#BAVI488 | De virada é mais gostoso!!!

Que jogo, meus amigos! Emoções, reviravoltas, tensão dentro do campo e nas arquibancadas, atritos entre jogadores. O BaVi de ontem conteve todos os ingredientes típicos de um clássico. O Bahia saiu na frente em seu primeiro lance de ataque, aos 5 minutos, em cobrança de escanteio de Allione, onde o volante Edson subiu sozinho e botou no canto direito de Fernando Miguel; reagimos, empatamos perto do final do primeiro tempo; rival teve jogador expulso e viramos o placar aos seis minutos da etapa final. Com isso, o Leão vai para a partida decisiva no próximo domingo, precisando apenas de um empate para chegar a mais uma Final do Nordestão.

Primeiro Tempo – Sinceramente foram os 45min mais tenebrosos do Vitória em um clássico recente. Nossos sistema defensivo foi esfacelado como papel mergulhado n’água. Parece que a forte chuva que aconteceu logo no começo da partida afetou a “solidez” de nossa retaguarda. Foram erros grosseiros e sucessivos, por isso o Bahia fez 1×0 cedo e se tivesse um elenco mais letal lá na frente como os da era Uéslei, Nonato, Sérgio Alves e Robgol, a gente passaria muito mal, seria fatura liquidada para as sardinhas. Ainda bem que o rival não vem acertando mais em formações de ataques mais eficientes como os do final dos anos 90 e início dos anos 2000.

Nosso miolo de zaga, com Fred e Kanu, bateu cabeça o tempo todo e mesmo sendo limitado, o Bahia chegava fácil ao nosso gol e teve, pela primeira vez, uma noite super inspirada do camisa 8, Agustín Allione, que ditou o ritmo, deu o cruzamento do gol incolor, meteu bola no travessão e fez salseiro pelas pontas. Em compensação, nossos jogadores ofensivos começaram a criar boas oportunidades. Willian Farias acertou o travessão, naquele que seria um golaço épico na história dos clássicos e depois do gol de empate de Euller, de cabeça, após bela triangulação do próprio lateral, Farias e André Lima, o camisa 16 teve outras duas outras excelentes oportunidades de virar e ampliar o marcador, mas a afobação e a falta da veia goleadora impediram do tão criticado lateral se consagrar no clássico e entrar na história, talvez, como o primeiro lateral a fazer 3 gols no BaVi. Se analisarmos apenas pelo prisma de scouts e contabilizarmos como gols todas as principais chances criadas, o placar moral do primeiro tempo seria 4×4, mas em termos de domínio e imposição de jogo, seria uma goleada pró-rival.

Segundo Tempo – O Bahia não soube traduzir em gols as oportunidades que nossa defesa cedeu no primeiro tempo, se fosse um time mais arrumado e com atacantes melhores, sairia do Barradão praticamente classificado. Como no Futebol, a bola pune, conseguimos o empate no primeiro tempo e logo aos seis minutos da etapa final viramos o placar, num bololô na área, onde André Lima, como um típico centroavante que é, empurrou para os fundos das redes. Neste momento, a partida estava em seu ritmo normal, com o Vitória melhor postado e o Bahia mais cauteloso por conta de estar com um jogador a menos desde metade do primeiro tempo.

Não deu para entender – Até chegarmos ao segundo gol, o Vitória estava atacando com intensidade, se aprumando em campo, buscando passes verticais, abrindo nas pontas e fazendo o chuveirinho na área. Bastou virar o placar aos seis minutos e o time, novamente, voltou a cadenciar a partida, numa clara mensagem de que estava satisfeito com o placar em 2×1. E isso, amigos, é mentalidade imposta pelo treinador Argel. Por mais que ele negue, é de seu feitio – e sua história pequena como treinador confirma isso – o time jogar pelo 1×0, pela vitória simples de margem mínima. Isso é um grande defeito de Argel, pois em competições com a regra do gol qualificado obriga o time que sofreu o gol em seu mando vencer com a melhor diferença de gols possível. Já vimos isso acontecer dezenas de outras vezes (baixar a intensidade após estar com a vantagem no placar) e desde que Argel chegou aqui. Portanto, isso é sim reflexo da mentalidade do treinador nos caras.

