Seja com time reserva ou titular, o Leão segue a brocar!

Sete partidas pelo Baianão 2017 e sete triunfos. O Vitória segue arrasador no campeonato baiano rumo ao bicampeonato e tem tudo para repetir o feito de 2005 quando levantamos o título de forma invicta, sob a batuta do também contestado Renê Simões, na época. Parece que batemos o recorde com o sétimo triunfo consecutivo na competição local, na história recente. Se de “grão em grão, a galinha enche o papo”, de 1×0 em 1×0 vamos seguindo vencendo os adversários e se aproximando cada vez mais da Taça.

Como previsto no pré-jogo, bastou o Vitória jogar no 4-3-3 pra o futebol cair drasticamente. E sigo questionando Argel neste quesito, à medida em que ele já deve ter notado que o time é outro quando atua com dois meias e dois atacantes e que, em determinados momentos, o atacante de beirada recua fazendo o 4-5-1, sobretudo quando estamos sem a posse de bola.

Entretanto, mesmo com um futebol bem abaixo do que vimos contra o Vasco, o Leão jogou para o gasto e conseguiu mais um triunfo com o time reserva. O que reforços verdadeiramente qualificados não fazem por um time, não é mesmo? Nos últimos anos das gestões AP, CF e RV nos acostumamos a tropeçar para times do nosso interior, até dentro do Barradão. A costumeira vantagem das finais saiu de nossas mãos para o rival e foi assim que eles ganharam seus últimos títulos. Somente no ano passado conseguimos reverter a vantagem deles, por termos vencido o primeiro jogo da final por 2×0. Coisa que não acontecia há quase 10 anos (reverter a vantagem de quem joga por dois resultados iguais).

Pineda faz o sinal de “fora zica” depois de marcar gol de cabeça. Foto: Margarida Neide (A Tarde).

Este elenco de 2017 não é galático, nem supertime, mas é forte o suficiente para as competições regionais do primeiro semestre, e a contar com todas as peças que foram trazidas para o setor de meio campo e ataque dá sim para pensar em feitos interessantes nas competições nacionais. Mas ainda acho que precisamos trazer um zagueiro xerifão, rodado e com “cara de titular”, um lateral esquerdo de responsa e também um goleiro de maior “nome” no cenário nacional, pois já disse que não confio plenamente em Fernando Miguel, e Caíque ainda precisa amadurecer mais o seu lado emocional/psicológico.

O gol do Leão na partida de ontem só saiu nos acréscimos do primeiro tempo, quando Norberto cumpriu o Manual do Lateral: foi a linha de fundo, levantou a cabeça e cruzou na medida para o chileno Jean Paul Pineda tirar a zica, numa bela cabeçada. Vitória 1×0. No segundo tempo, o Vitória pouco acionou o goleiro adversário. Em contrapartida, a Jacuipense, que precisava ao menos empatar para seguir no G4, tentou reagir e fez Caíque fazer umas três defesas importantes na etapa complementar.

Agora, o Vitória vai concentrar suas energias para o duelo decisivo desta quarta-feira, contra o Sergipe, pela Copa do Nordeste, em que precisamos vencer para garantir o primeiro lugar do grupo. Em caso de empate, passaremos como um dos melhores segundo colocados. O Vitória não pode nem pensar em derrota, pois aí poderia nos eliminar precocemente desta importante competição regional em que buscamos o hexa.

Vitória Sempre!

#maisotimismo

#menoscorneta

Anúncios

23 respostas em “Seja com time reserva ou titular, o Leão segue a brocar!

  1. Vejam o link e matéria abaixo. Vejam principalmente o segundo parágrafo, onde o Vice Jurídico do B-Inter (com B mesmo), diz que se apóia no Jahia no processo. Ainda tem gente querendo negar isso:

    http://www.radiogrenal.com.br/vice-juridico-do-inter-questao-de-voltar-serie-esta-nas-maos-do-tas-mas-possibilidade-existe/

    Vice-jurídico do Inter: “A questão de voltar à Série A está nas mãos do TAS, mas a possibilidade existe”

