O PONTO POSITIVO FOI O PODER DE REAÇÃO

O Vitória perdeu uma grande chance de recuperar a autoestima e prestígio com o seu torcedor na noite de ontem (14/06) ao empatar em 2×2 com o Botafogo dentro do Manoel Barradas. A sonolência, a falta de inspiração, o péssimo posicionamento e senso de marcação de Thallyson e Fred permitiram que o Botafogo dominasse as ações no primeiro tempo e ter aberto 2×0, com os gols saindo pelo setor esquerdo de nossa defesa e isso custou muito caro ao Leão, que só acordou no segundo tempo e na base da raça e maior inspiração ofensiva alcançou o empate em 2×2 com gols de Gabriel Xavier e Kieza e por pouco não conseguiu a virada num lance genial de Patric e numa virada em chute forte de André Lima, nos minutos finais. O empate foi ruim pela campanha que fizemos, mas pelas circunstâncias do jogo foi ótimo, pois deixou como ponto positivo o poder de reação da equipe de Alexandre Gallo.

Primeiro Tempo Como já antecipado no “prefácio” do post, o Vitória foi dominado pelo Botafogo na primeira etapa. O único momento de lucidez do Rubro-Negro foi com um chute forte de David que acertou a trave, logo aos 3 minutos de jogo. Depois deste lance, o time carioca cresceu na partida e descobriu o mapa da mina jogando bolas nas costas de Thallyson e do zagueiro Fred. Antes de abrir o placar, o lateral esquerdo Thallyson mostrou que tava afim de entregar o ouro, quando deu uma recuada bisonha de peito para Fernando Miguel, Bruno Silva foi mais rápido e chutou tirando tinta da trave direita de Miguel. Pouco tempo depois, o lateral direito do Botafogo, Arnaldo, carregou pela ponta direita e cruzou rasteiro para Pimpão que se antecipou a Fred e quase marcou. Mas na terceira falha de nosso setor esquerdo não houve perdão! Pimpão fez um lançamento da ponta esquerda para a grande área, Thallyson furou e Bruno Silva brocou. Botafogo 1×0.

O Vitória continuava bombardeado e poucos minutos após o gol de Bruno Silva, Fred foi recuar da intermediária e deixou Pimpão de cara com Fernando Miguel, que desta foi mais rápido e atrapalhou a finalização do atacante botafoguense, que ainda sem ângulo tentou o gol, mas Kanu tirou em cima da linha, afastando o perigo. O jogo seguia nesta Dança Macabra com o Botafogo parecendo que estava no RJ e o Vitória se comportando como um timinho de quinta categoria, sem força tática, técnica e vibração, parecendo que estavam assustados! Para piorar, aos 41 minutos João Paulo cobrou falta na área e Fernando Miguel invés de mandar para escanteio (como todo goleiro das décadas de 80 e 90 faziam), resolveu dar um tapa pro segundo pau e Bruno Silva, de novo, não desperdiçou. Botafogo 2×0 e vaias para o Leão ao fim do primeiro tempo.

Segundo Tempo Alexandre Gallo deve ter chamado os caras no eixo bem naquele estilo brabo de um belo galo de briga, pois o Vitória veio com outra disposição para o segundo tempo. Tanto isso foi verdade que aos 4 minutos saiu o primeiro gol rubro-negro, quando DAVID (tão perseguido pelos corneteiros de plantão) fez uma linda jogada pela esquerda, ganhou no corpo de seu primeiro marcador, entrou na grande área e com categoria serviu a Gabriel Xavier, que dominou a pelota e com a perna direita diminuiu o placar. Vitória 1×2!

Entretanto, ao invés de aproveitar o gol cedo e buscar desde já atacar com mais intensidade, o Vitória passou a errar passes bestas na transição do meio para o ataque e sofreu perigosos contragolpes botafoguenses que voltaram a perder boas chances com João Paulo, Roger e Pimpão. Só voltamos a assustar num lançamento de Thallyson para a grande área, onde Kanu tentou um chute cruzado que bateu na zaga, voltou pra David que bateu forte, mas desviou no defensor e foi à escanteio.

