VITÓRIA 4×0 Figueirense | Chuva de gols no Barradão

vitoria-4-0-figueirense

Em uma tarde chuvosa, finalmente o Vitória fez uma gracinha nesta Série A ao golear o Figueirense por 4×0, gols de Willian Farias, Zé Love, Kieza e Marinho. Com isso, o rubro-negro foi a 42 pontos, reduziu o saldo de gols de -6 para -2 e ampliou o número de gols marcados de 45 para 49, o que deixa o Internacional numa situação incômoda para o duelo de amanhã contra o Corinthians no Itaquerão, na capital paulista. Ou seja, para o Inter sair da zona terá que vencer o Corinthians de goleada acima dos 5 gols de diferença. Muito improvável, para não dizer impossível.

O jogo – O Vitória começou a partida com a volta do trio de ataque Zé Love – Kieza – Marinho, diferente do que vimos contra o Santos. E logo aos 35 segundos, num lance infeliz, José Welison saltou de forma imprudente sobre o adversário, caiu feio e parece que fraturou a clavícula. Euller entrou em seu lugar e deslocou Diego Renan para a direita e mais uma vez o dono da camisa 26 fez uma pífia partida, dando muitos lances de perigo ao adversário e tomando muitas bolas nas costas (Avenida Expressa Diego Renan, nº 26). Entretanto, o Figueirense não soube aproveitar, bem diferente da gente que aos 23 minutos num bate e rebate na grande área, a bola sobrou para Marinho, que ajeitou para Willian Farias soltar o rojão e abrir o placar com um golaço. Vitória 1×0.

zelove

Segundo Tempo – Se aos 35 segundos do primeiro tempo tivemos aquela cena lamentável com José Welison, já no segundo tempo, nos mesmos 35 seg foi a vez da torcida leonina ver outro golaço rubro-negro, desta vez por Zé Love, quando na sobra da bola rebatida na zaga o camisa 39 bateu de primeira numa canhota violenta. Vitória 2×0. Com este gol, a equipe catarinense baixou a moleira e já não conseguia mais reagir. Logo depois, aos 11 minutos, Marinho arrancou pelo centro e lançou Kieza, em profundidade, e finalmente o caô acabou e o K9 brocou, num chute forte e rasteiro. Vitória 3×0. O ritmo seguia alucinante pelo escrete leonino e aos 15 minutos, Zé Love passou para Marinho, que da entrada da grande área, do setor direito, bateu com categoria no lado contrário do goleiro Gatito. Vitória 4×0.

Cabia mais – O Vitória poderia ter ampliado numa inteligente cobrança de falta de Cárdenas, que no estilo Ronaldinho Gaúcho, bateu a falta por baixo e acertou a trave do arqueiro do Figueira. Quem também acertou a trave foi Rafael Moura, já na metade do segundo tempo, num chutaço de fora da área que fez o travessão tremer. Fora isso, a equipe catarinense pouco fez e depois do placar consumado, o técnico Argel tirou Marinho e colocou Thiago Real. Antes já haviam entrado David no lugar de Zé Love e com isso o Vitória puxou o freio de mão até o apito final. Agora precisamos de apenas 3 pontos para a salvação independente ou dois tropeços do Inter em sequência.

Anúncios

18 respostas em “VITÓRIA 4×0 Figueirense | Chuva de gols no Barradão

  1. O Internacional perdeu.

    Temos 3 pontos de vantagem.

    Foram inscritas quatro chapas para as eleições do dia 11.

    Impressionante como Carlos Falcão e Alexi Portela tem uma “visão de mundo” diferente da maioria esmagadora da torcida.

    Carlos Falcão. “É triste ver o Vitória tão desunido”.

    Alexi Portela. “Nunca vi um Vitória tão desunido”.

    Eu pergunto. “O que é o Vitória para esses dois e o que seria um Vitória unido ?”

    Se compreendermos o Vitória como um clube que pertence a sua torcida, o Vitória nunca esteve unido nos 8 anos de gestão dos mesmos.

    Neste blog, por exemplo, sempre foi comum o debate sobre o ostracismo administrativo do clube, a falta de representatividade dos dirigentes e o distanciamento dos mesmos do torcedor.

    No entanto, como os dois nunca fizeram questão de propor a modificação estatutária, a “união do conselho do amém” representava a união do Vitória !

    Se houvesse uma única chapa composta por uns queridinhos deles, sem nenhum apoio da torcida ou dos associados, o “Vitória estaria unido” para essas pessoas.

    É a visão do feudo do século XV ou XVI.

    Penso o oposto. O Vitória nunca teve, em quase 120 anos, um momento no qual a modernização estatutária esteve tão próximo.

    As 4 chapas tiveram que se comprometer com isso.

    Evidente que as duas chapas governistas (arena 1 e arena 2) fizeram de tudo da emperrar a modificação todos esses anos mas, diante do inevitável crescimento da oposição através da Chapa Vitória do Torcedor e a Chapa Vitória Gigante a lorota desse povo se tornou insustentável.

    Espero, realmente, que uma das duas chapas opositoras vençam às eleições.

    Votaria na .Chapa Vitória do Torcedor em razão de acreditar que tem na composição vários grupos do clube. Ademar Lemos, Ivã Almeida …. tem bom conhecimento sobre o clube.

    No entanto, assistindo os vídeos de PC no blog da Chapa Vitória Gigante, especialmente quando discorre sobre profissionalização do futebol (expansão da marca na China, Equador e Índia), a priorização da formação do atleta, o estudo de criação da equipe sub 23 não é difícil perceber como, hoje, somos um fiasco em termos de visão.

