA.

    Frases de efeito como ousadia/ precisa contratar para lutar por títulos brasileiros/ precisa de contratos publicitários para bancar um super time … não leva ninguém e lugar algum porque no futebol, como tudo na vida, o investimento tem que ser realizado conforme um orçamento.

    A Rede Globo paga um seleto grupo de clubes valores que ultrapassam os 100 milhões.

    Um segundo grupo ganha pouco mais da metade disso.

    Depois vem Bahia/ Vitória e Góias com pouco mais de 25.

    As empresas de patrocínio qdo. patrocina os times do eixo também pagam muito mais.

    E a razão não é só a Rede Globo não, é a exposição da marca.

    Enquanto o Facebook do Flamengo tem 6 milhões 130 mil pessoas e do Corinthians 6,2 milhões, o Facebook do Vitória tem 180 mil pessoas.

    Nossa página da Internet recebe a visita de 10% do número de visitas do Flamengo …

    Quem é o imbecil que vai pagar um valor parecido pelas camisas ?????

    E isso é evidente:

    No entanto, desde a vaia no time campeão baiano de 1997 ficou evidente que parte da torcida do Vitória padece de uma esquizofrenia sem limite.

    Hoje, o Vitória é um clube que padece de uma “crise de identidade”.

    O Vitória não se afirma como força no norte/ nordeste (tanto é que não chega na fase de seminal no regional há 02 anos) e tem torcedor que afirma que o parâmetro é o brasileiro !!!!

    Como ?!

    Alguns torcedores, por esquecimento ou pelo mínimo desconhecimento da história do clube, afirmam: “O Vitória será sempre assim”.

    Assim como ?

    O Vitória de hoje teve início a partir do final da década de 80 porque, até 1988, tínhamos apenas 10 títulos estaduais (05/ 06/ 53/ 55/ 57/ 65/ 65/ 72/ 80/ 85) e um regional 75s.

    Ou seja, o Vitória cresceu muito entre 85 até 1997 e parou.

    Se um presidente louco investir 50% mais no futebol em 2015 o Vitória continuará sendo uma zebra/ não vai aumentar significativamente a sua receita/ não investirá nada em patrimônio e terá ainda mais dificuldade em 2016.

    O Vitória deve assumir, em princípio, a sua condição de “força regional no nordeste” e almejar o destaque como um dos 2 ou 3 principais clubes do país fora do eixo rio/ sp/ minas/ rs.

    Isso não como mera peça publicitária, mas sim, com destaque no âmbito regional nas disputas da Copa do Nordeste e Campeonato Baiano.

    Além disso, o Vitória deve contar com uma das 3 melhores estruturas de clube no Brasil fora do eixo rio/ são paulo; minas/ rio grande do sul.

    O CAP, o Coritiba, o Figueirense e o Sport, hoje, tem uma estrutura muito melhor que a nossa.

    Isso demanda eficiência na administração do futebol/ demanda eficiência nas equipes de base/ demanda investimento em infra estrutura (que, no caso, encontra-se obsoleta) e solução dos problemas de dívidas (para evitar comprometimento da capacidade de investimento).

    Acredito que o Vitória precisa, de modo urgente, de 3 soluções:

    i. Reforma do Estatuto.

    ii. Investimento em estrutura.

    iii. Pagamento das dívidas.

    Isso tudo tem a ver com a capacidade de potencializar os contratos de publicidade, aumentar a eficiência em contratação e etc …

    Mas, pessoalmente, seria favorável ao estabelecimento de um “marco zero” em que, em determinado ano, o Vitória optasse pelo menor custo possível para sobrar dinheiro para quitar as dívidas e investir em estrutura.

    Existiria o risco de rebaixamento. Mas, com o nosso orçamento, as chances de rebaixamento ocorrem todos os anos.

    Precisamos resolver nossos problemas mais urgentes para que,

    Curtir

    • Entendo sua posição, mas vc afirma que o Vitória tem que manter a hegemonia no nordeste pra crescer e virar uma referência pra que? Para depois ter mais consistência e condições de ganhar um título Nacional???

      Curtir

  11. Tá aí o prêmio pela boa partida de Felipe, bancoooooo…. Espero que.NF mude de ideia e coloque o cara de titular… se bem que Mauri foi mt bem no sarVi e depois ganhou de prêmio o banco de reservas… Vai entender…

    Curtir

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s