O empate do Leão só aconteceu aos 30 minutos, quando Gabriel Xavier puxou um contra ataque pela esquerda e lançou rasteiro para André Lima, que tinha entrado no lugar de David, o camisa 99 ganhou na força física do seu marcador e serviu para Kieza, o K9, marcar o seu terceiro gol em 5 jogos neste Brasileirão. Vitória 2×2.

Com o empate, o jogo voltou a ficar emocionante e aberto, com as duas equipes perdendo outras boas chances de fazer o terceiro e decisivo gol. Entretanto, as situações mais claras foram desperdiçadas pelo Vitória. Aos 37min Patric deu uma de Maicon (ex seleção brasileira), veio do meio de campo com a bola dominada, passou por três marcadores, mas finalizou torto. Grande jogada, grande arranque, mas a finalização foi medonha, antes tocasse para Neílton, livre na esquerda. Por falar em Neílton, o camisa 10 fez uma jogada de Neymar poucos minutos depois deste lance, quando mostrou um repertório de drible curto para cima de 3 marcadores e cruzou na área, só que Gatito se antecipou a Kieza e segurou a bola. Já nos acréscimos, André Lima recebeu um lançamento de costas para o gol, dominou a redonda e virou batendo com uma força impressionante, mas a bola passou tirando tinta do ângulo esquerdo do goleiro paraguaio!

Enfim, o empate foi amargo no cômputo geral, mas pelo que vimos no jogo foi um resultado admirável até, pois não é fácil buscar o empate  de 2 gols em 45 minutos contra um adversário que se defende bem, que conta com um goleiro de excelente qualidade, fora a chuva e a pressão da torcida e da comissão técnica, que estão vendo uma campanha muito fraca neste começo de competição. O sinal de alerta continua ligado. Estamos muito mal na competição, mas valeu a garra e a vontade de evitar a derrota. Agora é procurar vencer à todo custo o Sport na próxima rodada e o Santos, na próxima partida do Barradão. Não tem jeito, é preciso vencer umas duas ou três em sequência para dar uma respirada maior!

VITÓRIA SEMPRE!

Anúncios

22 respostas em “O PONTO POSITIVO FOI O PODER DE REAÇÃO

  1. Olá, Fábio. Tudo bem?
    Ainda bem que voltou para o modo “público”. Estava com dificuldades com o wordpress, referente a senha e login antigos.

    O time precisa evoluir nos primeiros terços da competição, uma vez que até aqueles com elenco abastado ainda engatinham.
    Os outros que sairam na frente, mesmo que se mostrem mais organizados, devem cair de rendimento. Isso não é otimismo; é fato. O blá, blá, blá dos pontos corridos já é conhecido de todos, onde as nuances desequilibram ou estabilizam times, numa dinâmica de incertezas para o bem ou para o mal.

    Mas o Vitória ainda está distante dessa melhora, com chances na última partida criadas mais por obra do fortuito que da inteligência. A ladainha dos reforços, pois, é constante. Caso, Deus o livre, Neilton se machuque, teremos um problemão nas mãos. Além disso, ainda tem as imbecilidades, tipo as de Gabriel Xavier, que desfalcam um time já, por si, fraco tecnicamente.

    Ainda bem, com o bota cambaleante ou não, com Thalysson ou não, o time teve brio para correr atrás do placar. Mas é preciso muito, ainda mais dentro de casa.

    A tabela nos deu uma folguinha inesperada (galo e bota deveriam vir fortes), terminando com o sport na Ilha. Mesmo com a força do sport em casa, aproveitar o momento de estruturação do time, que passa por perrengues iguais aos nossos. Nesse embate, ganha quem tiver mais vontade. Nem é mesmo uma questão técnica ou tática.
    É esperar pra ver.

