AINDA NÃO ACABOU! FALTAM 90 MIN!

O Vitória decepcionou a massa rubro-negra ontem à noite no Barradão. Depois de um triunfo seguro contra o maior rival, era normal na mente dos torcedores encarar a partida desta quinta-feira com otimismo, pois o Paraná é um time enraizado na Série B e que conta com um elenco muito limitado tecnicamente. Mas, estranhamente, o time rubro-negro teve um apagão geral, até mesmo Willian Farias não teve uma boa atuação.

Primeiro Tempo – O rubro-negro não fazia sua melhor exibição no ano, mas tinha maior posse de bola, sobretudo no campo adversário, mas faltou criação, triangulação e finalizações com intensidade. Tivemos chance de abrir o placar numa cabeçada de André Lima, que passou rente à trave, depois num chute cruzado de Cleiton Xavier, que exigiu muito reflexo do goleiro paranista. O Paraná chutou duas bolas em gol, sem perigo, logo na sequência.

Entretanto,  as chances mais claras foram com Patric, que desperdiçou as duas ótimas oportunidades de abrir o placar. Na primeira recebeu passe em profundidade de André Lima e ao invés de finalizar tentou repetir a assistência feita no primeiro gol do BaVi, mas desta vez ele bateu muito forte e AL99 não conseguiu a finalização. A bola que mudou o jogo – Já nos acréscimos, Euller lançou da esquerda para a direita, Cleiton Xavier tocou de primeira buscando Gabriel, o goleiro deu o rebote e Patric chutou em cima do arqueiro caído no chão. No contra-ataque, o Paraná ganhou o escanteio e na cobrança, o lateral Airton abriu o placar num Mawashi Geri (quem já fez Karatê, sabe do que se trata), numa falha enorme do nosso miolo de zaga.

Segundo Tempo – O Vitória tentou reagir ao placar adverso, mas faltava inspiração e nas poucas vezes que a bola chegava os atacantes ratificavam sua falta de pontaria, tendo Pineda a chance mais nítida, quando ele bateu de biquinho tirando do goleiro e do gol também. O jogo seguia nesta toada, do Vitória morno, frio, sem tesão e perdendo as raras jogadas acertadas e pagou por isso aos 42 minutos. Depois de abrir o time todo, no estilo desesperado de Mancini, tirando um volante e entupindo o time de pontas, o Vitória sofreu um contragolpe fatal, que poderia ser evitado se Alan Costa tivesse mais categoria e noção de jogo.

O cara, sozinho contra quatro oponentes, poderia muito bem dominar a bola e dar um balão pra resolver o problema, mas o cérebro de ervilha dele fez com que cabeceasse pra frente, Guilherme Biteco pegou a bola puxou o contra-ataque, abriu na direita para Diego Tavares que passou como quis por Euller (jogador cabaço da disgrama, qualquer adversário minimamente habilidoso passa por esta lebara) e cruzou na área, Poste Miguel ficou parado vendo a bola passar na entrada da área e o próprio Biteco ampliou. 2×0 Paraná.

Enfim, tivemos uma atuação geral que foi abaixo da crítica, mas ao contrário das rádios baianas, sobretudo a Itapuã FM de Seu Márcio Martins, a desclassificação ainda não foi definida. Há ainda um jogo de 90min para podermos fazer 2 ou 3 gols. Lembrando que se vencermos por 3×1 ou 4×2 a gente passa e 2×0 leva para os pênaltis e, sinceramente, não vejo nada de absurdo, fora da caixinha, do Vitória conseguir levar a partida para as penalidades e vencer, como também poderemos fazer 3×0 ou 3×1. Digo que a parada será dura, mas não comungo com a campanha infeliz de certos cronistas baianos de declarar que já estamos eliminados. Vamos ser inteligentes, galera. Eles agora vão destilar toda amargura, negatividade e pessimismo sobre a gente. Não podemos ceder. Dá pra virar sim! São 180 minutos e não 90. Se o Paraná conseguiu fazer 2 gols em 90min, por que a gente não pode?

Vitória Sempre!

#CopadoBrasil2017

#Osonhoaindanãoacabou

#nãocomamreggaedestaimprensasafada

Anúncios

20 respostas em “AINDA NÃO ACABOU! FALTAM 90 MIN!

