VITÓRIA 3X1 Paysandu | O dono da Fonte!

vitoria3x1paysandu_serieb2015b

Escudero foi o dono do jogo! Foto: Eduardo Martins.

E o Leão mostrou mais uma vez que é o dono da Arena Fonte Nova. Os números não mentem, desde a reconstrução e reabertura do estádio em 2013, o Rubro-Negro tem um saldo muito positivo na moderna arena. Goleadas humilhantes para cima do nosso rival, jogos épicos como o do Goiás na Série A que consagrou uma homenagem a Escudero em forma de estátua, o triunfo de virada no Ba-Vi do Brasileirão de 2014 e neste ano duas grandes vitórias, com o time jogando o fino da bola. A verdade seja dita. Seja no Pituaçu, Arena ou Barradão, quem manda nesta porra é o LEÃO! O resto é mimimi de torcedor sardinhestico apoiado por uma mídia local vil, caolha e safada!

O Vitória começou até devagar contra o Paysandu, o time paraense até assustou mais até os 35 minutos, quando começamos, de fato, a mudar o panorama da partida. Gatito Fernández está confirmando o que sempre defendi (que é melhor que Fernando Miguel e que a torcida do Vitória estava queimando o cara por ser papagaio de auditório de figuras obscuras como Sinval Vieira, Boca de Latrina e Silva Rocha). O Paysandu não abriu o placar antes da gente APENAS por defesas incríveis do paraguaio, que finalmente começa a ser valorizado pelos rubro-negros.

Torcida "ameaça" boicote aos jogos na Fonte e apenas coloca o maior público do Leão na temporada! Só observo a hipocrisia do povo. Rsrsrs

Torcida “ameaça” boicote aos jogos na Fonte e apenas coloca o maior público do Leão na temporada! Só observo a hipocrisia do povo. Rsrsrs. Neste ponto foi até boa esta demagogia.

Nosso gol só saiu aos 39min numa cobrança de falta espetacular de Escudero. Gol típico do que se espera de um meia argentino canhoto. A bola ainda bateu no travessão e nas costas do goleiro antes de balançar as redes. Com 1×0 na frente, nosso vigor em campo aumentou e logo no primeiro minuto do segundo tempo, em cobrança de escanteio de nosso gringo da camisa 11, o zagueiro Kanu (filho de Beto Jamaica kkkk) fez seu primeiro gol com o manto, numa bela cabeçada sem chance para o time da terra do Açaí e Cupuaçu.

Infelizmente, a mania de se anular no jogo quando o placar se estende rapidamente aconteceu de novo. Após abrir 2×0, o Vitória dormiu em vários lances e novamente Gatito Fernández teve que corrigir as cagadas defensivas com belas intervenções, inclusive com uma “ponte” digna daqueles goleiros das décadas de 70 e 80. Mas a letargia era tanta que aos 9 minutos, o nojento do Fahel fez um lançamento de Pirlo e achou Yago “Pokemon”, que com categoria dominou e soltou um rojão e aí nem Van der Sar daria jeito. Vitória 2×1 Paysandu.

Mancini aponta o caminho do triunfo

Mancini aponta o caminho do triunfo…

O jogo passou a ficar perigoso e já rondava em nossas cabeças que a qualquer momento a velha caruara rubro-negra iria acontecer. Mas desta vez nosso subconsciente se enganou. Com as entradas de Flávio, Jorge Wágner e Vânder o nosso meio de campo revigorou-se e aos 25 minutos, num belo contra ataque, Diego Renan foi derrubado na área. Pênalti! Depois do burburinho formado pelos jogadores paraenses, Escudero foi lá com sua calma e qualidade de sempre, e deslocou o goleiro na cobrança. Vitória 3×1. Só lembro o quanto perdemos com Neto Baiano no primeiro semestre querendo ser o dono das bolas paradas! Talvez, se fosse Escudero o cobrador da penalidade naquele jogo do Colo-Colo poderíamos estar com o título estadual e garantido na Copa Nordeste de 2016…Mas deram tanta carta branca ao mediano, falador e problemático do Neto…e pagamos caro por isso!

