O Primeiro Grande Desafio da Copa do Brasil

O Campeonato Baiano já foi, “parabéns” aos esquemas obscuros da Federação Bahiana, TJD-BA e dos mafiosos do rival. Mas agora é hora de mudar a chave, pois hoje é noite de Copa do Brasil e o rubro-negro terá o seu primeiro grande desafio na competição; enfrentar um time de peso do país, de “camisa” e “tradição” nas competições nacionais, sobretudo as de mata-mata. O Internacional não é nem de longe aquele time da era Paulo Roberto Falcão e tampouco do timaço que encantou o Brasil de 2006 a 2010, quando foi campeão de Libertadores e Mundial. Entretanto, é um time que apesar de ter sucumbido precocemente em seu estadual, tem sim bons valores em seu plantel, por isso o jogo de hoje será duríssimo!

De volta com os jogadores que estavam suspensos no Baianão, o técnico Mancini terá a chance de formar uma line-up bem mais competitiva para o duelo desta noite e tem todas as chances de sair de lá com um triunfo, já que o Inter vem de um período turbulento, eliminado pelo Grêmio no Gauchão, quase 30 dias sem jogar e com a torcida cuspindo marimbondos. Pra alegrar nossos corações, nos últimos três duelos contra o Inter, o Leão venceu os três, inclusive o que praticamente jogou o Inter na segunda divisão em 2016, com gol de Kanu, em pleno Beira-Rio, o mesmo palco de hoje.

Vitória x Inter também travou um embate na justiça naquele ano de 2016, tudo por conta da “piruagem” do rival sobre a suposta irregularidade de Victor Ramos e mais uma vez o Leão detonou os cholorados, inclusive mostrando que até e-mail falso tinha sido utilizado pelo time gaúcho para tentar se livrar do rebaixamento. Por isso, o jogo de hoje até se torna mais apimentado!

Agora, o time do Inter deste ano é muito melhor do que o de 2 anos atrás. O colorado tem como principais destaques o volante Rodrigo Dourado, o zagueiro Rodrigo Moledo (bom na bola aérea e em cobranças de falta à distância), o meia D’Alessandro e o ponta Rossi, ex Chapecoense, que no primeiro turno do Brasileirão de 2017 foi sensação e se transferiu para o exterior. Outro jogador de destaque é o lateral esquerdo Iago, que também joga como extremo esquerdo, possui habilidade e bom poder de finalização. Portanto, a partida desta noite vai exigir muito do Vitória, principalmente no quesito foco, posicionamento e intensidade.

Por estar jogando em casa e ter jogadores mais experimentados em competições mais duras, o Internacional é o grande favorito da noite. Mas pesa a favor do Vitória o longo tempo de inatividade do adversário e o retrospecto recente. Se o Vitória entrar com determinação, sem temer o adversário, sem o velho “complexo de inferioridade” que assola os times nordestinos em duelos no eixo sul/sudeste, o Vitória tem sim chances de sair com um triunfo ou com um empate (que também seria um bom resultado).

Vitória Sempre!

*******

Galera e aí, vão colar com a Liga Apostada do CartolaFC aqui? Preciso entre 40 a 50 participantes para dar uma premiação legal. Se até sábado não chegar neste número, vou entender que vocês não querem, seja por duvidar de minha índole ou porque não querem mesmo ter algo motivante (como premiação) em nossa liga do cartola.

Anúncios

Pra manter o embalo de visitante indigesto

Depois de Flamengo e Corinthians, o jogo contra o Botafogo no Estádio Nílton Santos na capital carioca será um grande desafio para testar até onde vai a saga de Visitante Indigesto do Vitória neste brasileirão. Assim como “as duas maiores torcidas do país”, o duelo contra o Botafogo tem um favoritismo enorme para o time mandante devido aos seus números no atual Brasileirão e pela força de seu conjunto e de seu treinador. Se o leão venceu os últimos 4 jogos como visitante, o Botafogo venceu os últimos 4 jogos, sendo 3 deles como mandantes. Portanto, fazendo o recorte temporal é o duelo do Mandante Doutrinador versus Visitante Indigesto.

“É pra manter isso, viu?!” Ao vencer o Galo Mineiro no domingo passado, o Leão saiu da zona e como disse o golpista-mor da nação, o Vitória precisa manter sua força de visitante indigesto para começar a abrir distância para a zona de degola. E para isso nada melhor que enfrentar o Botafogo, pois a história mostra que temos bom retrospecto contra eles, inclusive como visitante. Já teve um ano em que demos 4×1 lá no RJ, na época do mito Allan Dellon. Entretanto, desde 2009 o time carioca passou a tentar frear esta freguesia, ganhando a maioria dos jogos, seja dentro do RJ ou aqui no Barradão. O último triunfo nosso sobre o Botafogo foi em 2014, 2×1, no Barradão. Já como visitante a última vitória leonina foi em 2009 quando fizemos 3×1 com gols de Leandrinho, Gláucio e Leandro Domingues no dia 27 de setembro.