Depois que botamos 2×1 era pro VITÓRIA entupir o rival. Eu não entendi o porquê da puxada de freio de mão do time rubro-negro, que tinha o placar e a torcida ao seu favor e o rival com um jogador a menos. O time baixou bruscamente a intensidade de jogo, se acomodou e voltou a dar chances ao Bahia, que quase empatou lá por volta de 30 e tantos minutos, quando Zé Rafael tripudiou Kanu e Fred, mas bateu por cima. UFA! Perdemos a grande chance de matar o duelo no segundo tempo e de chegarmos muito mais tranquilos para o jogo decisivo do domingo.

Por outro lado, este placar de 2×1 e que garante ao Bahia passar de fase em triunfo simples de 1×0, reforça, em tese, a dedicação e seriedade de nossos jogadores para a Fonte Nova, pois já conhecemos alguns deslizes rubro-negros justamente por entrarem muito relaxados em jogos de mata-mata em que fizemos uma gordura maior no primeiro jogo. Na teoria, o Leão deve entrar mais ligado na Arena do que fosse 3×1 ou 4×1 ontem.

OBSERVAÇÕES PERTINENTES

  1. Em nome da torcida rubro-negra venho por meio desta lamentar o triste episódio promovido pelo goleiro Jean, do Bahia, no intervalo do jogo. Com o intuito de provocar a nossa torcida e dar motivos para perda de mando de campo, o goleiro do adversário, interrompeu de forma muito mal educada, antiética e irresponsável o evento promocional para os sócios do Vitória, evento esse que começou lá na época de Paulo Carneiro, nos anos 2000 e que jamais tinha passado por aquelas cenas lamentáveis que vimos ontem. O cara foi lá na cara dura, prejudicou o evento, tirou os tótens promocionais e ferramentas do desafio de acertar a bola nos locais indicados, o que poderia gerar invasão de campo por parte da torcida ou de agressão física por parte dos organizadores do evento. Por mais que muitos torcedores tenham ficado pilhados, nossos organizadores não partiram para agressão física, ficando restrito ao locutor do estádio repudiar na hora este moleque que desonra o nome do pai, ídolo das duas maiores equipes baianas. Em nenhum lugar do mundo houve o que aconteceu ontem. Ali foi má-fé e um desrespeito sem tamanho.
  2. Em menos de 2 meses é o segundo problema técnico na parte elétrica do Barradão no tocante aos refletores. Fica aqui meu repúdio a este fato. A nova diretoria, por mais que tenha meu apreço e que eu esteja como conselheiro, não terá seus defeitos acobertados por mim. O Barradão já tem quase 30 anos, portanto é preciso rever as instalações elétricas, trocar os refletores e ver o que está ocorrendo com o Gerador do Estádio. Episódios como os de ontem e o da partida da primeira fase do Nordestão geram imagem negativa para o clube, patrocinadores e mídia nacional. Vale ressaltar que nos dois casos deste ano, havia transmissão direta do Canal Esporte Interativo. Acorda, Diretoria! Vamos rever toda a parte elétrica do Estádio, aê viu!!!
Anúncios

47 respostas em “#BAVI488 | De virada é mais gostoso!!!

    • Uma hora ia acontecer, bastou o Bahia jogar completo durante 45 min e o fumo entrou. Em nenhum jogo de Argel senti firmeza na disciplina tática e muito menos jogadas digna da mão do treinador. Muita lentidão e um minimo de coletivo entre os jogadores, são ruins de tocar a bola e trocar passes, é a mão do treinador. Lamentável…

  1. Se eu não estiver errado hoje tem NBB na band. vitória x Mogi. serie empatada em 1a1.
    na sky tá marcado na programação pra 13:30 hrs

  2. Pouco. Pouco. Pouco…
    Placar pobre para as condições que se apresentaram ao adversário.
    Não fosse a expulsão, provavelmente teríamos problemas sérios. Mesmo com a expulsão, em vários momentos o time foi dominado.

    Pobres também as alternativas ofensivas que o time mostrou antes e depois da expulsão.
    Chuveiradas e “Cucabol” ao extremo, com Patrick sendo o arremessador oficial.
    Na defesa, parecia o jogo do Paraná após os 25 minutos do primeiro tempo: ninguém consegue achar a marcação, num “mismatch” inexplicável. O jaia não é chelsea, para ir tocando bola de pé em pé ou até em apenas um pé (Allione) e ninguém achar o embate.
    E quando Euller faz o gol pela meiuca, quando finalmente vai para essa posição, ele é retirado.
    Se cansaço, beleza. Se não, desastroso.