Com dois gols de vantagem novamente na partida, o Paysandu morgou de vez, principalmente com a saída do bom meia armador Roni, que infernizou nosso sistema defensivo com bons passes, movimentação e habilidade. Ele, Yago Pikachu e Fahel foram as melhores válvulas de escape da equipe bicolor. Outro nome para o “setor de inteligência” acompanhar!

Já entre nós, destaques para Escudero que voltou a ser protagonista, com dois gols e uma assistência, além  de participar ativamente do jogo; Pedro Ken que também apareceu mais, Gatito Fernandez com brilhantes defesas e Amaral, que mais uma vez mostrou que é o dono da camisa 5 e é essencial para a retaguarda leonina. Com o belo triunfo por 3×1 em cima de um concorrente direto, o Leão assumiu a 2ª colocação e ainda sonha pelo título brasileiro. Nosso próximo duelo será contra a Sardinha, no clássico Sar x Vi, próximo sábado (03/10).

...E o time seguiu à risca e venceu mais uma na Série B.

…E o time seguiu à risca e venceu mais uma na Série B.

PS: Falem o que quiser, mas eu não tenho medo de expor minha opinião, mesmo que esta seja polêmica. Mil vezes a Fonte Nova que o Barradão (na atual situação em que se encontra como equipamento esportivo e por falta de linhas de ônibus e acessibilidade).

Saí de Mussurunga às 15h10, peguei o busão às 15h20 e às 16h27 (antes mesmo da bola rolar) eu já estava sentado na Arena. Por experiência própria, se o jogo fosse no Barradão, eu chegaria COM SORTE no intervalo do primeiro tempo para o segundo se saísse de casa no mesmo horário em um jogo de 16h30. Com o agravante do Barradão ser muito mais perto do bairro onde moro, em relação à Arena.

Na Estação Mussurunga peguei a linha que solta na rodoviária, de lá fui para o Bela Vista e do Shopping peguei o metrô! Show de bola. Fora que o metrô tem ar condicionado e tem equipes de segurança por toda a estação. Muito diferente de se aventurar a ir em ônibus lotado que cruzam os perigosos bairros de São Rafael/São Marcos ou pela Estrada Velha do Aeroporto. Amo o VITÓRIA e reconheço a importância do Barradão, mas quero e gosto de conforto também. E nisso a Fonte Nova humilha nosso estádio (acessibilidade e conforto do equipamento em si).

Anúncios

68 respostas em “VITÓRIA 3X1 Paysandu | O dono da Fonte!

  1. Kieza disse que a Fonte Nossa é das Sardinhas e que o Vitória não deveria jogar lá porque já tem estádio. Eu direi para esse FDP que temos não apenas um, mas três estádios: Barradão, Fonte e PiTUIaçu. Ele não sabe que a Sardinha é uma sem-teto e joga de favor. Aliás, joga de favor na Fonte, em Pituaçu, em Camaçari e em Feira.

    Curtir

    • Kieza é um imbecil, deve ter algum transtorno mental. Se esse idiota não sabe, a Fonte Nova é do Governo, pertence ao Estado da Bahia, não ao clube que ele joga. O Fonte Nova nunca fui e jamais será do clube de quinta categoria que ele joga, é bom ele aprender logo isso. E o Vitória joga onde bem entender, ele que pegue essa opinião dele e enfie onde ele desejar. Ele já ta barriado, tomara que Kanu chegue junto nele amanhã pra botar ele logo pra fora do jogo.