No “1º turno”, o Vitória empatou em 2×2 com o Botafogo!

Para manter este embalo, o técnico Mancini terá poucas mudanças no time titular em relação à última partida. A única baixa até o momento é Kanu, que sentiu a região do joelho e está vetado. Com isso Ramon deve voltar à zaga e Fillipe Soutto ficar na volância ao lado do combativo Uillian Correia. Além desta mudança, Patric retorna à lateral direita já que Caíque Sá ainda está fora de combate.

Já o Botafogo, do treinador sensação Jair Ventura, virá para este confronto com alguns desfalques como Arnaldo, Roger e talvez Rodrigo Pimpão. O técnico carioca sabe que precisa vencer para se aproximar ao G6 e classificar pelo segundo ano consecutivo a Estrela Solitária para a Libertadores e que por isso mesmo pede foco e dedicação aos seus jogadores. Além disso, Jair se mostrou com o desempenho do Leão como visitante e vai usar os vídeos de nossos jogos e suas palavras para evitar que o time botafoguense entre de salto alto ou desatento.

Enfim, será um jogo duro e que exigirá do Leão a mesma dedicação e concentração defensiva e contra-ataques cirúrgicos como vimos contra o Flamengo, Corinthians e Atlético Mineiro. O Botafogo, para piorar, tem um estilo de jogo parecido com o nosso e jogadores que podem desequilibrar nas bolas paradas e bolas alçadas na área como Victor Luís e Bruno Silva, respectivamente. Sem falar de Rodrigo Lindoso que é aquele volante moderno que marca e sabe chegar na frente como elemento surpresa. Sem dúvidas é mais um grande teste para o Visitante Indigesto! Que o rubro-negro mantenha a vibe e siga a sua saga para permanência na Série A. Infelizmente, é o que nos resta!

Vitória Sempre!

PRELEÇÃO | Vitória vs. Corinthians

E neste domingo às 16 horas iremos para o segundo duelo na nossa árdua caminhada nesta Série A de 2017. O adversário nesta rodada é muito mais qualificado que o modesto Avaí, cujo empate saiu de bom tamanho na estreia,  visto os desfalques que tivemos naquela jornada. Vitória e Corinthians vão jogar na Arena Fonte Nova, por conta da manutenção das catracas do Barradão que foram estrategicamente efetuadas para este momento. Estranho o Vitória jogar no estádio depois de tudo que aconteceu na semi final da Copa do Nordeste e final do baiano.

A situação de contundidos no Vitória continua preocupante, além dos frequentadores assíduos do nosso DM, perdemos também o lateral direito Patric com lesão de grau 1 na coxa e o nosso capitão e volante Farias com incomodo muscular. De notícia boa apenas o retorno de Fred e a regularização dos novos contratados pelo clube. Thallyson, Caíque Silva e Toddynho estão a disposição do nosso técnico e podem nos dar opções úteis para esta partida. O provável time para domingo será: Fernando Miguel, Caique, Alan Costa, Fred, Geferson (Thallyson), Renê Santos, Uillian Correia, Cleiton Xavier, Pisculichi, Paulinho (Todynho) e David

O técnico Carile do Corinthians  tem apenas um desfalque para esta partida. O zagueiro Pablo foi vetado por problemas musculares e será substituído por Pedro Henrique. O time deve ter a mesma base que tropeçou na primeira rodada em casa empatando com a Chape pelo placar de 1×1. Os destaques da equipe paulista são os meias Rodriguinho e Jadson, além do atacante Jô que passa por uma fase artilheira e é a esperança de gols da equipe nesta série A. O Corinthians vai a campo com Cassio, Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Arana; Gabriel, Maycon e Jadson; Rodriguinho, Romero e Jô.   

Difícil imaginar um cenário favorável para o nosso time nessas primeiras rodadas da série A. Nossa torcida já identificou os problemas na formação desse elenco, sabem as necessidades do nosso plantel, mas não percebemos nenhuma ação e esforço do clube para contratar reforços para sanar essas carências. Só resta torcer para que nosso time se supere e que o fator casa prevaleça nesta partida. Parece que a nossa trajetória nesta série A será mais sofrida do que imaginávamos. Oremos!