    20/03/2017

    O caso envolvendo o jogador Victor Ramos ainda se desdobra nos bastidores do Estádio Beira-Rio. A suposta escalação irregular do atleta durante o Campeonato Brasileiro do ano passado dá a diretoria do Internacional a possibilidade remota de permanecer na elite do futebol. Em entrevista concedida no programa Toque Direto da Rádio Grenal, o vice-jurídico colorado, Dr. Gustavo Juchem, falou sobre a situação que chegou no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

    “Esta questão de voltar à série A está nas mãos do Tribunal Arbitral do Esporte, mas a possibilidade existe. O Inter está se apoiando junto ao Bahia, que também entrou com recurso referente ao campeonato baiano. Todas as entidades e clubes devem se submeter às decisões do TAS, então se tivermos uma decisão favorável, a CBF precisa acatar”, explicou Juchem.

    Recentemente, a CBF contratou o advogado espanhol Lucas Ferrer que, entre outras entidades, defende o Barcelona nas questões extracampo. Pelo lado do Vitória, o advogado Marcos Motta, representante de Neymar e Thiago Silva, estará à disposição para o caso. O TAS, inclusive, marcou o julgamento para o dia 04 de abril, em Lausanne, na Suíça. A data agrada à cúpula do Internacional, pelo fato de acontecer antes do início do Brasileirão das Séries A e B.

    “Nós temos dois advogados contratados, que atuam por lá, que vão representar o Inter nestes casos. O Internacional nunca procurou a CBF e o Vitória para buscar um acordo, mas se houver uma proposta formal vamos considerar. Existe a possibilidade de se realizar um acordo antes da data do julgamento, mas eu não acredito que vá acontecer”, afirmou.

    Sobre a acusação de falsificar documentos, o advogado rebateu: “Nós não tememos porque não devemos”. O STJD trata da situação à pedido da CBF.

  2. Belo texto, Fábio!

    Só acrescento que ao meu ver ainda precisamos de 1 atacante de beirada que chegue pra ser titular absoluto neste time, de preferência um jogador de impacto (Acostumado com títulos importantes, bom histórico recente, de qualidade e abaixo dos 30 anos)

    Paulinho faz de tudo um pouco, mas não faz nada direito;
    Pineda é meeiro;
    David tem futuro, mais acho ele muito displicente.

    Argel não definiu ainda o titular pq a cada jogo entra 1 ou 2 deles e não correspondem o esperado (independente do esquema). Estes 3 jogadores são ótimos reservas, bem melhor que Vander, Alípio e Willian Henrique por sinal, mas como a meta deste ano é ser campeão NACIONAL (Segundo Sinval o foco é a Copa do Brasil) temos que pensar grande. O próprio Sinval e Argel já falaram abertamente que ainda falta um jogador pro ataque.

    Eu gosto do futebol de Kieza, acho que com os meias recuperados ele vai brocar muitos gols, André Lima é um bom reserva, queria que tivesse vindo um centroavante mais miseravão no lugar de André Lima, mas não se pode ter tudo.

    • O atacante que se fala, penso que é para as pontas mesmo.

      Sinceramente acho André Lima melhor que Kieza nutellinha, o problema é que Paulinho, David e Pineda alternam muito.

      Tem que achar um pra esse canto ai. Especularam Erik que é muito bom.

  3. O jogo foi muito feio, o time não jogou bem, mas ganhou e os 3 pontos já estão na tabela e é o que vale. Quero ver o time jogando bem e vencendo, mas nesse momento concordo como o goleiro Caíque, que disse preferir ganhar jogando mal que perder dando show. Ainda mais por ser o time reserva.

    Concordo com Fábio em relação a Cárdenas. Para mim foi o melhor do time no primeiro tempo, voltando para receber a bola dos volantes e zagueiros e iniciar as jogadas. Faltou um outro meia para auxiliá-lo. Euller jogou um primeiro tempo muito ruim. Não ganhava uma do lateral direito da Jacupa. Mas voltou melhor e fez um segundo tempo razoável. Paulinho é o que já disseram dele: tem velocidade, bom drible, raça, mas erra no último passe e nos arremates. Se melhorar esses fundamentos, pode ajudar muito o time. Pineda é voluntarioso, tem bom chute, raça, e precisava marcar um gol, após bela assistência de Norberto. Passe perfeito, na cabeça do cara.