    Sobre David, importante ofensivamente. Sobre David, não pode repetir o que fez em vários momentos do jogo, com displicência, pulando feito gente descalça em solo quente; esperando uma falta mais forte que não viria.

    2 x 1 foi pouco, considerando o psicológico do time (a mim, altamente instável) numa segunda partida que terá única torcida e com jogadores rubro-negros respondendo na mesma moeda às provocações claras de tentativa de desequilíbrio. Tecnicamente, o Vitória é melhor. Isso é nítido.
    Taticamente, há previsibilidade crassa, e a tomar pelo primeiro jogo, claramente o rival foi mais organizado, mais sistêmico.

    Fica a máxima, talvez positiva, de cada jogo é um jogo.
    O rival terá propor no domingo, e o Vitória conseguir fazer gol será mister.
    Melhor ainda será se Argel for um pouquinho menos Argel, com a organização do Vitória melhor estruturada, impedindo as facilidades na marcação e possibilitando melhores finalizações.
    Veremos…

    Abraços!

  3. Fábio e companheiros rubro-negros fiz 50 anos em 2016 e neste meio século de vida (fica pesado falando assim rsrsr) já vi vários Vi x Bas , muita catimba , muita malandragem, excelentes jogadores do dois lados, principalmente nas épocas de Maracajá e Pirinho , mais estes dois últimos dias tenho visto em redes sociais e conversando com alguns amigos incolores percebo um clima de guerra que a torcida de lá está transformando o jogo , se embasando inclusive nas declarações do imbécil vice presidente das perebas após o jogo.
    Diretoria abra bem os olhos , pois este jogo está se transformando em uma GUERRA no pior sentido da palavra , os caras não aceitaram perder mais uma pra nossa equipe , temos de ficar esperto com a arbitragem pois a pressão vai ser imensa em cima deles.
    Sinval com toda sua bagagem tem de chegar em Argel e dá uns toques diretos , tipo puxar os mais experientes como Cleiton Xavier , Farias , André Lima ( se jogar ) e pedir a eles que acalmem o que poderem o inicio do jogo , e a parte tática ( este é meu medo ) vai ser de suma importância nesta partida , pois se com o passar do tempo o gol deles não sair ( e não vai sair ) teremos uma excelente oportunidade de matar e fechar o caixão em jogadas encaixadas de contra ataque principalmente com David em cima do Armero.
    Olho vivo e classificaremos com certeza.

    • Sinval outra coisa pede pro Argel estudar o time do fusca , porra tem de estudar velho , o Eduardo vai voltar (LD) no penúltimo Vi x Ba este cara deu um trabalho do karaio em cima do Geferson eles iram jogar sem centroavante acredito que entre o Juninho + dois volantes e o Régis , Alione e Edgar Junior , porra senta e pensa vc ganha muito bem pra isso também.
      Será que nem pra isso podemos confiar em nosso treinador ?

  4. Várias coisas foram perceptíveis ontem.

    Nosso time é muito melhor que o do Bahia.

    Nosso time tem poder de decisão.

    Nosso time é tão organizado quanto um peru drogado de cocaína.

    Portanto dessa vez, acho que o tempo já passou, diminuir o ritmo ontem quando podíamos fazer mais gols no Bahia pra mim foi a conta !

    No brasileirão não vamos conseguir segurar resultados como foi ontem.

    Dessa vez, me posiciono definitivamente contra o treinador Argel Fucks.

    Time desorganizado, nervoso, com uma ideia de jogo ruim em vários sentidos.

    Que contratem um bom treinador da próxima vez, por favor !

  5. Se nossa Diretoria ¨ usar¨ as declarações desse tresloucado vice sardinha, mostrando aos atletas na concentração será uma grande motivação. O certo é que o treinador Argel deverá usar do trunfo ( contra ataques) sabendo que as sardas virão com tudo e deixarão brechas a serem exploradas. De modo que é um jogo pra finalizar o adversário.

  6. http://www.correio24horas.com.br/single-esporte/noticia/vitoria-notifica-fbf-sobre-declaracoes-de-dirigente-do-bahia/?cHash=b6cf04dfa3a02cde828cd7342960c217

    A nota veio em momento oportuno, vice-chorão da sardinha falou um monte de merda depois do jogo e no twitter também, incitando o “clima de guerra” deliberadamente, alegando complô pra favorecer o Vitória e prejudicar as sardas. É por isso que eu digo que enquanto esses caras estiveram lá não pode ter nenhum tipo de aproximação com eles, nem por uma boa causa.

