Negócio da China

[PECV]AMISTOSO(CARD-1)_FACE

E a temporada começa hoje para o Vitória. O amistoso especial contra o chinês Tiajin Quanjian (Tiazinha do Don Juan?) terá uma série de eventos pré-jogo na Arena Itaipava Fonte Nova. O elenco será oficialmente apresentado a torcida, com direito a apresentação da nova contratação do meia/atacante Marinho, campeão do Nordestão de 2015 pelo Ceará, artistas baianos como Tatau (ex Araketu) e Cumpadre Washington (É o Tchan).

Entretanto, a grande novidade do evento está por conta da tal falada Arena Barradão, em que a torcida presente saberá de primeira mão este projeto, que de acordo com o vice-presidente do clube Manoel Matos quem não for hoje só ficará sabendo pelos presentes do que se tratou o projeto, pois por questão de contrato de confidencialidade este assunto não poderá entrar na puata do clube constantemente. Pela minha interpretação, creio que o clube mostrará de forma bem genérica, sem maiores detalhamentos deste projeto de transformar o nosso combalido estádio em uma Arena Esportiva calcada no Século XXI.

Sobre o jogo – Assim como em temporadas passadas, o primeiro jogo do Clube mostrará um time sem todas as peças. Se já começamos anos anteriores sem laterais ou zagueiros de ofício, em 2016 iniciaremos sem o centroavante, o famoso camisa 9. Vânder e Gabriel Silva farão a dupla de ataque, lembrando que ambos são meias de origem. Ou seja, duas improvisações. Vágner Mancini definiu a equipe com Fernando Miguel, Maicon Silva (estreante), Mattis, Ramon e Diego Renan; Amaral, William Farias (estreante), Thiago Real (estreante) e Arthur Maia; Vânder e Gabriel Silva. Portanto ,são três estreantes na noite desta terça-feira na Arena. Boa oportunidade para conhecermos as novas caras e o novo desenho tático do Leão Machão Doutrinador de Sardinhas.

Sobre a equipe chinesa – É uma equipe fraca que tende a ficar forte com as novas contratações e com o ritmo de jogo. Nos amistosos feitos no Brasil perdeu todos, inclusive perdendo de 4 para o Bragantino e Taubaté (que faaase!!). Porém, não devemos descuidar de Jadson, Luiz Fabiano e Geuvânio, os brazukas do elenco chinês que são o ponto forte da equipe no momento. Acredito que com a série de investimentos que o Tianjin está tendo, eles ascenderão para a Série A Chinesa e se desenvolverá. Mas nos amistosos feitos in Terra Brasillis estão se mostrando do nível das nossas porcarias estaduais (Poções, Vitória da Conquista, Camaçari, Juazereinse, etc.). A “Tiazinha do Dom Juan” será escalada por Zhang Jin; Wang Cheng, Kilama, Liu Sheng e Zhang Cheng; Wang Jie, Huang Long, Jadson, Li Xing Can; Geuvânio e Luis Fabiano.

Anúncios

11 respostas em “Negócio da China

  1. Camisa 3.

    Achei bonita, diferente (normal para uma terceira camisa) e será bem comercializada.

    Time.

    A equipe chinesa é fraca, mas, apesar disso, gostei da primeira impressão.

    Na minha opinião, precisamos de um centro avante/ um zagueiro/um goleiro.

    Marketing.

    Parabéns ao marketing.

    Exibiu o ECV como clube olímpico, como clube histórico (o que foi ressaltado na transmissão).

    Tivemos momentos de entretinimento culturais importantes.

    Projeto da Arena Barradão.

    Pessoalmente, gostei do projeto.

    Achei o conceito viável.

    Impossível seria demolir o prédio administrativo e fechar com novas arquibancadas.

    O Barradão, mesmo com a via expressa, tem o fator que limita (não existe acessibilidade pela via do prédio administrativo.

    Desta forma, naquele local, só cabem vestiários e camarotes que devem ser calculados para permitir o rápido escoamento de veículos até o atual estacionamento do clube e, posteriormente, para a Av. Artêmio Valente.

    Além disso, se fosse construída arquibancada naquele local, teriam que ser destruídos os campos de treinamento.

    É muito mais do que cadeiras e cobertura.

    Pelo projeto, o Barradão ficaria no nível da rua o que implicar afirmar que serão colocados mais degraus e a ladeira da entrada até o início das arquibancadas deixariam de existir.

    No entanto, discordo do conceito de que todo o estádio deve ter cadeiras.

    Pessoalmente, acredito que é um modismo que veio para ficar entre os brasileiros.

    O estádio do Borússia Dortumund não tem cadeiras no lado da muralha amarela.

    O Grêmio retirou as cadeiras à pedido da “Geral”.

    Acho que o local da torcida visitante (para não sofrermos com depredação dos selvagens) e da maior aglomeração do Barradão devem permanecer como arquibancadas (até para termos preços mais competitivos no setor).

    O custo de R$ 200 milhões é salgado.

    Como executar com um orçamento de 80 e dívidas a quitar ?!

    Na minha opinião, só com uma parceria.