    Quarta é decisão de vaga. A postura tem que ser outra. Tem que entrar para brocar.

    Em relação à ação do Chorolado na Suíça, não dará em nada contra o Leão. Até porque o § 5º, do Art. 9º, do Estatuto do Torcedor, estabelece que após a publicação definitiva do regulamento da competição, este não pode ser modificado, a não ser que se mude a data da competição ou a própria competição após 2 anos de vigência de um regulamento. A publicação definitiva tem que ocorrer 45 dias antes de iniciar a competição, portanto, dia 28 de março. O julgamento, segundo os sites da vida, será dia 04 de abril. Como no regulamento há os nomes dos clubes que disputarão o campeonato e a tabela básica, após a publicação definitiva, qualquer torcedor pode ir à Justiça Comum e melar o campeonato, por descumprimento do regulamento. Portanto, tranquilidade total.

  4. Topper deve assumir o Vitória. Quando eles estiveram aqui, entre 97 e 2004, foram as camisas mais bonitas pra mim. Espero que voltem bem. A Puma fez 3 uniformes, o de 2015 disparado o melhor. Eram listras verticais, padrão que eu penso fortalecer a identidade. Devido a presença forte do Flamengo aqui, dá uma diferenciada. A Topper vindo com esse padrão seria massa.

  5. Porque Paulinho erra demais a finalização hein ?

    Tem que botar esse integrante do EI pra treinar na moral.

    Vi o time jogando pro gasto também.

    Aliás sempre foi assim… Todos os estaduais os caras sempre entram assim… Desde que eu me entendo por gente, nunca foi prioridade pros times fazer o máximo que puderem nesse estadual.

      • Mas ele tem uma finta boa velho, tem bom jogo de corpo. O maior problema dele é esse chute aí.

        Argel tem que chamar ele pra uma conversa que ele vai começar a fazer mais gol que Kieza. Ele tem ou cria várias oportunidades no jogo velho.

      • Paulinho só faz fumaça, sempre erra a conclusão do lance… Quando é pra chutar ele cruza, quando é pra cruzar ele chuta, quando é pra passar ele perde a bola, sempre no último lance, na conclusão… Pra mim ele é um Rildo piorado…

        SRN

  6. Jogo assombroso, sonolento, irritante.

    O tal do Bruno Ramires errou até pensamento… cheio de perna, chegando atrasado em todos os lances. Deus abençoe Kanu, Alan Costa (fênix) e Fred, porque se precisarmos de Vinicius estamos fodidos.

    Paulinho mais do mesmo: faz jogadas de Pelé, e conclui como Moré. Precisa acordar pra vida porque tem lenha pra queimar.

    Ontem só gostei de Euller. Mas 1×0 tá na conta e primeiro lugar praticamente assegurado.

    Agora é focar 200% pra quarta porque é um jogo perigosíssimo pra gente.

    SRN

    • Bruno Ramires realmente é muito ruim! Ele consegue fazer o menos provável. Tem que ir no pacote de liberação, incluindo o tal de Salino.

  7. O jogo foi triste, na moral. A questão pra mim passa pela dificuldade dessa equipe se impor contra adversários fechados. Veja em todos os jogos a gente fala disso. Só deu chutão, não jogou bem e tal. E contra o Vasco aconteceu o quê? Jogou bem. Contra uma equipe com necessidade de partir pra cima. O jogo do Vitória encaixou, roubava e partia em velocidade. Me lembra muito o primeiro semestre de 2010. No estadual os triunfos vinham com sofrimento. Na Copa do Brasil, atropelava no Barradão. Eram as mesmas queixas.

    Caique é titular desse time. Um goleiro dessa qualidade não pode ter tão poucas chances. Ontem até ameaçou entregar. Mas salvou e foi importante. Agora, quem tem que partir é Cardenas. Jogador improdutivo, sem nenhuma contribuição efetiva ao time ano passado. Ontem até tentou, mas erra demais. Pega o avião amigo.

    • Cárdenas é baixinho e magro e mesmo assim consegue ser lento. Acho que é a primeira vez na minha vida que vejo um jogador com o biotipo dele não ser veloz.

