Primeiro Triunfo do Ano

vander_jogo_08022015

Vânder marca golaço em tarde inspirada.

Somente na terceira partida oficial que o Rubro-Negro conseguiu o triunfo. Depois de empatar sem gols com o Bahia de Feira na estreia e perder para o Confiança em Aracaju pelo Nordestão, as coisas já estavam ficando feia e com a torcida já ressuscitando velhos demônios da temporada passada. Mas como disputamos o Baianão e não o Campeonato Paulista temos a sorte de pegar estes times semi-profissionais do interior para fazer uma gracinha.

O Serrano, como as demais equipes do interior, só faz número na competição e logo com 3 minutos abrimos o placar com Jorge Wágner, de cabeça, após cruzamento de Vander. O adversário é muito frágil e a derrota em casa por 5×1 para o América-RN só ratifica a facilidade que o arremedo time do Vitória teve para controlar a partida. Antes mesmo de fechar 30 minutos, Vânder fez uma bela jogada individual pela ponta esquerda, driblando dois adversários e acertou um chutaço da intermediária. Vitória 2×0. Estou gostando deste retorno de Vânder no Leão. Está com mais empenho, vontade e objetividade.

Depois do segundo gol, ainda tivemos uma chance incrível para fazer o terceiro, mas Rogério, o atacante que não sabe fazer gol, fez jus ao apelido e após um chute forte de Jorge Wágner, a bola sobrou pro pernambucano, que mesmo com o goleiro no chão, chutou pra fora. No segundo tempo, o Rubro-Negro diminuiu o ritmo e não sofreu nenhum ataque perigoso do Serrano, que nos enfrentará novamente nesta quarta-feira, no Barradão, às 19h, agora pela Copa do Nordeste. Que o primeiro triunfo do ano reanime o grupo e abra o caminho para um ano mais vitorioso…Nada pode ser pior que 2014, assim espero.

Anúncios

32 respostas em “Primeiro Triunfo do Ano

  1. Pra quem viveu o Vitória na década de 90, é difícil acompanhar isso aí.
    O problema não é perder jogos. É a falta de esperança que existe um futuro melhor, que estamos avançando, que a estrutura está se desenvolvendo.
    Hoje vejo clubes com arenas modernas e vejo como o Vitória ficou pra trás. Não era assim. Lembro quando implantaram a arquibancada especial no Barradão, aquilo enquanto era uma novidade, era muito legal. A gente sentia que o Vitória estava antenado nas novidades e à frente dos outros times. Era um orgulho da zorra ser Vitória. Discutíamos com qualquer um, mesmo não tendo títulos de expressão, porque para a gente era uma questão de tempo. E parecia mesmo. A cada 5 anos a gente batia na trave. Primeiro, foi o vice brasileiro, depois o 3 lugar e depois uma semi final de copa do Brasil quando perdemos para o Flamengo.
    Falar do Vitória para mim é sinônimo de tristeza e nostalgia. Vai ver fiquei velho!

    • Verdade, Marcos. Lembrei agora que antes de ficar “famoso” com o Blog na Globo, eu debatia sem baixar a cabeça com torcedores do Inter, Flamengo, Palmeiras e o escambau no meu primeiro blog, o “eu sou vitória”, do blogger.com.br. Hoje em dia ficamos sem poder discutir direito com torcedor do Ceará que nos humilhou nos últimos dois anos.

    • Marcos, isso que venho falando aqui. Não vejo perspectivas. Esse é o maior problema. Alguns alimentam o sonho de eleições diretas. Mas, o poder podre que se apossou do nosso clube nunca vai conceber isso. Eu posso falar porque conheço os bastidores. A eminência parda não vai sair fácil. Existe briga de facções hoje no nosso clube.

  2. A situação do vitória é tão deplorável que até os blogs estão mortos.
    O Ecvitorianoticias saiu do ar… O blog de valmerson às moscas… A Casa Rubro Negra com pouquíssimos comentários… Franciel atualizando uma vez na vida e outra na morte…

    E o mais impressionante: até vanélio sumiu.

    Este é o retrato desta fracassada gestão.

    Apertem os cintos, 2015 promete fortes decepções.

      • La vem o filósofo… Hahaha.

        Até hoje Fábio espera o seu dossiê com os podres de Viáfara.

        Bem Lembrado. Danilo é o Rolando Lero da vida real.