    Curtir

  2. Estive na AFN, assisti ao jogo e pouquissimo posso concluir sobre o desempenho dos jogadores e do time, pois a equipe chinesa é muito fraca, abaixo da crítica. Quanto ao uniforme, acho que faltou criatividade e originalidade. Quanto ao projeto do Barradão, confesso que esperava um pouco mais. Pelo que foi apresentado, trata-se, basicamente, de colocar cadeiras e cobertura, muito pouco para os mais de 200 milhões de Reais que a diretoria diz serem necessários para esse investimento. Além disso Raimundo Viana estava dizendo aos quatro ventos que se trataria de uma arena nos moldes de Itaquerão e Allianz Parque, só que um pouco menor, no entanto não foi o que vi. Caso saia do papel, não sei como o Vitória pagará essa conta monstruosa apenas com bilheteria. E, definitivamente, não gosto desse conceito de estádio aberto, ninguém mais usa esse modelo, exceto a AFN, por uma questão de tradição( nostalgia ).

    Curtir

    • Acho que ainda é prematuro para ter uma opinião formada sobre os novos contratados, contudo, por se tratar de um adversário bastante fraco eu achei que o lateral direito Maicon Silva jogou muito mal. Ele não me passou nenhuma confiança. Eu tentaria ficar com Diogo Mateus para disputar posição com Maicon, uma vez que vamos jogar uma série A.

      Curtir

  3. Concordo com Fábio no sentido de que essa reunião com sócios é jogatina.

    Interessante a ação de marketing.

    Destaque para os esportes olímpicos, torcedores ligados à música baiana, apresentação da equipe e o terceiro uniforme.

    Achei o uniforme bonito.

    Não tem como mudar muito não.

    É só rememorar a camisa Penalty raízes (preto e branco) parecida com a camisa do Corinthians que havia sido lançada um pouco antes.

    Pessoalmente, o terceiro uniforme apresentará variações sempre.

    Passou, rapidamente, o projeto da Arena Barradão na tv.

    Projeto bonito/ arrojado mas, em princípio, viável.

    O prédio administrativo seria reconstruído no mesmo local.

    Acho que a ferradura ganharia alguns novos degraus (é a impressão que deu).

    E a cobertura em toda a ferradura.

    Pessoalmente, acho que só teremos investidores interessados após a conclusão da via expressa paralela barradão.

    Agora, é esperar do Governo do Bahia

    Curtir

  4. pois é gente! pra que criar se pode copiar?

    que uniforme ridículo é esse do vitória! cópia do sport do ano passado.

    EU VOS PERGUNTO: POR QUE O VITÓRIA NÃO SE DIFERENCIA E QUER SEMPRE PARECER COM FLAMENGO, ATLÉTICO PARANAENSE (ANO PASSADO), E AGORA SPORT.

    outra coisa: pra que existe fabricante de material esportivo? se é tudo igual aos outros!

    quem sugeriu a cor desse uniforme? alguém da diretoria? o fabricante?

    entendam: é muito cômodo pra alguém, fazer um uniforme que já existe em outros clubes, e não ter trabalho de criar.

    o uniforme não é nenhuma inovação FATO. sem nenhuma originalidade.

    PUMA PREGUIÇOSA, OU ALGUEM DO CLUBE COM COMPLEXO DE INFERIORIDADE E IMITAR O QUE JÁ EXISTE

    Curtir

  5. Um amistoso que não vai nos dar muita ideia do que vem por aí. Se vencer fez sua obrigação, visto que o sei lá o quê da China perdeu do poderoso Taubaté. Agora se perder, acendam o sinal de alerta. Mancini vai fazer uma invenção jogando sem centroavante, que é bom porque é o momento de testar novas filosofias. Porém esse esquema pra mim não será adequado para o resto do ano.

    Curtir

  6. Fábio, quando você posta isto: “(…) a grande novidade do evento está por conta da (…) Arena Barradão, (…) que de acordo com o vice-presidente do clube, Manoel Matos, quem não for hoje só ficará sabendo pelos presentes do que se tratou o projeto, pois por questão de contrato de confidencialidade este assunto não poderá entrar na pauta do clube constantemente.” Já há contrato de confidencialidade, além do projeto? Isto significa dizer que já há investidor engatilhado para tirar o projeto do papel ou tudo não passa de um sonho de uma noite de (Vera) verão?

    Em relação ao time e ao jogo, creio que será bom para vermos os jogadores em ação, principalmente os meninos da base, que devem jogar boa parte do segundo tempo, e as novas contratações, mas como teste o amistoso será apenas um jogo festivo, principalmente pelo nível (ou falta dele) do adversário. De qualquer maneira, vale a pena ir conferir de perto e ver também o novo padrão 3.

    Esperamos a contratação desse 9 para ontem. Esperamos também um zagueiro de responsa e um meia camisa 10.

    SRN

    Curtir

  7. Olá Fabio!

    Você já tentou, como sócio, e tendo o direito, participar o “projeto” interAÇÃO?
    O projeto que o presidente tem reuniões mensais com sócios!
    Quando tiver a oportunidade não deixe de externar aqui aqui, os resultados de possíveis questionamentos.

    abs

    Curtir

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s