  7. Fábio, será que o problema dos refletores não é de responsabilidade da COELBA, que corta a energia? Nesse caso não seria o caso de utilizar o plano B (geradores) como plano A? O que nao pode é a marca do EC VITÓRIA ser jogada na lama a cada jogo…

  8. De uma maneira geral o resultado foi bom, pena que pela segunda vez, tivemos um homem a mais e não tivemos aquele ataque mais avassalador que disparava goleadas. Não sei se André Lima e David tem pinta de ataque ideal. Por fim, um empate no jogo final pode ser um bom diferencial no jogo decisivo, Mesmo sabendo que a cada derrota do rival, mais aumenta a vontade deles de nos vencer. As vezes isso é perigoso, mas pode ser aí o ponto a se explorar, com a necessidade do adversário, pode vir os erros, os espaços e os possíveis contra ataques. Espero que Argel faça aquele “algo mais”, para conscientizar seu grupo e aproveitar as oportunidades de maneira precisa.

  9. Preoucupante o clima q estão criando p o Ja x Vi de domingo.
    A equipe q transmitiu o jogo ontem,não só vestiu a camisa das sardinhas ,como foi altamente tendenciosa p o lado deles.Será q só teve erros p nos favorecer?
    Só mostraram coisas negativas nossas.
    Quanto ao time é temeroso,pq venceram os dois clássicos com um jogador a mais e tomando sufoco.
    Não temos esquema tático nenhum,torcer p que no domingo a gente consiga pelo menos empatar.
    E Paulinho é uma substituição super manjada.
    Argel não surpreende.

    • Sinceramente não achei que eles puxaram tanto pro lado das sardinhas não. Muito, mas muito pior foi na transmissão do jogo da Copa do Brasil contra o Vasco.

  10. Só acho que Euller é meio de campo e não lateral… No mais qual o problema de Kieza?
    O cara se contundi no aquecimento do primeiro SarxVi. Vejam bem, se contundiu no aquecimento!
    Que lesão grave foi essa que ocorreu no aquecimento pra ficar 6 jogos fora, quase 1 mês ?
    André Lima é dúvida domingo.
    http://globoesporte.globo.com/ba/futebol/times/vitoria/noticia/medico-nao-descarta-retorno-de-kieza-no-domingo-tendencia-e-que-seja-utilizado.ghtml

    • Argel falou exatamente o que vc disse: Euler é meia. Desculpem a minha ignorancia, mas… pq ele jogava de lateral, sem saber defender? Argel é boa pessoa, decente e motivador. Mas técnica e tática, até minha avó é melhor que ele. Mas é um leao pra brigar, afinal, foi zagueiro matador!!!!

  11. Argel é um treinador extremamente limitado, não vamos ver muito mais que isso ai. Já estou acostumando. É comemorar a Vitória. Não concordei com as bolinhas tricolores no início da partida. Não se pode respeitar quem não nos respeita.

  12. A rede Globo, seja na política ou no futebol, sempre tem um lado claro e parcial em suas reportagens nos telejornais.
    É inacreditável como analisaram o BaVi de ontem. Por exemplo, no Globo Esporte local mesmo, os “analistas” (torcedores do Bahia) não ficaram nem um pouco intimidados em desvirtuar a verdade.
    Simplesmente nos melhores momentos mostraram os 3 gols do jogo e os damais lances só foram os do Bahia.
    Falaram que a expulsão do jogador do Bahia era para ser amarelo, que realmente poderia ser; todavia, não falaram que Hernane entrou de forma criminosa e o cartão deveria ser vermelho. Fato!
    Eu acho que na hora da admissão dos jornalistas da Rede Bahia, o pretendente deve ter que provar que é torcedor do Bahia.

  13. Leitura perfeita do jogo.

    Um péssimo primeiro tempo.

    No meu entendimento, Argel cometeu dois erros infantis para as decisões

    Erro de escalar os titulares no primeiro ba x vi (o que gerou um desgaste miserável em todo o elenco).

    Ainda ontem, era notório que o elenco do rival chegou, fisicamente, mais inteiro na decisão.

    No segundo tempo, após o gol de André, o Vitória deu uma puxada de ritmo.

    E Argel, ao invés de promover mudanças para buscar maior mobilidade, tirou Euller, David (com boas atuações) e C. Xavier e lança mão do “operoso Paulinho”, do “lento Dátolo” e de Pineda.