    • kd os torcedores modelo?? e os outros superotimistas que repetem o mantra: Vitória acima de tudo e de todos?? aqueles que fingem não ver que o clube está sendo dilapidado ano após ano???

      aqui no blog tem uns 30 que sumiram…

      deveriam reconhecer sua visão errônea e completamente desconectada com os fatos.

      Ano passado entrei num blog de um famoso torcedor do vitória e questionei o que se passava na cabeça dele, dos conselheiros e da diretoria pra irem comemorar aniversário deste péssimo presidente em churrascaria e ainda exibirem fotos com todos sorrindo, enquanto clube estava em plena temporada de fracassos e já sinalizava a volta para série b….a resposta dele foi que era um churrasco de adesão…..naquele momento nem rendi conversa….pra mim não interessa se foi pago pelo presidente, ou se cada pagou sua parte….a questão é a completa falta de desconfiômetro desse pessoal que vive o dia-a-dia do clube….pra mim foi a prova contundente de que ninguém ali tem o mínimo de amor ou respeito pelo clube que dizem defender…..queria saber desses sangues de barata se tivesse algum parente na uti correndo risco de vida se alguém ia postar foto no facebook….

      Eles destroem o clube e ainda sambam na cara da torcida….

      se fosse algum parente meu ou amigo eu ligaria na hora pra cobrar respeito….

      Vamos pra frente…

      Lembrem-se nada é tão ruim que não possa piorar…No vitória então….

      • Gabriel,

        Respeito e compreendo a sua opinião.

        Talvez, alguns anos atrás, eu fizesse o mesmo tipo de comentário.

        Hoje eu penso diferente. Para mim, o futebol é levado muito a sério por nós, torcedores e, principalmente, pela imprensa. Não podemos esquecer que o futebol, em sua essência, é um esporte, cujo objetivo é levar entretenimento, saúde e confraternização para os seus praticantes e espectadores.

        Obviamente, há muito tempo o esporte se profissionalizou, e isso é visto, principalmente, nas cifras envolvidas e nos alários astronômicos dos jogadores e técnicos.

        Porém, na minha opinião, fatos como este, citado por você, em que a diretoria foi para uma churrascaria enquanto o time ia mal na série B, não dizem muita coisa. Repito. Há um tempo atrás, eu ficaria indignado. Mas hoje, vejo de outra forma. Entendi que essa lógica é meramente passional e irracional.

        Não podemos esquecer que antes de serem diretores, conselheiros, jogadores, todos são seres humanos e tem direito à uma vida privada, da qual não devem (ou ao menos não deveriam) opinar os torcedores e/ou imprensa.

        Além disto, tendo citado que o futebol se profissionalizou, aqueles que trabalham no meio do futebol são, portanto, profissionais. Fazendo uma comparação, podemos imaginar que os clubes funcionam como empresas e os jogadores e funcionários como empregados.

        Condenar um jogador ou diretor por ter ido à uma churrascaria enquanto o time vai mal, é o mesmo que dar uma advertência à um empregado por ter ido à um barzinho enquanto a empresa em que trabalha está mal. Não faz o menor sentido.
        Lógico que existem as situações extremas, como, por exemplo, a vida extra-campo (leia-se, extra-empresa) do jogador (funcionário) interfere no seu desempenho dentro do clube (empresa). Ou, quando um jogador ou funcionário faltam ao trabalho por estarem doentes mas são vistos em uma micareta. Aí sim são fatos preocupantes.

        O problema do vitória não é irem ou não à churrascaria. O problema é falta de capacidade técnico-administrativa. É como ter um funcionário em sua empresa que não consegue desempenhar as funções inerentes ao cargo.

        Vejam o Real Madrid, por exemplo. Estão fazendo uma tempestade por causa de uma festa de CR7 depois da derrota para o Atlético de Madrid. Já estão falando em crise e tudo mais.
        O time é o atual campeão do mundo, campeão espanhol, multi-campeão, tem os melhores jogadores do mundo, o atual bi-campeão da bola de ouro e a imprensa vem falar em crise. Queriam o que? Que só porque perdeu o jogo o cara cancelasse a festa, não comemorasse aniversário de 30 anos e ficasse em casa chorando? Queriam que ele fosse direto pro CT treinar depois do jogo?

        Como diria Danilo Rolando Lero:

        Vamos aliviar…
        É apenas futebol!