    Curtir

    • Também espero, Robson, que a chapa Vitória do Torcedor ou a Vitória Gigante vença. Gostaria que fosse a Vitória do Torcedor com PC ficando responsável pelo futebol, mas eles não se entenderam. O melhor nome para gerir o futebol do clube é notadamente o de PC, mas há certa resistência por parte dos torcedores, de qualquer maneira também acredito qua a Vitória do Torcedor possa fazer uma boa gestão. As outras chapas representam o atual grupo que tem se achado dono do Vitória nos últimos 11 anos, um ligado a Portela e o outro a Falcão, um com Viana outro com David, não vejo a menor condição de votar nestas chapas, foram responsáveis por fracassos atrás de fracassos, por uma administração ultrapassada, pelo apequenamento do clube e o distanciamento do torcedor.

      Curtir

      • Roger, não devemos esquecer que foi sob a gestão do “competente” PC que o clube amargou o seu maior fracasso, tanto dentro como fora de campo.

        Curtir

      • Todos erram, só que ele tem muito mais acertos do que erros. A história do Vitória mudou depois de PC, passamos a ser mais respeitados, passamos a ser um clube vencedor no âmbito estadual e regional, como também passamos a ter uma identidade, a de ser um clube revelador, realmente caímos tragicamente para a série C com PC, mas pra mim isso não apaga tudo de bom que ele fez e poderá fazer pelo clube.

        Curtir

      • Nao se iluda, Roger. PC nao vai mais ter o mesmo rendimento dos anos 90. Ate acho um bom nome pra diretor de futebol, mas hj n tem mais bebeto e edilson pra contratar, fora que as revelacoes do brasil estao cada vez mais escassas.

        Curtir

  2. Até agora tudo dando muito certo: O time venceu em casa, eliminou um concorrente, colocou outro no páreo e esperou o coritiba ficar mais tranquilo, empatando com o inodoro flamengo. Além disso, o palmeiras deverá vir campeão para SSA, pois só depende de um empate na próxima rodada.

    Nesse momento o Vitória dista três pontos do inter e vai para Curitiba sabendo que o coxa quer a sul-americana, não escapar do rebaixamento. Claro, isso se o inter perder amanhã.
    Sobre o jogo, boa presença dos atacantes e ainda sobrou uma vaguinha para um volante (Farias). O time foi mais coletivo, tirando a responsabilidade de Marinho fazer chover e relampejar. Zé Love, Marinho, Kieza, pouco querendo definir os lances individualmente. O resultado sobre uma frágil defesa foi uma goleada sensacional.

    Devemos sentir pena do Figueira? Óbvio que não.
    Há pouco tempo era o Vitória que estava na mesma situação do Figueira e foi rebaixado com a ajuda do time catarinense, em seu estádio. Mas a pena não é apenas por isso.
    Há pouco tempo era o Vitória que estava na situação do Figueira e foi rebaixado com a ajuda do time catarinense, em seu estádio. Mas não sentir misericórdia não é apenas por isso. Outros times semelhantes em nível financeiro e estrutural vem fazendo campeonatos sólidos, como a Ponte, o Atlético-PR e a Chapecoense. A chape, por exemplo, hoje briga até pela final na sul-americana.

    O certo, e voltando para o jogo, é que o Vitória enfrentou um time pior do que ele e o respeitou: goleou. Não foi tão fácil o primeiro tempo, onde o figueira equilibrou as ações apesar de estar perdendo, mas o gol cedo no segundo tempo desmoronou o time de Santa Catarina.

    O resto foi aproveitar as chances não convertidas na primeira etapa e fazer os gols necessários. Na sequência, pois: Farias, Zé Eduardo, Kieza (grazadeus) e Marinho. Claro, isso ajudou a esconder os já conhecidos problemas do rubro-negro: cobertura e cruzamentos de Renan, reposição de bola de Fernando Miguel, inépcia de Cárdenas e, hoje, um Farias errando muito.
    Mas agora resta esperar o embate entre o corínthians e o inter em Itaquera. Como já indicado, em caso de derrota do colorado, o jogo contra o coxa pode ser menos tenso, pois o coritiba já vai estar fora do perigo de descenso.

    Mas que o Vitória tente fazer a parte dele, ganhando o jogo contra um time, este sim, mais parelho. Sabe-se que continuar na série A pode ser um prêmio à incompetência, ainda mais por sabermos que o Vitória não tem o potencial de um palmeiras. O time verde e branco saiu de um quase descenso para a alta possibilidade de ser campeão. No próximo ano, caso o Vitória não caia, provavelmente estaremos fazendo as mesmas contas e discutindo as mesmos erros do time. Nem mesmo a Arena Barradas (se sair) será igual ao Allianz Park. Pelo menos não na qualidade de jogadores que recebe. Não mesmo.

    Abraços!

    Curtir

  3. Será necessário mesmo só 3 pontos? Se for assim é mais fácil. É que pensava que seria necessário 46 pontos pra ter mais segurança, e não depender dos outros… Hoje sou Corinthians desde pequeninho!

    Curtir

    • Toni, o “se” é condicional e não deve entrar no futebol, mas “se” o Inter perder hoje para o Corinthians e empatar ou perder domingo para o Cruzeiro, só precisaremos de mais um ponto para escapar da degola. Se o Inter perder os dois jogos, seu saldo de gols irá piorar ainda mais. Daí o Vitória só cairia se sofresse duas goleadas, coisa muito difícil de acontecer, já que os piores placares que tomamos neste Brasileirão foram os 4 a 1 do Santa, na primeira rodada, e os 3 a 1 do Palmeiras. Fora isso, só perdemos os jogos por diferença de 1 gol (3 a 2, 2 a 1 ou 1 a 0).

      Curtir

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s