      Curtir

  2. ASSUNTO SÉRIO – PREÇO DOS INGRESSOS!

    Prezados

    Não lembro com certeza o ano, mas assim que o Vitória setorizou a torcida visitante, o jogo contra o São Paulo no Camp. Brasileiro, foi cobrado o valor de 100,00 inteira e 50,00 meia.
    Na semana seguinte houve um processo contra o Vitória e os preços tiveram que ser comercializados iguais aos dos setores da torcida do Vitória para os jogos seguintes e até hj é assim.
    Pois bem um Advogado entrou com um processo contra a arena e o bahia, e um juiz determinou a redução do preço. alegando o artigo 24 do Estatuto do Torcedor, “os valores estampados nos ingressos destinados a um mesmo setor do estádio não poderão ser diferentes entre si, nem daqueles divulgados antes da partida pela entidade detentora do mando de jogo”.
    Portanto quem comprou a 80,00 corra atrás do seu prejuízo.
    A Fonte Nova deve vender ao reclamante, bilhetes para o Setor Leste/Visitante pelo mesmo preço que comercializa para a torcida mandante, ou seja, no valor de R$ 25,00 a meia entrada e R$ 50 a inteira, sob pena de multa diária de R$25,00.

    Curtir

  3. O professor Mancini tem que usar de estratégia pra ganhar o jogo, e pedir muita garra para faturar mais esse duelo, o resto é mimi e muito ¨ onda¨ dessa imprensa doentia sardinheira. Eles virão no desespero, no estilo kamikasi e será o momento dos contra ataques.

    Curtir

  4. Vocês falam que o preço do ingresso está salgado e está mesmo, mas, segundo o site Arena Rubro-Negra, toda a cota de ingressos para nossa torcida foi vendida hoje pela manhã. Sinal de que alguns rubro-negros vão acabar comprando ingressos para as sardinhas e se disfarçando entre elas. Sábado a gente vence e bem os porteiros do G-4 e abre vantagem sobre eles.

    Curtir

  5. Acho que é migué de Mancine , pois repetir o time de sábado com Euller na esquerda é uma grande temeridade , não adianta Euller não marca ninguém e outra, vamos botar os pés no chão e entrar com SANGUE nos zóios se não vamos tomar sufoco o jogo é decisivo para as Sardinhas mesmo que a imprensa VAGABA teime em dizer que não , se as carniças perderem sábado a situação delas ficará muito complicada.
    Bota o Diogo Mateus na direita e trás o Diego para a esquerda.
    Humildade e vontade que brocamos mais uma vez as sardinhas desanuVIADAS.

    Curtir

  6. Fábio além do conforto tem mais uma coisa: adoro ver estádio com mais de 50000 pessoas. Lembro-me até hoje dos jogos do Brasileiro de 1993, em que colocávamos mais de 60000 por jogo. Na final, tinha mais ou menos 80000 pessoas.

    Curtir

    • 50 mil? não mais. reduziram pateticamente a fonte nova a uma capacidade de público inferior até mesmo ao castelão, que pode comercializar mais de 60 mil ingressos.

      Curtir

  7. Leandro Pedro Vuaden apitará o BaVi. Não gosto dele como arbitro, contudo, será bem melhor que um dos dois baianos que estavam cotados para apitar.

    Curtir

    • Foi ele que fez aquela palhaçada contra o Goiás, no Serra Dourada, naquele 4 a 3 que tínhamos botado 3 a 0 e deixamos o Goiás virar. Ele marcou pênalti inexistente, quando, na realidade, foi o jogador do Goiás que fez falta em Victor Ramos.

      Curtir

      • Para ser bem realista, todos os árbitros já erraram contra todos os times brasileiros. São extremamente desqualificados.
        A questão é que a dupla baiana erra em todos os jogos do Vitória, por várias vezes e sempre contra.

        Curtir

  8. Os R$ 698.405,50 de renda bruta no jogo contra o Paysandu foram divididos assim:

    R$ 172.355,78 de despesas (seguro, INSS, ISS, Federação Baiana, arbitragem, quadro móvel, empresa de emissão e venda de ingresso, policiamento, ambulância e lanches);
    R$ 124.367,61 líquido para a Arena Fonte Nova;
    e, R$ 401.682,11 líquido para o Vitória;

    Curtir

  9. Me permita discordar,mas o Gatito do ano passado não passava confiança nenhuma,sucessivas falhas de saída em bolas aéreas. Não sei se era por falta de ritmo de jogo,inclusive nos primeiros jogos q entrou esse ano falhou algumas vezes.