      • Gabriel, com todo o respeito, dizendo o que você diz no texto, não estaria também se sentindo um torcedor-modelo ?

    • Acho que o desânimo da queda à serie B nos levou a esta situação. Eu continuo lendo, mas existe um certo azedume com o qual não compactuo, por isso prefiro me calar. Concordo com praticamente tudo o que se vocifera sobre Carlos Falcão e o bovino Conselho Deliberativo, mas eles estão no comando hoje e o Vitória é muito maior que eles. E vai sobreviver. Falando de futebol, consigo vislumbrar uma melhor organização do time em campo, diminuição dos chutões, só acho que as contratações foram insuficientes para transformar um time rebaixado/apático em um time pra disputar títulos nas competições importantes (Copa do nordeste, Série B e Copa do Brasil). E eu, particularmente, não acredito no crescimento de um time sem títulos.

      • Respeito a opinião dos amigos rubronegros. Marcelo temos pontos de vista diferentes. a festa de um jogador acompanhado de seus amigos pra mim é completamente diferente da festa de um presidente e seus hierarquicamente inferiores, piorou em se tratando daqueles do conselho deliberativo, pq na minha cabeça o conselho deve ser imparcial e agente fiscalizador e não posar de amigo e aliado.

        E o que chamo atenção é o significado da confraternização e não o que um funcionário deve ou não fazer na sua folga. estamos falando do pior presidente da história disparado. eu sentiria uma enorme vergonha em sair numa foto daquelas. você acha mesmo que num clube de futebol o presidente tem 300 amigos??Você já ouviu algum conselheiro criticar Falcão publicamente??

        esse episódio pra mim ilustra muita coisa. só lembrando que o vitória não tem oposição e todo ano o ambiente é ótimo para se trabalhar.

        abraços

      • Exatamente, Gabriel.

        Como você mesmo disse, os problemas são muito maiores do que uma ida à churrascaria.

        Mas entendo o que você quer dizer.

        Se a confraternização tiver sido feita para celebrar o final de ano do clube, seria um absurdo, pois não temos nada a comemorar.

        Aí sim faz todo o sentido.

  3. Pontos positivos: Saimon (adeus, Kadu) e Vander. Euller também entrou bem…

    No mais, só pra não perder o costume…..

    “Outra coisa que está irritando a torcida é a ineficiência de Nino e Mansur no apoio ao ataque. Correm bem, possuem bom poder de arrancada, aí quando chegam na linha de fundo jogam tudo na latrina. Eu não aguento mais LATERAL ser ruim no fundamento que é o essencial da posição. Por isso que repito que eu prefiro laterais MAIS LENTOS e com melhor aproveitamento nos cruzamentos, do que laterais “maratonistas” e de fundamentos medíocres. (Fábio)”

    SRN!

  4. Vitória tranquila sobre um time muito fraco. Se Vander “desequilibrou”, ainda que tenha sumido no segundo tempo, será que dá pra dizer que José Wellison tem apresentado uma regularidade interessante em todos os jogos?

    • Fez um jogo regular. Mas campeonato baiano engana demais. Só vou acreditar em José Wellison se ele fizer BOAS PARTIDAS em clássicos Ba-Vi’s, em jogos mais pesados da Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série B.

      • Perfeito Fábio. Na minha opinião, este time não sobe. Este para mim é o principal objetivo deste ano. E antes que venham falar que o time não será este para o brasileiro. Deste time poucos se aproveitam. O Vitória vai ter que trazer pelo menos 7 jogadores de qualidade. Podem me criticar, mas quem viver verá.

  5. jogo que era pra ter goleada… infelizmente nossos laterais e nosso 9 são tristes… Gostei de saimon, Vander e Euller…

    Testaria Romario, Euller, Elton e Wellinton na quarta…

    F. Miguel
    Romario
    Saimon
    Ednei
    Euller
    Amaral
    Wellison
    Escudero
    Wellinton
    Vander
    Elton

    • Acho Euler muito promissor. E acho também um desperdício utilizá-lo na LE. Ele não marca muito bem, ao passo que tem um ótimo passe e boa visão de jogo. Acho que deveria ser testado gradativamente como meia.
      SRN

  6. Fábio, vander tem que dividir o gol com o goleiro ridículo do Serrano. Lembram o que falei de Rogério? Aguardem que ainda vem Rayner. Vander só joga contra estes timinhos

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s