SRN e bom jogo a todos! 

BRASILEIRÃO-17 | Avaí x Vitória

Vai começar a competição que você respeita!  Série A vem aí!

Enfim chega o momento mais esperado do ano. A principal competição do ano começa e já esperamos fortes emoções assim como em 2016. Com um início de ano abaixo da expectativa da torcida Rubro Negra, o Vitória vem de duas eliminações precoces na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste, um título no campeonato baiano, além de chegar no início do Brasileiro sem os esperados reforços, sem as dispensas necessárias em nosso elenco e com o anúncio de Petkovic como Manager do clube, acumulando função de gestor e técnico do time.

A primeira impressão que fica é que estamos literalmente no caminho errado, e é isso mesmo que está acontecendo. Com o departamento médico do clube lotado, vamos torcer e sofrer muito no nosso primeiro embate em Floripa contra o modesto e concorrente direto Avaí na Ressacada. O Vitória não contará com Kieza, André Lima, Gabriel Xavier, José Wellison e Kanu para esta estreia. A esperança é que com um pouco mais de tempo para treinar o time, Wesley Carvalho, o ex interino e agora novamente auxiliar, tenha conseguido implementar um estilo e uma tática de jogo melhor do que os 5 primeiros meses em que o bombeiro Argel não conseguiu. O provável time para domingo será: Fernando Miguel, Patric, Renê Santos, Alan Costa, Geferson, Farias, Correia, Cleiton Xavier, David, Paulinho e Rafaelson.

O Avaí retornou a série A este ano. Começou o ano mal no campeonato Catarinense, mas conseguiu se ajustar com a chegada do técnico Claudinei Oliveira. Depois de uma campanha inicial bem irregular o Avaí chegou na final da competição perdendo o título para a Chapecoense. O time catarinense foi reformulado e as peças mais conhecidas são Marquinhos, Betão e Junior Dutra. Sem problemas de ordem físicas o Avaí tem todo o elenco a sua disposição e sem fazer mistérios o técnico já escalou e definiu o time para sua estreia. O Leão Catarinense vai a campo com Kozlinski, Leandro Silva, Alemão, Betão, Capa, Luan, Judson, Marquinhos, Rômulo, Denilson e Junior Dutra.

Independente do amadorismo e da falta de critérios e atitude demonstradas pela direção do Vitória nos últimos dias, nosso foco total e nossa torcida é exclusivamente para obtermos um bom resultado dentro de campo neste domingo. Estrear bem na série A irá trazer um pouco de paz e tranquilidade para o nosso conturbado ambiente. Todas as orações e vibrações serão bem vindas e que voltemos de Floripa com 3 pontos preciosos na bagagem.

SRN e bom jogo a todos!

Relacionados:                 

Goleiros: Fernando Miguel e Caíque

Laterais: Euller,  Geferson, Leandro Salino e Patric

Zagueiros: Renê Santos, Bruno, Vinícius e Alan Costa

Volantes: Willian Farias, Uillian Correia e Flávio

Meias:  Cleiton Xavier, Pisculichi e Jhemerson

Atacantes: Pineda, Paulinho, Rafaelson e David

OBS: Hoje é uma data muito especial, o EC Vitória completa 118 anos neste 13 de maio de 2017. Dia de nós vestirmos vermelho-e-preto e reforçar o orgulho e a paixão pelo Leão da Barra.

*NBB: O Universo Vitória perdeu ontem para o Paulistano por 82×72 e precisa vencer amanhã para forçar a quarta partida em Salvador, no Ginásio de Cajazeiras.

Vitória encara Palmeiras na despedida do Brasileirão-2016

banner-vitoria_vs_palmeiras_br2016

Diferentemente dos outros anos ruins na Primeira Divisão chegamos na rodada final praticamente salvos do rebaixamento. Só uma grande tragédia para isso acontecer e tudo isso devido à importantíssima vitória sobre o Coritiba em pleno Couto Pereiro, no dia 28/11. Só não contávamos com a tragédia envolvendo a Chapecoense na madrugada da terça-feira (29), que ofuscou nosso triunfo maiúsculo e parou o futebol brasileiro por uma rodada, devido ao forte clima de comoção e respeito aos atletas, comissão técnica e dirigentes da Chape, além dos 20 jornalistas que perderam suas vidas naquele maldito avião da LaMia, pilotado por um ser irresponsável.

