Atlético-BA 1×2 Vitória | A tarde dos coadjuvantes

O Vitória não foi brilhante mais uma vez, mas conseguiu seus primeiros três pontos no Baianão 2021. O rubro-negro começou atrás do marcador, logo aos 10 minutos, quando o lateral Miller abriu o placar com um belo chute de primeira, sem chance para o goleiro Yuri, mas soube virar a partida no segundo tempo com dois gols de jovens coadjuvantes, que saíram do banco de reservas para mudar o panorama do jogo: Hítalo, 19 anos, e Soares, 23.

Primeiro Tempo O anfitrião mostrou boa marcação e na primeira ofensiva conseguiu marcar o seu gol, com Miller aos 10 min. Com isso, o Leão sentiu o baque e ficou travado no forte esquema de marcação do Atlético, além de sofrer com a falta de verticalização e profundidade de Fernando Neto e Vico, que são titulares do time sem nenhuma justificativa. O famoso “é titular porquê é titular”. O primeiro, agora dono da 10, não tem nenhum dinamismo, lento, com baixo índice de acerto de passe e quando solta a bola é para os lados ou para trás e quando tenta verticalizar o índice de erro vai a quase 100%. Já o segundo, Vico, não tem velocidade, nem drible, mas insistem em colocá-lo como ponta e aí mata o esquema tático!!!! Talvez, só talvez, Vico possa render mais como meia ofensivo central, já que possui um chute de média distância razoável, assim como passe e visão de jogo. Fora disso, não dá pra jogar com ele como extremo! Quem mais tentou e ameaçou o gol do Atlético foi David, com alguns chutes de fora da área.

Segundo Tempo O jogo seguia a mesma toada, até os 23 minutos, quando Hítalo, que entrou no lugar de Vico, recebeu em profundidade, driblou o zagueiro Bremmer e o goleiro Fábio Lima, e de biquinho da chuteira marcou um golaço. A partir deste momento e principalmente com a saída do lento Fernando Neto, o rubro-negro passou a ter mais lances de profundidade e aos 35 min virou o jogo quando o goleiro Fábio Lima saiu pra cortar o lançamento para David, se chocou com o zagueiro da própria equipe e a bola sobrou livre para Soares, o Anmerson Bolota, fazer a viradinha rubro-negra!

Agora o Vitória se concentra para a estreia na Copa do Nordeste, no sábado, às 16h, contra o Santa Cruz, no Estádio Barradão. Será o primeiro jogo do rubro-negro como mandante nesta nova temporada!

2 respostas em “Atlético-BA 1×2 Vitória | A tarde dos coadjuvantes

  1. Há conversas que o Vitória vai trazer Walter? Será que é verdade? Uma aposta de muito risco! Não é uma contratação para o ambiente atual do Vitória.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Fernando Neto é um volante de boa qualidade. Gosto dele como segundo volante. Está jogando improvisado de meia. Eduardo ainda não está pronto, precisa de um trabalho de fortalecimento muscular se quiser jogar no profissional.
    Já Vico concordo com Fábio, testaria ele de meia, mas parece que só existe um esquema tático: 4 3 3
    Outra coisa, esse negócio de jogar pressionando no campo adversário só dá certo aqui no baianinho. Time meia boca, como é o Vitória, precisa jogar fechadinho mesmo, jogando no erro do adversário, principalmente fora de casa.
    Esse negócio de estilo de jogo ofensivo só funciona em time que tem qualidade, que não erra passe. Infelizmente, não é a nossa realidade. Essa ultima série B comprova isso.
    SRN

    Curtido por 1 pessoa

Deixe aqui o seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.