  1. Contratar mais um jogador encostado?? Fica muito complicado tentar trazer jogadores que não estão atuando, principalmente quando esses praticamente não tiveram resultados favoráveis em outras equipes, aí vão os dirigentes do Vitória e sem nenhuma explicação contratam esses caras para fazer parte do elenco do Vitória.
    Infelizmente ou felizmente do atual elenco terão que dispensa algumas contratações recentes, pois não mostraram requisitos para atuar no time, isso gera um monte de despesas com encargos trabalhistas, além de ter que retornar ao mercado da bola na procura de novos atletas.Essa ciranda já se tornou uma novela com capítulos que o torcedor já conhece a muito tempo. No caso de Sinval Vieira, acredito no seu trabalho, mas é claro que sua emergência em repor peças que são perdidas durante as competições precisam ser bem analisadas, portanto repor só por repor nada vai adiantar, até mesmo porque o elenco atual construído perderá algumas peças exatamente por falta de qualidade técnica ou contusões pré existentes.

  2. Uma noite para ser esquecida ,mas concordo com Fabio eu ainda tenho fé falta 90 minutos ,para tentarmos buscar a classificação , eu não joguei a toalha ,não vi nada de mais nesse Paraná perdemos o jogo mas por nossas falhas do que superioridade deles então vamos acreditar , vitória sempre contra tudo e contra todos .

  3. Concordo que não é craque.

    Concordo que a torcida não deve colocar o peso de “resolver os problemas do clube nas costas de um jogador em iniciação profissional”.

    Fiquei pensativo qdo. presenciei torcedores execrando a má partida de David (realmente foi mal) e com uma compreensão incrível com outros (imaginem se David fizesse 1/3 do que Paulinho fez ?!).

    No entanto, acho que Argel perdeu uma excelente oportunidade em não escalar Jhemerson no início do “amistoso de luxo”.

    Uma estupidez digna de uma asno.

    Era a chance de poupar alguns jogadores e testar, em um clássico, os jogadores em formação.

    Só assim teríamos a idéia do potencial de cada em 2017. Vai testar como ? Na semi do Nordestão ? Em Curitiba ? Na séria A ?

    Não seria muito melhor o cara ter uma experiência num clássico em que a derrota não custaria quase nada ?

  4. Minha paciência com a forma que o time de Argel joga acabou. Pode ganhar 99% dos jogos, mas o time joga sem volume e na retranca.

    O time tem até peças boas, contudo, o cara não arma bem.

    Tem Uillian Correia aí e o cara pede a contratação do refugo Fabinho de um Inter rebaixado.

    Chega!!!

      • Sinval está fazendo as mesmas coisas dos gerentes de futebol antigos, falar dos outros é fácil, e esse discurso de que só vai contratar o que realmente queremos trazer é balela, ou melhora no nível das contratações ou vamos ter problemas no brasileiro, numericamente falando, a campanha está ótima, mas o resultado em campo é uma lástima.

  5. Saudações a todos ! Galera, vamos manerar nas expectativas em cima de Jhemerson. Tá demais ! Ele não é Neymar. Acho imprudente e precipitado colocar tanta responsabilidade nas costas desse rapaz. Vejo sim um jogador promissor que pode ajudar muito o ECV, mas não é, ainda, nenhum craque de bola. E depois, caso ele não se torne esse jogador, a própria torcida do Vitória vai execrá-lo sem a menor piedade, haja vista o que fizeram com o finado Arthur Maia. Não vamos cometer esse erro, de novo.

  6. A questão Fábio é que nosso vitória não consegue desfazer uma estigma negativa do paraná clube desde 1992, que inferno é esse? sempre a mesma prezepada, o Paraná vem aqui, encaixa uma marcação, e o vitória não sabe o que fazer. No jogo de volta vai ser marcação “italiana” não passa nada. Infelizmente já estamos fora. (sem me deixar levar por rádios, pois só acompanho pela tv.)

  7. Isso mesmo, Fabio. Nos próximos 90 minutos tudo pode mudar, será outro jogo e temos sim condições de reverter a situação. Avante Leão!!

  8. É isso Fábio, não tem nada perdido.
    Temos total condição de ganhar o jogo lá, agora acho que Cleiton Xavier já merece um banco, tá muito previsível só toquinho de lado. Deveria colocar Jhemeson de titular enquanto Datolo volta.
    O time precisa de um jogador diferenciado (pra fazer uma jogada individual) para esses jogos pegados.