    • Como cada cabeça é um mundo. Para mim, o Vitória parou de produzir depois da saída de CÁRDENAS. Na minha visão, ele não é de aparecer para a torcida, mas é útil sim. Sabe jogar e ele que tava organizando a meiuca. Mas é assim mesmo, quando a torcida escolhe um pra ser Judas, nunca vê as qualidades…só os defeitos.

      • Qualidade ele tem. Agora a utilidade…até hoje não mostrou. Ontem era a oportunidade, mas infelizmente ele desperdiçou. Paciência.

      • Reveja no youtube os melhores lances da partida. Cardenas deu dois passes que se fossem aproveitados por Paulinho e Alan Costa seriam DUAS ASSISTÊNCIAS. Vejo muita implicância com o cara. Sinceramente. Não é aquele 10 brilhante, de aparecer pra torcida, mas se a torcida analisar com atenção verás que ele ée util. Engraçado que para Escudero a torcida via tudo de bom, né? É aquele negocio que falei. Quando a torcida elege o Judas não se vê a qualidade, e quando elege o Jesus não vê os defeitos.

      • Pelo amor de Deus, comparar Cardenas com Escudeiro é loucura Fabio. Não se trata de tirar jogador nenhum pra Judas, basta ter bom senso e uma visão mínima de futebol pra entender que Cardenas até hoje nunca fez uma partida boa pelo clube. Jogador lento, parece uma enceradeira, improdutivo e com um salário altíssimo, o que deixa o custo-benefício dele para o clube terrível.

        Se fosse da base, teria até mais paciência, mas um jogador bosta desse, que nem raça tem, com um salário alto, completamente improdutivo. Aí você manda ir ver no youtube ver os lances de vitória e jacuipense, onde ele deu dois passes que seriam assistências se fossem gols……..kkkkkkkk me faça rir, meu velho. Um jogo desse, com um adversário horroroso como esse, era pra ele, que está descansado, sem jogar há várias rodadas, fazer chover e não apenas dar dois passes.

        Me surpreende você tão exigente, ter tolerância com um jogador fraco desse. Vim dizer que ele é útil. Útil em quê? em duas assistências num baba desse???????

      • Concordo contigo Fábio, Cardenas tem entrado bem nos jogos, inclusive achei que ele não deveria ter saído neste jogo e sim um dos atacantes de beirada. Ele joga pro time, não aparece muito.
        Espero que ele tenha mais oportunidades jogando ao lado de outro meia. Não entendo a insistência de Argel com três atacantes se os melhores jogos do Vitória esse ano foi com dois meias.

  8. Fábio, discordo de você sobre o esquema, contra o Vasco o Vitória também atuou do mesmo jeito, o Gabriel Xavier faz o papel de ponta apesar de ser meia de origem. O que muda é a disposição mesmo, contra o Vasco o time correu pra caramba, os jogadores se movimentam pra dar opção e ontem os jogadores claramente se pouparam, assim como também se pouparam contra o Botafogo da Paraíba.

    O time foi mal, mas poderia mesmo jogando mal ter feito um placar mais dilatado, existem deficiências tanto na finalização quanto no último passe, os jogadores erram muito as tomadas de decisões, Argel tem que trabalhar mais isso. Apesar dos pesares houve uma melhora do jogo contra o Galícia pra cá, da pra ver que estão tentando tocar mais a bola e tentar envolver o adversário, o que já é uma evolução.

    Sobre o jogo contra o Sergipe, mesmo se perdermos pra ficarmos fora teríamos que tomar de 5, ou talvez até mais dependendo do jogo CRB e Itabaiana, é praticamente impossível perdermos por esse placar. A imprensa está dando a entender que corremos sérios riscos de ficarmos de fora, o que não é verdade.

    • Para mim, depois do sucesso do Barcelona e dos times europeus no esquema 4-3-3, todo mundo agora só consegue “enxergar” os times jogarem assim. Na minha opinião o Vitória jogou sim no 442 típico contra o Vasco e no começo do ano quando Piscullichi estava à disposição.

    • Agora qual a intenção deles se pouparem? Um jogo em que poderiam apresentar alguma coisa pra brigar por vaga nos titulares. Se foi isso mesmo que aconteceu, burrice ao extremo.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s