    Porém agora está muito bem, se continuar assim FM não recupera a titularidade.

    Curtir

  10. Devia ficar sacramentado: Jogos do Devorador de Sardinhas, ao sábados e diurnos serem no Barradão. Os noturnos, enquanto tivermos problemas de acesso, que o prefeito grampinho não se interessa em resolver por ser torcedor-mor do jahia, os jogos seriam na arena 51. SRN!

    Curtir

  11. A afobação foi a palavra de ordem até o primeiro gol do Vitória, afetando principalmente David; foi difícil acertar um cruzamento. Isso foi resultado, não só pelo pensamento no clássico, mas por uma necessidade de passar um concorrente direto. O gol de Escudero propiciou a quebra do comportamento de ansiedade, tornando o time mais confiante.

    O segundo tempo começou melhor, e o gol de Kanu foi grande prêmio a um dos melhores jogadores em campo. Outros, Gatito, Rhayner, Renan, Amaral e Escudero. Este último pelo total da obra. Ainda não foi a partida da volta desse jogador à excelência e o espero melhor no jaVi.

    O gol do paysandu pareceu que ia mostrar mais uma vez a “dormência pós segundo gol”, que tem acompanhado o Vitória. Foi um gol do excelente Yago Pikachu, que estava sendo marcado por Escudero, não Euller. Não sei se resolveria o nosso lateral esquerdo na marcação, mas sei que Escudero não devia estar ali.

    Ainda bem, o time do bom Yago se lascou e tinha que se lenhar mesmo…A fonte é nossa!
    Renan estava ligado e propiciou a chance do terceiro gol do Vitória, segundo de Escudero, como vocês sabem e viram.

    Sobre jogar na Arena, muito boa mobilidade para o torcedor com carro, a pé, de jegue, de skate…Fiz a mesma trajetória indicada por Fábio e foi muito massa. Estacionamento Bela Vista – Metrô – Arena – Metrô – Bela Vista. Se fossem todos os jogos lá, pra mim seria massa. E olha que eu vim de Feira de Santana.

    Mas é bom salientar que, escolher a Arena para todos os jogos, deixaria o Barradão apenas para jogos da base e para treinos. Bom comparar quando o Barradão estiver com acessibilidade maior e melhor e quando houver, pelo menos cadeiras nas arquibancadas. Isso é o básico. Haveria necessidade de outros mimos, como alimentos variados e, para mim, cobertura pra não tomar chuva, nem sol na moleira.

    De qualquer forma, hoje, colocando jogos na arena em momentos oportunos, rende bom retorno financeiro e é muito melhor para o torcedor, principalmente nas terças-feiras à noite.

    E é isso…
    …voltando ao jogo, quem teve medo de bicho-papão? Já poderíamos ter ganhado lá. Ficou para nossa casa de festas.

    Abraços!

    Curtir

    • O torcedor do Vitória vive solicitando cadeiras nas arquibancadas do Barradão, mas pude observar que em todos os jogos na Arena, que dispõe desse conforto, a grande maioria dos torcedores não fazem uso das cadeiras, preferem acompanhar o jogo em pé. Esse é um problema cultural do torcedor no brasil, vide a torcida do Grêmio que exigiu que em grande parte de sua moderna arena, as cadeiras fossem retiradas. Fico aqui imaginando o barradão com cadeiras no setor em que fica a nossa torcida organizada.

      Curtir

      • Excelente questão! Nem todo mundo deve ser obrigado a assistir um jogo de pé. Em qualquer setor do estádio, sempre existem aqueles que querem assistir o jogo de pé e acabam atrapalhando um bocado de gente atrás. Numa arena como a Fonte Nova, isso dá pra ser resolvido. Pelo que li, na Alemanha, nas modernas arenas, eles criaram um setor específico pra quem quer assistir o jogo assim. Será que não seria possível criar setorização semelhante por aqui? Acredito que num estádio de futebol, é possível oferecer níveis de serviço diferentes para todos os tipos de clientes.

