Liga Cartola FC 2018 e Arena Fonte Nova

Olá galera, com quase três semanas de atraso vim aqui trazer como terminou a nossa liga do blog no Cartola FC neste ano de 2018. Bem, o grande campeão desta temporada foi o time “Danilo é Noob” do cartoleiro Deivid Ludovico, em segundo lugar ficou o meu time (Kattaclysma) e em terceiro lugar o Vitória Czar de Bruno Resende! Parabéns ao grande campeão e a turma que terminou entre os seis primeiros. Ano que vem tem mais e assim como evoluí de 2017 pra 18, eu pretendo novamente vir forte em 2019 no fantasy game do nosso amado Brasileirão! E quero muito o título inédito ficou razoavelmente perto este ano. A diferença do campeão para meu time ficou em 69.01 pontos!

Sobre o VITÓRIA – Ontem rolou mais uma reunião do Conselho Deliberativo e a pauta mais importante foi sobre a Arena Fonte Nova. Entretanto, para a decepção da maioria dos conselheiros, Ricardo David não apresentou nenhum dado ou proposta oficial que o Vitória teria recebido para jogar lá. A expectativa era de que RD iria chegar lá com a proposta do consórcio AFN e botaria em debate com posterior votação se o clube aceitaria ou não a proposta. Mas, segundo o presidente, ele e o vice-presidente Francisco Salles terão a primeira reunião referente ao tema hoje com os envolvidos da Arena Fonte Nova e que posteriormente a proposta será levada ao Conselho Deliberativo para devida apreciação e discussão acerca do assunto.

Minha opinião é de favorável jogar toda a Série B lá se a proposta financeira for muito boa para o EC Vitória (R$ 5 milhões ou mais para fazer os 19 jogos da Série B na Arena). Vale a pena lembrar que este ano de 2019 será muito atípico, com o Vitória descendo de 40 mi de cotas para R$ 9 milhões. Portanto, toda receita nova que venha melhorar os cofres do clube serão bem vindas. O próprio Ricardo falou ontem na reunião, que a ideia inicial é discutir uma possível parceria com a Arena apenas para a próxima temporada, pois ele não pensa em contrato longo que poderia impactar outras gestões a frente (em setembro de 2019 terá eleições gerais no clube novamente). Essa negociação tem que ser feita com muito cuidado e critério, buscando, no mínimo, a isonomia da AFN em relação ao tratamento dado ao rival, tanto em valores financeiros como na maldita customização.

Termino o texto lembrando que a decisão de jogar na Arena ou não será exclusiva do Conselho Diretor, que é composto por Ricardo David (presidente) e Francisco Salles (vice-presidente). Não é papel do Conselho Deliberativo decidir sobre mando de campo do clube. Entretanto, a diretoria executiva do clube quer ouvir os sócios e os conselheiros para tomar uma decisão não monocrática.

14 respostas em “Liga Cartola FC 2018 e Arena Fonte Nova

  1. Prezado Fábio,

    Pessoalmente, não acho que temos obrigação de mudar porque o CAP fez não.

    Aliás, a mudança do CAP piorou o escudo, uma vez que, retirou a identificação para colocar as iniciais no canto.

    O problema que observo em nosso escudo é a dificuldade de identificação.

    Façamos um exercício de imaginação com o escudo dos 7 principais clubes do nordeste:

    Nautico – Santa – Sport – Vitória – Bahia – Fortaleza – Ceará.

    Se fizesse uma enquete em todo o Brasil, 90% dos brasileiros reconheceriam os escudos de Bahia – Nautico – Ceará – Fortaleza porque tem o nome da equipe no escudo.

    Por outro lado, nem 50% dos brasileiros seriam capazes de reconhecer o escudo de Sport – Vitória – Santa.

    Aliás, sítios virtuais de outras instituições (como Sampaio Correia e Atletico de Medelin) divulgaram o escudo fake divulgado pelos rivais em lugar do nosso.

    Só esta informação torna inquestionável a realidade de dificuldade de identificação.

    Por isso, me tornei favorável a discussão (que sei que não conta com adesão da maioria).

    A hipótese é porque considero que seria um retorno ao primeiro escudo em forma de circulo com o nome da agremiação mas, como a intenção seria reforçar a marca, com a estratégia utilizada pelo PSG.

    Não terei condição de acompanhar o blog nas próximas semanas em razão de falta de internet.

    Feliz natal a todos.

    Fábio, obrigado pela paciência e dedicação.