O luto ainda se faz presente na vida dos desportistas do Brasil, mas a vida segue e o mundo não para. Como tudo que começa tem um fim, chegou a vez do encerramento do Campeonato Brasileiro edição 2016, um dos mais equilibrados da história. Com a prorrogação do Brasileirão por mais uma semana, vários jogadores que já tinham embarques para as cidades que passarão as merecidas férias, não disputarão esta derradeira rodada e teremos muitos times escalados com seus reservas e sub-20, o que dá um ar de total imprevisibilidade para se cravar quem é o favorito. Vale ressaltar que por motivos óbvios o jogo entre Chapecoense x Atlético Mineiro não acontecerá.

Sem Kieza, Norberto e Victor Ramos suspensos, o técnico Argel Fucks vem treinando a equipe durante as duas últimas semanas testando várias alternativas e ainda não definiu o time titular que irá a campo neste domingo. Entretanto tudo indica que não será muito diferente desta provável escalação: Fernando Miguel, Diego Renan, Kanu, Ramon e Euller; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas, Marinho, David e Zé Love.

Já o Palmeiras liberou cerca de 14 jogadores e virá com um time super-reserva, mas mesmo assim conta com alguns jogadores talentosos como Cleiton Xavier, Alecsandro, Tchê Tchê e do goleiro Jaílson, que vive grande fase. O campeão brasileiro 2016 deverá ser formado por Jaílson, João Pedro, Mina, Thiago Martins e Fabrício, Thiago Santos, Tchê Tchê e Cleiton Xavier, Erik, Leandro Pereira e Alecsandro.

Acredito que o Vitória tem tudo para ganhar e bem no domingo. O Palmeiras já é o atual campeão, este jogo é apenas para cumprir tabela e esta escalação deles não assusta. O Leão tendo a mesma pegada dos últimos jogos terá uma grande chance de golear, apesar que o mais importante é vencer e deixar a peteca do rebaixamento para Internacional e Sport.Temos totais condições de não ter nenhum susto nesta partida, basta jogar com seriedade e responsabilidade.

Não admito que o torcedor rubro-negro, que lotará o Barradão, necessite ouvir no radinho para saber como estão os jogos de Sport x Figueirense e Inter x Fluminense. Acho que depois desta campanha fraca, merecemos uma certa tranquilidade né? E nada de terminar com um empate xoxo, temos que terminar o ano vencendo, recuperando o “mito” do Barradão e jogando água no chopp palmeirense.

escalacoes-vitoria_vs_palmeiras

Face: facebook.com/casarubronegra

Twitter: @casarubronegra

Coritiba x Vitória | É vencer ou vencer!

coritiba-vs-vitoria-2016

O Vitória encara logo mais, às 19h de Salvador, o Coritiba na capital paranaense e já sabe que apenas o triunfo lhe assegurará a permanência na Elite do Brasileirão para o ano de 2017. Os jogos deste fim de semana não foram legais, o Sport empatou com o América-MG e o Internacional venceu o Cruzeiro por 1×0 ontem à tarde e esta partida me deixou com uma certa impressão de que rolou um agrado nos bastidores, tamanha a indolência dos cruzeirenses no lance que resultou no gol colorado e os dois gols perdidos pela equipe mineira no meio da pequena área com Alisson e Ábila. Diretoria, abre o olho!

O Coritiba já não corre risco de rebaixamento e por isso mesmo vai poupar alguns atletas, entre eles a revelação Raphael Veiga que foi contratado pelo campeão Palmeiras e fará parte do plantel da equipe paulista a partir de janeiro de 2017. Entretanto, mesmo sem motivação, já foi veiculado que o Internacional (no ápice do desespero) resolveu quitar uma dívida que tinha com o Coxa, justamente agora em que eles lutam contra nós pela fuga do rebaixamento. Diretoria, abre o olho [2], os caras estão se movimentando. Fiquem espertos, os bastidores da bola são mais sujos que pilotos de motocross.

Apesar da história do Campeonato Brasileiro – Série A apontar que nunca vencemos o Coxa lá no Couto Pereira, acredito que chegou a grande chance para se quebrar este tabu. O time do Coritiba não vem tendo boas atuações recentemente e é neste fator que Marinho, Kieza, Zé Love e Cárdenas tem que sobressair. Tendo estas figuras inspiradas e motivadas, certamente o Vitória fará gols esta noite. Argel Fucks revelou que o time vai a campo com Fernando Miguel, Norberto, Victor Ramos, Kanu e Euller; Marcelo, Willian Farias e Cárdenas; Marinho, Zé Love e Kieza.

vitoria_coritiba_luiz-tito-ae

No primeiro turno, o Vitória fez 3×1 no Coxa, em Feira de Santana.