        Curtir

    • Uma coisa é ter cadeira e não querer sentar, outra é nunca poder sentar em qualquer cadeira! O jogo contra o Botafogo foi às 15:00! Mesmo quem gosta de assistir o jogo de pé senta às vezes.

      Curtir

      • Após um lance de ataque do Vitória, eu tenho que ter uma cadeira pra sentar, ora bolas!

        Curtir

  12. Aproveitando que estamos falando em polêmicas sobre arbitragem, não tem como não comparar as atitudes dos árbitros brasileiros e os ingleses, bem como da CBF e Federação Inglesa. Aqui os caras instituem a lei da mordaça para os jogadores, mesmo a gente vivendo numa democracia. Os caras não podem falar nada. Mattis foi expulso porque falou para o 4º árbitro que o lance do pênalti era para expulsão do jogador do Papão, porque ele impediu um lance claro de gol. O juiz deu cartão amarelo para o cara do Papão e vermelho para Mattis. Não dá para entender esse critério. Aí você assiste a um jogo qualquer da Premier League e vê os árbitros conversando normalmente com os jogadores, os advertindo verbalmente antes de aplicar-lhes cartão, aceitando ouvir os jogadores, etc. A Federação Inglesa suspendeu o cartão vermelho que Gabriel Paulista tomou no jogo Arsenal e Chelsea, por entender que Gabriel foi induzido a fazer o que fez por causa da pirraça de Diego Costa. O mesmo Diego, não expulso no jogo, mas foi punido por três jogos por conduta antidesportiva, tudo isso com base em imagens de televisão. Resumindo: estamos falando em dois mundos completamente distintos. Quando seremos primeiro mundo em alguma coisa? Só somos primeiro mundo na corrupção e olhe lá. Aí somos campeões.

    Curtir

      • Será cara? algum pais ganhar da gente em matéria de corrupção? sempre achei os políticos brasileiros imbatíveis nesse critério.

        Curtir

      • O que se mede é a PERCEPÇÃO da corrupção… os países mais desenvolvidos estão na frente porque o povo é mais instruído e por isso menos puxa-saco de ladrão…

        Curtir

      • Pois é. Exemplos não faltam. As regras, boas ou não, são para serem obedecidas – não é uma questão de democracia, e por elas os participantes do jogo não podem se dirigir ao assoprador de latinha para questionar, como ocorre em qualquer parte do mundo, inclusive no futebol Inglês.

        Curtir

      • Existem pesquisas a respeito. Estou me pautando em dados estatísticos. Agora vamos pensar no Leão da Barra.

        Curtir

    • Pra mim é ter grande volume de jogo, com muitas oportunidades de gol. Isso evitará qualquer “lambança não proposital” de nossos conhecidos adversários do apito. É fazer três gols, pra valer 1.

      Curtir

  13. Não gosto de falar de arbitragem , pois é uma nojeira só , porém eu fico me perguntando , porque tem que ser arbitragem baiana no VI x SAR karralho já estão falando que vai ser Jailson Macedo o juiz de domingo , porra ai é sacanagem.
    Dizem q vai ter o sorteio entra Arilson e Jailson ai fica muito difícil aguentar esta sacanagem.

    Curtir

    • Se isso for verdade, é mais uma das grandes sacanagens da CBF. Péricles Bassols operou a Luverdense para o Jahia não sobrar. Ontem escalaram Vuaden, um gaúcho, para apitar Flamídia e Vascu, ou seja, um árbitro não carioca. Por que não escalam um árbitro de fora para o jogo? Esse Wilton de Souza Sampaio, que apitou o jogo do Vitória contra o Papão, é um excelente árbitro. Agora aturar os árbitros baianos terminados em SON, todos tricoitados, fica complicado. Jailson, Arilson e Marinelson, todos torcedores do tricocô.