    Abrçs

    Curtir

  2. Eu me pergunto; qual foi o critério adotado por sinval vieira para contratar este monte de bondes? Ele conhecia o estado “fisico” dos atletas?
    O que me espanta é que o presidente Ivâ, sabia da incompetência do sinval e mesmo assim continuou apoiando, manteve o limitadíssimo Argel, mesmo sabendo que a torcida era quase toda a favor da sua saída.
    Vende Marcelo, um volante rápido|(que não temos), a preço de banana, me traz Uillian Corrêa, B.Ramires, isso para não citar laterais e zagueiros de 3a categoria, que nos colocaram na situação atual.
    O problema do ano passado não resolveu, que eram as laterais, a zaga e um meia de ligação.
    O que me faz Sinval? Me traz 03 meias com idade avançada, com histórico de contusões constantes. Me traz 02 refugos para zaga e deixa Vitor Ramos ir embora. Laterais, só se salva o Patric, o resto faltou um minímo de conhecimento por parte do diretor de “futibó”, sobre “futibó”, pois trazer estas porcarias, era melhor continuar como estava.
    Esse presidente me contrata Pet para ser o quê, afinal?
    Que jogador este diretor de “futibó”, já indicou ao clube?
    Não adianta por a culpa em Galo. Não foi ele que trouxe este bando de carniças!
    O que falta amigos, é hombridade e desprendimento, para tomar a atitude mais sensata, a saída imediata deste presidente e sua “troupe” do clube! Acho que sua saída incentivará e muito no elenco que mesmo muito ruim, ainda pode nos livrar da “CEREI B” 2017.
    Eu, como VITÓRIA, mesmo morando fora há um bom tempo, estou chateado demais com essa situação.
    Fábio, entro no seu blog , para emitir minha opinião, não para ofender ninguém, pois não perderei meu tempo com discussões pessoais, nem defesa deste ou daquele outro dirigente.
    Você Fábio, tem meu nome no cadastro do blog e pode se referir a minha pessoa como quiser, desde que não seja ofensivo.
    SRN.

    Curtir

  3. Concordo com o comentário de Fábio.

    O resultado é ruim em razão da tabela, mas positivo em razão das circunstâncias.

    O ECV sofrerá até o final em razão das péssimas contratações realizadas em janeiro.

    O elenco, hoje, consegue ser inferior ao do ano passado.

    É só comparar.

    Todos os laterais são piores que Diego Renan.

    Cleiton Xavier, contratado por R$ 300 mil por 30 meses, joga o mesmo futebol de Vander.

    Nada a mais.

    Não temos um único zagueiro no nível de “Tufão”.

    Fernando Miguel continua oscilando (defesas excelentes) e falhas incompreensíveis.

    Mas, pessoalmente, acho que o time teve uma evolução com as novas peças e com o esquema de Galo.

    Meteu Claiton Xavier e Paulinho no banco e tem utilizado suas melhores peças.

    Acho que Neilton, Yago e Felipe podem contribuir com o clube (principalmente o primeiro).

    O limite é esse. Apesar de ter ressalvas em relação a Petkcovic, acho que a estratégia de contratação no segundo semestre tem sido melhor.

    Acabou o dinheiro com as extravagâncias sem resultado prático e apelo, meramente, midiático.

    Precisamos pontuar sempre, principalmente, contra os concorrentes ao z4.

    O Vitória tem que matar Avaí, Atlético/ GO, CAP ….

    Não pode perder para o Bahia, Chapecoense, Coritiba, Ponte, Sport, Vasco e Botafogo.

    Esses são os clubes que permaneceram na “zona do perigo” no final do primeiro turno.

    Atlético Mineiro e Palmeiras reagiram em breve.

    Sou contra a campanha “fora todo mundo”.

    Esse foi o dicurso de Sinval Vieira e o time piorou.

    É discutir com o treinador mais um reforço (na zaga ou na lateral esquerda) e tentar escapar do rebaixamento.

    Somos um dos favoritos à série b, mas não adianta desespero.

    Por outro lado, no final do primeiro turno, já é momento da diretoria pensar a “temporada de 2018”.

    Para isso, é definir quais os jogadores que devem permanecer em 2018 (já buscando entendimento nesse sentido) e quais teremos que aturar em razão de cláusula contratual.

    Definir o perfil do atleta que deve permanecer independente de “série a” ou “série b”.

    Curtido por 2 pessoas

  4. Esse ano vai ser de muito sofrimento, esse elenco precisa de uma reformulação, mais dessas vez o jogadores comprometidos.
    #forapaulinho.
    #forageferson.
    #forabrunoramires.
    #forathalyson
    #foraalancosta.
    #forasalino.
    #euller.
    #forafernandomiguel.
    #foragalo
    #foraivãdealmeida.

    Curtir

    • Aqui pra nós. Euller é um LIXO !

      Jogador RUIM ! Ele, Geferson e Thalysson deviam estar a milhoes de Km daqui.