  9. O torcedor de verdade tem mais é que acreditar em seu time, mas, pelo perfil histórico do ECV, já sabemos como vai terminar, pois, o Vitória jamais em tempo algum, construiu um placar favorável em jogos decisivos. É uma pena…Estranhamente, os jogadores que vem de fora (exceto William Farias e o Marinho), não jogam com a raça e comprometimento que atuavam nos seus clubes anteriores.

  10. É isso ai Fábio, otimismo !! O jogo é 180 min e o Vitória tem totais condições de repetir o placar ou sair com a vaga sem precisar dos pênaltis. Essa imprensa é ridícula, esse Márcio Martins é horrível.

  11. Com certeza Fábio, agora é pensar no Conquista e depois vamos em busca da classificação contra o Paraná.

    srns

  12. Deve-se registrar a desassociação entre os setores do time quando de posse de bola, e isso ficou mais evidenciado nesse jogo contra o Paraná devido ao Farias não estar bem no jogo. Me pareceu estar com alguma coisa a lhe incomodar fisicamente.
    Os zagueiros, mesmo com o time perdendo e tendo espaço à frente, teimavam em ficar trocando passes entre eles e os laterais, e quando podiam quebravam a bola com um chute lá para frente, que via de regra a bola era dominada por um defensor do time adversário.
    Outro irregularidade que venho notando é a indisciplina ( tenho duvida se ele é LD de origem) tática de Patric. Nesse jogo mesmo, no segundo gol, ele tinha que estar acompanhado o jogador que entrou polo seu lado de campo, e não estava. Pode ser que Argel esteja dando-lhe liberdade para jogar no campo todo, como notei inclusive caindo pelo lado esquerdo, mas sim assim for é outro erro de posicionamento.

    • Ele é lateral de origem. Acontece q já jogou de volante, meia, atacante. Acho que Argel pensa nisso e dá liberdade a ele. Jogou bem ontem, mas errou quando não podia. Sobre o gol discordo. A falha foi de Euller, Alan Costa e Kanu.

      • Euller e Alan Costa, este último por ter dado condição de jogo ao atacante que estaria impedido se ele, sempre ele, não estivesse muito atrás da linha da bola, permitindo a infiltração junto ao gol. Não é a primeira vez isto.

  13. De minha parte vou continuar acreditando, mas por outro lado me reservo o direito de criticar o conjunto da obra que nos estão disponibilizando no momento.
    Agora fala-se, que a pedido de Argel, a diretoria estaria tentando a contratação do volante Fabinho do Internacional. Cabe a pergunta: vai somar o quê a contratação desse jogador que nem vem sendo relacionado pelo seu atual treinador para o campeonato regional?
    Recentemente quando estive de ferias em Salvador tive a oportunidade de em evento social conversar com alguns amigos que hoje são conselheiros do clube sobre de não estar na hora do clube mudar o perfil de suas contratações de jogadores e treinadores. Esse modelo de contratar jogador de nome, refugos, jogadores com idade avançada, jogadores com histórico de contusões e que não possuem mais condições de acrescentar nada em termos técnicos e de desempenho com qualidade ao time, tem que ser revisto com urgência pois só serve para iludir a torcida. Prefiro sempre um jogador novo, sem nome no mercado, mas que saiba jogar bola à esses pangares que recentemente o clube contratou na expectativa de se recuperarem no Vitória.

  14. O Vitória foi muito previsivel ontem. Deixou apenas o Paraná marcar. Faltou criatividade e objetividade. Claro que a defesa do Paraná encurtou espaços. E Argel me parece que não estud a os adversários antes da partida.

  15. O Vitória foi como uma Coca de 2 litros ontem. Começou bem e foi perdendo o gás. No início, impôs o jogo. Tinha problemas na saída, mas quando roubava a bola no campo de ataque era insinuante, agressivo e perigoso. 4 boas chances de sair na frente. Quem não faz toma. O Paraná equilibrou e saiu na frente num leite bizarro. Alan Costa ficou parado.

    O segundo tempo um festival de horrores. Sem repertório, sem intensidade. Acabamos o jogo com 18 chutes, 14 pra fora. Que pontaria. Levamos o segundo gol totalmente entregues. Falha generalizada. Acho a classificação bastante improvável. O Paraná não vai ter pudor em jogar fechado na sua casa. Conhecendo a dificuldade de propor vindo de trás desse time, é bom rezar.

Deixe a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s