      Curtir

      • Fábio , Oscar e amigos a situação das sardinhas perdendo o VI x SAR pode empenar geral pra elas , pois sair derrotado num clássico e depois ter de viajar até Belém e na terça-feira próxima ter de enfrentar o arrumado time do Payssandu é complicado , portanto elas vão dar tudo literalmente neste clássico , não sou a favor daquela eterna teoria da conspiração , porém é melhor ficar de OLHOS bem abertos com a arbitragem do clássico.
        Fora que elas iram jogar ainda fora com Botafogo e Náutico e a madeira vai gemer , portanto este jogo de sábado é fundamental para as donzelas sardinhais.

        Curtir

      • É por aí mesmo Lacerda. O bavi de fevereiro de 2011 ta vivo em minha mente. O Bahia precisava vencer sobre o risco de ser eliminado da primeira fase do Baianinho e Jaílson pintou e bordou a ponto do sempre calmo Alexi Portela se descontrolar causando um quiproquó danado.

        Curtir

      • Fábio e Lacerda, ainda tem um fato: Santinha pega Braga em casa; América Mineiro pega Mogi, que é o lanterna, fora. Dois jogos que, em caso de vitórias de Santa e Mequinha, o Jahia sai do G-4. Esses dois jogos serão antes do Já-Vi e pode fazer as itingas entrarem no jogo desesperadas. Ainda tem o Sampaio, que pega o Foguinho, no Maranhão, que se vencer também tira o Jahia do G-4. Ou seja, os perebas podem cair para sétimo nesta rodada, caso a lógica (vitória do Leão) aconteça. A TV Jahia não mostrou o pênalti a favor da Luverdense nem a bola que Douglas Pires defendeu dentro do gol. Tá torcendo até demais para a carniça de Itinga. A sorte é que o vesgo Sérgio Soares disse que a tendência é repetir o time que empatou com a Luverdense, pois ele gostou do que viu. Melhor para nós.

        Curtir

  14. Jogo de gente grande, torcida de primeira! Aos melhores do jogo que Fábio escolheu, acrescentaria Kanu, que além do gol, foi muito bem na defesa, e nos dá mais tranquilidade quanto à injustificável expulsão de Mattis. Escudero voltou a jogar bola, o que fez o time crescer com ele. Vale destacar as boas entradas de Vander e Jorge Wagner no segundo tempo. Por outro lado, achei as atuações de Diego Renan (mais uma vez deslocado e apesar do pênalti sofrido) e de David inferiores às dos outros.

    Quanto ao debate Barradão e/ou Fonte Nova, acredito que são desenvolvidas ações especiais para facilitar o acesso do público à Fonte que não são feitas no Barradão, a exemplo do funcionamento do metrô em dias e horários que ele normalmente não funciona. Se facilidades como essa fossem feitas com as linhas de ônibus do Barradão, creio que a vida da nossa torcida melhoraria.

    No dia seguinte ao jogo do Flamengo em Brasília, O Globo publicou quanto o time carioca ganhou para jogar longe de casa. A renda de sábado foi superior a R$ 600 mil. Alguém leu, ouviu ou soube quanto foi que o Vitória ganhou pra jogar na Fonte?

    Curtir

  15. Fábio, bem lembrado a questão das penalidades perdidas por Neto. Agora pergunto: E as partidas que deixamos de vencer com Marcelo Matos no lugar de Amaral empurrado goela abaixo por Mancini e Diretoria? Será que o Botafogo seria o líder ou estaria 6 pontos na nossa frente?

    Abçs

    Curtir

  16. Resultado que nos dá muita moral para o SAR x VI. Fábio, eu tenho carro, mas sei que, para quem vai de ônibus, não tem como comparar os estádios.

    Em dia de chuva, à noite, nem de carro eu vou ao Barradas. Não tem como.

    Se o jogo for as 15hs, aquele cimento fica parecendo o inferno de Dante, como no jogo contra o Botafogo.

    A direção arrota aos 4 cantos que não temos dívidas (o que não é verdade) mas não faz um empréstimo para modernizar o Barradão. Complicado.