    Pessoalmente, tiraria C. Xavier e André Lima (esgotados fisicamente) e colocaria Jemerson e Pineda para tentar aproveitar os espaços vazios com jogadores com fôlego novo.

    O ideal seria o Vitória abrir, no mínimo, 3 x 1.

    Não tinha essa tranquilidade de alguns que o Vitória iria atropelar o rival.

    Na verdade, desde os jogos entre Vitória X Ríver (Piauí) e Bahia X Sergipe (Aracaju) ficou claro que seria um semi equilibrada.

    O Bahia, até ontem, estava mais inteiro fisicamente (com jogos a menos).

    Ontem, o esforço de correr para compensar a falta de um jogador deu um desgaste no time.

    Jogarão sem centroavante mas com bons meias para tiros de meia distância.

    De todo modo, o certame é inteiramente imprevisível e Argel terá que montar um estratégia para o próximo clássico.

    Mas também gostaria de pontuar que considero positiva a iniciativa de “peitar” Euller como meia.

    O fato é que, após três jogos, Euller tem desempenhado a função com relativa competência até o momento.

    • Exatamente! O cara fica século sem jogar, depois coloca o cara em um jogo elétrico e com o campo pesado, portanto o cara vai produzir o quê?

  14. Mais um ba x VI nosso , estou confiante que no domingo , se segurarmos os primeiros 15 minutos, eles ficarão nervosos e ai já né saco ,Argel tem de trabalhar o emocional de nossa equipe ,por que eu tenho certeza que quem vai se classificar no domingo sera o time que souber jogar com inteligencia e calma .

  15. Vencemos mais um clássico, e venceremos todos de 2017.

    Em 1992 na estréia em sarxVI, o jean pai fez 03 saídas horríveis, vale a lembrança.

    E agora o filho na mesma linha.

    Esse apagão de novo… vá pra porra, que merda. Isso é coisa de franciel que fica gritando na arquibancada, mandando o presidente apagar a luz… com certeza.

    O que acharam do público? 13 mil.

    SRND!

    • Público foi fraco, mas quem tava lá disse que parecia bem mais, visualmente parecia ter mais gente que o jogo contra o Vasco que deu 18 mil. Estranho é que antes do tinham vendido 5.600 ingressos antes do jogo, e no borderô que divulgaram tinha 5.800, só 200 pessoas compraram na hora? Estranho.

  16. Na realidade a vitória de ontem nos deixa com a vantagem e além disso mostrou o quanto esse time é competitivo.
    As sardinhas resolveram ser violentos nos clássicos para tentar compensar a técnica inferior.
    O Bruno Ramires não merece a titularidade ou muito menos jogar aqui. Paulinho ruim e sanguessuga,não ajuda. Pineda é mais técnico e lutador,no jogo de ontem muitas vezes caiu no lado esquerdo para auxiliar Jéfferson, quando deveria ser paulinho. Enfim foi UI ma vitória merecida.

  17. Do que vi e não gostei no jogo:
    Da evidente falta de qualidades desses dois laterais, hoje titulares;
    Da entrada sem necessidade de Dátolo no lugar de Euller. Campo pesado, jogador voltando de longo período sem jogar, mas coisas do Argel;
    Da entrada sem tesão do Paulinho e do horroroso do Pineda;
    Da falta de leitura de jogo do nosso “professor” no momento mais critico da partida quando poderia ter tirado o LE dele, trazia o Euller para essa posição, colocava o Correia com Ramires e liberava mais o Farias para o primeiro combate;e
    De mais uma vez faltar luz no nosso estádio. Está faltando gestão nessa área.

    • Não se espante. Argel é boleiro, tem o grupo na mão. Ele gosta de fazer média com os caras, daí essas substituições ïncompreendidas”.

  18. Paulinho e Pineda não dão mais e Argel continua insistindo com esses dois tendo Jhemerson no banco ontem!
    Argel mostrou mais uma vez um repertório limitado, esse cara não pode ficar pro Brasileirão se não o fumo vai entrar.
    Ontem era pro Vitória entupir o Bahia, engolir o incolor e massacrar o time deles com goleadas 4×1, 5×1, mas Argel colocou o brochante Palinho e Pineda!
    Será um desafio e tanto empatar com Bahia lá na arena com um treinador limitado como esse, mas o Vitória sempre joga bem lá.

    Pega Leãooooo!