      Se acostumamos a ficar rodando porcarias pra ver se alguma dá certo.

      Curtir

    • Euler é muito bom no apoio e vinha melhorando na zaga. Esse Thalyson é ridículo. Mas é aquela coisa. Jogador da base é desprezado pelo torcedor do Vitória. Ele tem que sair daqui para ser valorizado, como ocorreu com Gabriel Paulista, Elkeson e cia. Como essa diretoria atual não tem pulso e treme na base com a primeira crítica, fritaram Euler. Paciência. #Fora Ivã Temer Almeida

      Curtir

      • Euller como lateral é um jogador ruim, que treme na base.

        Recompõe horrivelmente a defesa, indisciplinado, nervoso, péssimo no cruzamento.

        E não evoluiu desde a sua chegada aos profissionais em 2013, ou seja 4 anos…

        Tá na hora de vazar e respirar outros ares já !

        Precisamos de 2 novos laterais, esses três que estão aí, junta tudo não dá um bom jogador.

        E se for da base e for jogador ruim eu critico mesmo tanto quanto jogador que chegou de fora.

        Profissional trabalha pra evoluir, pergunta se esses porras ficam depois do treino pra melhorar o cruzamento, bater faltas, treinar finalizações…

        O Grêmio ta aproveitando Michel e Arthur da base… Vai ver o rendimento desses dois meias no meio-campo que Renato formou…

        Curtir

    • Euller é um bom jogador, mas precisa de um esquema tático que favoreça suas características… Além de MUITO, MUITO MESMO treinamento em sistema defensivo… Acho um jogador promissor e melhor que os outros laterais esquerdos do elenco.

      Jogando num esquema de 3 volantes, ele tendo liberdade pra atacar com alguem cobrindo ele nas subidas, ele seria uma peça bem interessante, pois apoia muito bem e seria um “elemento surpresa”!

      Curtido por 1 pessoa

  5. Felizmente não aconteceu o pior, mas estou impressionado como nossa defesa vem entregando, pelo menos uns 4 gols foram de falha da nossa defesa.

    Percebi que o time está trabalhando mais a bola, enfim, acabaram os chutões.

    srns

    Curtir

  6. Rapaz, escapamos por pouco! Não foi um resultado que queríamos, mas erros individuais mais uma vez aconteceram. Gabriel Xavier vai fazer falta, ele vem crescendo. Mas precisamos de mais reforços, o meio de campo ainda tá carente, sem um jogador mais agudo. Neilton foi a grande contratação, esse tenho certeza que vai nos dar muita alegria. Não sei se o Vitória ainda tem dinheiro para fazer isso, pois já tem uma ação judicial do es técnico Edinho de 6,5 milhões. Não gosto falar de arbitragem, mas esse gauchinho que veio apitar,venho de encomenda.

    Curtir

    • De fato, meu velho… Tá se mostrando o melhor goleiro do Brasil… Na época fique PIRADO!!! Valia a pena manter pq esse faria história no Leão!

      Curtir

  7. A partida de ontem me lembrou o Vitória de Mancini ano passado. Time totalmente espaçado e sem inspiração, os jogadores a kilometros de distância uns dos outros, os volantes pegavam a bola e não tinham pra quem passar, muito feio mesmo. Aliás, o Vitória pratica um futebol horroroso a pelo menos 1 ano e meio, quando veremos o time ter consistência e jogar bem?

    Temos os piores zagueiros e laterais da Série A, isso ficou claro. Fred, René, Thallyson, Geferson, Salino, Fernando Miguel, esses caras não tem condições, ontem se tivéssemos pelo menos um lateral esquerdo e um zagueiro medianos teríamos vencido o jogo mesmo sem jogar bem, dos 8 gols que tomamos 5 foram oriundos de falhas bizarras da defesa, assim fica difícil, nem Mourinho dá jeito. De bom ontem foi só a vontade mesmo, o time conseguiu a reação e poderia até ter virado, mas ficar dependendo de raça é muito pouco e vimos isso ano passado.

    Precisamos de no mínimo um lateral esquerdo(que não virá, vamos ter que aturar Thallyson e Geferson até o fim do ano) e um zagueiro que venha pra jogar ao lado do Kanu, se não a coisa vai ficar difícil escapar do rebaixamento.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s