    Para mim o Barradão é mais perto, mas reconheço que para maior parte da torcida, a Fonte é muito melhor.

    SRN

    Pra cima do freguês Leão!

    Curtir

  17. Gostei do jogo ontem,os jogadores entraram com raça e vontade.Mas,clássico é outra história e precisaremos jogar bem mais,se quisermos vencer.Me preoucupam as substituições q Mancini faz:Jorge Wagner,ninguém merece.Se o time não inspira confiança,o que dizer das nossas peças de reposição.
    Qdo estive em Salvador fui aos jogos contra o Jaia e Macaé no Barradão e ao do Mogi na Fonte Nova,não dá para comparar o acesso,a cobertura,enfim a estrutura,mas a magia e a atmosfera é outra no nosso estádio.Acho que á noite devemos jogar na Arena ,enquanto essa inoperante diretoria não modernizar o Barradas e tirar do papel a via Expressa.

    Curtir

  18. Olá pessoal, que a arena oferece mais condição ao torcedor que o Barradão isso é fato e acho que não está nem em discussão, agora é engraçado voltar a ver as mesmas figuras que eram contra o Santuário na época de Paulo Carneiro com o mesmo discurso. “eu sempre disse que o Vitória deveria mandar seus jogos na fonte nova que é um estádio central e blá blá…” O que essa diretoria tem que fazer é investir no patrimônio do Clube de verdade, e não ficar fazendo esses paliativos que eles vem fazendo, o Barradão passou da hora de ser modernizado, os campos do ct estão acabados, a estrutura de um modo geral está ficando obsoleta. Acorda rebanho, o nosso time precisa voltar a crescer. Vitória sempre. Diretas já………

    Curtir

    • Verdade.
      Há algum tempo li aqui, eu acho, alguém sugerir a troca do Barradão pelo Pituaçu, não sei se isso seria possível, mas sendo acho que seria um grande negócio para o ECV.

      SRNS

      Curtir

  19. Excelente resultado, vencer dentro de casa é fundamental.
    Em relação ao titulo pra mim ainda está em aberto.
    Não vejo o Botafogo como campeão, sem falar que o mesmo vai pegar times mais duros ainda, e que acredito que vá perder pontos.
    Acredito que se o Leão vencer seus próximos 3 jogos voltaremos a liderar.

    SRNS

    Curtir

  20. Parabéns pela análise Fábio!
    Fiz o mesmo trageto quando estava em Salvador e fui assistir VIT x Mogi, fui pro Bela Vista, peguei o metrô e foi sensacional a facilidade para chegar ao estádio.
    Sobre Escudeiro digo mais, se ele batesse os pênaltis q Ruan perdeu não teríamos nem caído no Brasileiri! Pena que ele é “omisso” em alguns jogos, porque bola tem, é só qrer protagonizar.
    Fico muito a vontade para falar do Barradão, como citei antes, frequento o Barradas desde o primeiro do primeiro jogo inaugural quando nem tinha refletor. Para o bem do crescimento da torcida temos que fazer jogos noturnos e de grande apelo de público na Fonte Nossa até o Barradas sofrer melhorias no acesso e em conforto. O Barradão ajudou muito o Vitória e nao deve ser desativado jamais, pois éramos caixa de pancada de qualquer time no Brasil e ele sempre foi nosso maior artilheiro! Mais agora, pelas dificuldades no acesso, está freiando o crescimento da torcida.
    Para você ter uma ideia, jogo a noite no Barradas, quando vou de bus, eu vou só, na Fonte levo meu filho, pois acho muito arriscado sair 23:00!

    Enfim, Saudações Rubro Negras e pra cima das Sardas!

    Curtir

  21. Espero de coração que, tranquilidade e o equilíbrio entre o jogadores e os três setores,defesa,meio e taque entre em conformidade no clássico para conseguirmos
    os três pontos e se possível um sonora goleada nos 7ar3nhas!
    VITÓRIA SEMPRE!CONTRA TUDO E CONTRA TODOS!

    Curtir

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s