    Robson Leão

    Curtido por 1 pessoa

  2. Analisando a proposta do CAP de mudança do escudo e nome da agremiação tive a certeza que o ECV teria analisar a possibilidade de alterar seu escudo para fortalecer a marca, inclusive, para atrair atenção de investidores para o projeto Barradão.

    Já tive muita resistência a proposta, mas é só analisar o que fizeram o PSG, Milan, Roma, Juventus, Ajax …. para verificar que a opção é muito mais comum do que imaginamos.

    Nosso escudo só é conhecido na bahia ou entre pessoas muito ligadas ao futebol.

    Acho adequado reforçar o nome VITÓRIA e o ano de fundação 1899.

    Pessoalmente, copiaria o modelo do escudo do PSG.

    Colocaria o nome VITÓRIA na posição em que posicionaram o PARIS e “esporte clube” na parte inferior.

    Na parte central, colocaria as iniciais ECV em sequência (e não uma em cima da outra) e o ano fundação 1899.

    Paralelamente, reforçaria a trajetória olímpica do clube colocando todos os títulos estaduais e regionais do remo, basquete, futsal, volei, futebol feminino, beach soccer etc …., uma vez que, somos uma das principais equipes olímpicas do norte nordeste do Brasil.

    Robson Leão

    Curtir

  3. Considero que o Barradão poderá ser, no futuro, um grande trunfo para o Vitória.

    Mas, pessoalmente, sou a favor de um contrato de 5 ou 6 anos com a Arena Fonte Nova.

    Até 2023, o Governo do Estado repassará aproximadamente 100 milhões ano para o consórcio.

    Por isso, a Arena repassa ao rival um “valor mínimo” que tem superado o que o Vitória arrecada com o Barradão desde 2013.

    Ou seja, se o Vitória estivesse na Arena Fonte Nova desde 2013 teria recebido valores muito superiores aqueles arrecadados no Barradão.

    Além disso, teríamos a oportunidade de explorarmos áreas da Arena Fonte Nova sem nenhum custo.

    Já fui a favor de um projeto como o de Francelso, mas devemos ponderar que a região do Barradão passará por uma mudança radical em uma década.

    Via expressa – Gal Costa – Orlando Gomes – Metrô – Nova Rodoviária – VLT do subúrbio (todos esses equipamentos benficiarão o miolo de Salvador).

    No início do ano de 2019, a MRV lançará um projeto de 700 apartamentos na Avenida Mário Sérgio e ainda existem outros terrenos da área que servirá para outros empreendimentos.

    Considerando a realidade que já existe o projeto do Barradão deve aproveitar o espaço toda a semana com outros equipamentos para aproveitar, inclusive, o estacionamento para quase 2.000 veículos.

    Evidente que isso exige um estudo que não temos condição nem de imaginar, mas eu pensaria em colocar grama sintética no “Campo do Perônio” (hoje de terra) para acabar com o terceiro campo da área do estacionamento e construção de um ginásio para 1.000 pessoas no estilo Arena Unifacisa ou Arena Km de Vantagens (Chevrolet Hall) no lugar para as equipes olímpicas e uma academia para sócios dessa que tem franquia em toda a cidade.

    Além disso, sacrificaria 250 vagas de estacionamento para construção de um mercado de porte médio (com farmácia e lanchonete) para aumentar fonte de renda.

    Evidente que o Vitória não teria 200 milhões para investir nisso tão cedo.

    Então é se contentar em garantir renda na arena fonte nova e organizar as finanças até o local se tornar atraente para investidores que tenham interesse em se associar a agremiação.

    Robson Leão

    Curtir

    • Concordo ! O ECV tem patrimônio, mas precisa de uma requalificação enorme e profunda para torna-lo rentável. Mas, isso demanda um alto investimento que foge às possibilidades do clube no momento. Por tanto, acho que o Vitória deve sim jogar na AFN, por enquanto.

      Curtir

  4. Na minha opinião, o Vitória deveria jogar esse ano na Arena Fonte Nova. Aí aproveitaria pra começar a fazer uma reforma em etapas no Barradão, como eu disse no post anterior, isso pra que em 2020, na Série A,o estádio esteja ao menos mais confortável para a torcida.

    Curtir

      • A maior questão é a vontade de fazer, Francelso. O dinheiro da reforma pode vim de vários lugares, até por que seria uma reforma em etapas e as obras andariam a medida que o dinheiro fosse entrando. O problema que é preciso ter vontade pra fazer isso e infelizmente nosso presidente é Ricardo Davi…

        Curtir

  5. Parabéns Deivid!!! Será que ano que vem vamos ter o cartola? Com essa complicação toda de direitos de transmissão e imagens? 🤔

    Curtir

Deixe aqui o seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.