  19. Fábio, dá uma olhada no regulamento pois me perece que essa decisão por envolver dois times da mesma cidade o gol fora não é critério de desempate.

  20. Primeiro tempo péssimo, no segundo demos sorte do gol sair no início porque se dependesse do time botar a bola no chão pra criar íamos sofrer muito. Postura do Argel foi covarde, se fosse pra cima fazia no mínimo mais dois, jahia além de nervoso tava todo escancarado e dando campo ao Vitória, apesar disso no próximo jogo vamos jogar da forma como Argel gosta, estou confiante na classificação. Gostei de Euller, Willian Farias e David, especialmente o terceiro, fez um salseiro em cima do Armero e quase marca um golaço, se aquela bola entra se consagrava de vez. Fred, Geferson(pra variar) e Bruno Ramires muito mal, Correia não pode ser reserva desse time.

    Tá um chororô retado das sardinhas com relação a arbitragem, pra mim seguindo os critérios do juiz deveriam ter sido expulsos dois de cada lado. Hernane e Edson pras sardinhas e Kanu e Geferson pelo Vitória, juiz errou para os dois lados mais o jahia foi mais prejudicado porque perdeu os dois centro avantes para domingo(se bem que pra eles é reforço não jogarem com esses dois pé-duro). Engraçado é que pra eles e pra diretoria deles a culpa é sempre da arbitragem, mas eles não cobram dos jogadores que não tem inteligência emocional nenhuma, entram em Ba-Vi pra dar porrada e chilique como faziam na década de 70/80 e acham que vão ganhar o jogo sempre no grito, o 5×1 e o 7×3 mexeram muito no psicológico dos incolores.

    • Vejo o Correia com mais experiência, mas joga muito pro lado, sem verticalizar o lance. Talvez por isso seja justificada a escalação do garoto, que não é mal jogador, Ramires.

  21. Pois é Fábio concordo com tudo que vc disse é hora de curtirmos esta vitória , pois meu amigo este ano nunca vi um primeiro tempo tão assustador como o de ontem a defesa toda ARREGANHADA e se o fusquinha tivesse um pouco mais de qualidade tinha liquidado a fatura.
    Alguém tem de dizer a David que aquela porra lá vale uma final de Nordestão e que leva o campeão a uma oitavas da copa do Brasil direto , tem momentos que a displicência bate junto com uma marra que é inadequada , David pra mim tem sido uma grata e boa surpresa , jogado bem mais tem momentos que eu fico puto com as atitudes dele , mais vida que segue.
    Infelizmente Hernane brochador saiu machucado , pois ele jogando é reforço pra nossa equipe.
    Agora Domingo acho bom como estão pintando a coisa a imprenssinha tricofusquinha que se der 1×0 basta acho ótimo , pois se botarmos frente logo no inicio podemos golear as sardas o que seria lindo apesar de ARGEL.
    Posso estar errado mais ontem quando ele tirou o Cleiton Xavier eu colocaria Uillian Correia não aquela desgraça inoperante que joga forçado sem espirito guerreiro nenhum o tal do Paulinho , porra fecharíamos o meio de vez com a trinca dos volantes e liberava o Patrick para o apoio incondicional e tenho certeza que não passaríamos os sustos que aconteceram, Argel tem de entender de uma vez que é no meio que se ganha a maioria das partidas porra ontem foi difícil o coração suportar .

    • Fazia tempo que não via um jogador tão chupa-sangue igual a esse Paulinho, chega dá uma gastura só de olhar a cara desse cidadão. Sempre que entra o time morre ofensivamente, o pior é que só tem ele e o fraquíssimo Pineda.

  22. Sinval, pelo bem do Vitória no brasileiro, manda esse arremedo de treinador embora após o fim do baiano, todo mundo está vendo que ele não é treinador para a série A.

  23. Excelente análise Fábio!
    Duas colocações:
    – Não existe uma maneira de punir o moleque desse goleiro, não? Via justiça desportiva?
    – Não se pode admitir que um clube como o Vitória, que pretende se situar bem no cenário nacional, deixe isso acontecer com o sistema de iluminação!

    • Gostei da postura da torcida, organizadores e demais participantes do evento, uma reação de cabeça quente, realmente poderia prejudicar o Vitória, e além do mais esse goleirinho nos dará ainda muitas alegrias nos próximos bavis.

      • Também acho , este goleiro de botão (futebol de mesa) é muito bom que continue no gol das sardinhas motorizadas.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s