Já pelo lado do coxa – Sem ter o brilho de antes, Kléber inspira cuidados, pois é um bom finalizador, entretanto seus companheiros de ataque, Leandro e Kazim, são jogadores comuns, de pouca técnica. Já na meiuca há o cara que oscila demais e que conhecemos bem, Juan, ex lateral esquerdo e que agora joga como meia armador. Habilidoso e fera nas bolas paradas, este é o homem a ser combatido pelos nossos volantes. Todavia, se ele estiver na fase de “maré vazante”, ótimo. O técnico Paulo César Carpegiani formará o Coxa com Wilson, Dodô, Wallisson Maia, Juninho e Benítez, Amaral, Yan e Juan, Kléber, Leandro e Kazim.

Neste jogo de logo mais, o Vitória terá que entrar com muita disposição, sangue nos olhos e vontade de vencer. Não podemos dar chance ao azar, deixar para buscar a salvação no último jogo será um erro! Esta noite é a melhor chance para quebrarmos o tabu e chegar mais aliviado no domingo contra o Palmeiras, que mesmo podendo vir com time reserva é um elenco forte, com boas opções para todos os setores. Sem falar de nosso péssimo retrospecto de última partida no Barradão, em luta contra rebaixamento. Vencendo hoje, deixaremos toda a tensão e responsabilidade para o Internacional, que enfrentará o Fluminense no RJ na última rodada precisando de nossa derrota e de vencer o Flu de goleada. Que o espírito dos jogadores rubro-negro estejam imbuídos disso, de vencer hoje e deixar o adversário nesta sinuca de bico.

esquematatico-coritiba_vs_vitoria_2016

Fábio Monteiro

Twitter: @casarubronegra

Facebook: https://www.facebook.com/CasaRubroNegra/

VITÓRIA x ATLÉTICO-PR | Uma nova formação em busca da salvação

ficha1-vitoria_vs_atletico-pr

Diferentemente do limitado e teimoso Vágner Mancini, o treinador Argel Fucks não peca por omissão nem por teimosia. Desde que aqui chegou vem rodando o elenco em busca da formação ideal, sobretudo na área vital de qualquer equipe: o meio de campo. Na função de armador Tiago Real, Serginho e Cárdenas foram testados e reprovados; já como volante de contenção ao lado de Willian Farias já foram dadas chances a Marcelo e Amaral, e hoje o técnico vai com José Welison em sua função original. O critério de Argel é: “entrou, jogou e não correspondeu, volta pro fim da fila”. E até no setor defensivo já teve jogadores modificados, na lat.direita saiu o péssimo Diogo Mateus para o reaproveitamento de Diego Renan no setor, com Euller fazendo a lateral esquerda, e o jovem Ramon não soube se firmar no miolo de zaga e agora vê Kanu ao lado de Victor Ramos. Enfim, por falta de tentativa de encontrar no elenco novas saídas, o técnico Argel não pode ser criticado.

E mais do que nunca o Vitória precisa vencer a partida de logo mais, pois ela é peça-chave para a ultima cartada em busca da permanência na Série A. Precisamos apenas vencer os três jogos que ainda temos em Salvador para nos salvar. Não acho legal esperar por vencer o Santos na capital paulista ou o Coritiba no Couto Pereira. Temos que fazer nosso dever de casa, literalmente, em casa! E buscar um ou dois empates nas duas restantes como visitantes.

Creio que estas mudanças feitas por Argel podem remotivar o plantel e sinalizar, ainda que tarde, que ninguém tem cadeira cativa entre os titulares e que de alguma forma o comando técnico exige dedicação e resultado aos jogadores que entrem como titulares. E a partida de logo mais vai exigir bastante isso, pois o Atlético Paranaense busca a confirmação de sua vaga à Taça Libertadores, está na 5ª posição, e conta com um elenco brigador, que vende caro a derrota, mesmo sendo a terceira pior equipe quando atua fora de seus domínios. Não se enganem, a partida vai ser dura e tensa. Não esperem facilidade, isso só virá se nosso time estiver com aquela inspiração acima da média.

Espero que Argel, assim como os jogadores, esteja iluminado e que o VITÓRIA faça uma grande partida e volte a vencer em casa, para quebrar esta maldita sina de virar entregador de pontos delivery e sair da zona já nesta rodada, para jogar com o Santos na próxima rodada um pouco menos pressionado (e isso não significa jogar para aceitar uma derrota e sim, sem precisar se lançar ao ataque de forma kamikaze para buscar o triunfo).

escalacao-vit-vs-cap2016