Agora é o VITÓRIA, viu Paraná?!

Depois de despachar o Tricolixo de Itinga, o Paraná pensa que vai fazer a festa com outro time baiano. Não se enganem, paranistas. Agora é o VITÓRIA e o buraco é muito mais embaixo. O rubro-negro detém a melhor campanha no cenário nacional dentre os 20 clubes da Série A, cada um em seu regional e estadual, é claro. Dezenove triunfos em 22 jogos disputados e apenas 1 derrota, este é o nosso atual handicap em 2017, além de estarmos invictos na Copa do Brasil e também no Barradão. Portanto, não achem que acharão uma equipe apática e sem poder de criação e finalização como foi o “baêa” na fase anterior, em que vocês fizeram 2×0 facilmente, sem sofrer nenhum risco deles.

O Vitória entrará em campo motivado após vencer o rival no último domingo por 2×1 na Arena Sardinha e sabe que precisa jogar sério e manter a pegada para a sequência da Copa do Brasil. O Paraná está surpreendendo este ano e mesmo com um elenco sem grandes nomes e muito limitado tecnicamente, fez a melhor campanha no Paranaense e foi eliminado em um jogo duro contra o Atlético-PR, na semana passada. Por isso mesmo, que nossos jogadores não devem entrar achando que poderão resolver a qualquer momento.

Apesar do relativo sucesso do Paraná Clube em seu estadual, não o vejo como bicho de sete cabeças. Temos mais elenco e poderio ofensivo. Vale lembrar que eles passaram pelo Asa em cobrança de pênaltis e não fez um gol sequer nos 2 duelos contra o time alagoano que deve estar na Série C, no mínimo. Se fizermos nosso beabá de sempre, estaremos caminhando para mais um triunfo no Barradão. O importante é que, sabendo que o primeiro jogo é aqui, Argel procure mobilizar a tropa rubro-negra para vencer por 2 ou 3 gols de diferença, no mínimo, e sem tomar gols, obviamente.

LISTA DOS RELACIONADOS

Goleiros: Caíque, Fernando Miguel e Wallace
Laterais: Euller, Leandro Salino, Norberto e Patric
Zagueiros: Alan Costa, Fred, Kanu
Volantes: Bruno Ramires, Uillian Correia e Willian Farias
Meias: Cárdenas, Cleiton Xavier, Gabriel Xavier, Jhemerson
Atacantes: André Lima, David, Paulinho, Pineda, Rafaelson

Vitória Sempre!

#CopadoBrasil2017

#RumoAoTítuloInédito

#VamosNaFé

EFEITOS COLATERAIS DO CLÁSSICO

Ganhamos do Bahia por 2×1 no último domingo. Abrimos 2×0 ainda no primeiro tempo, gozamos com as sardinhas. Tudo lindo né? A mim nem tanto. A escolha de Argel pelo time titular no clássico de domingo, que não valia nada na competição, pois ambas equipes já tinham suas classificações e posicionamentos na tabela definidos; apresentou seus efeitos colaterais. Perdemos Kieza por no mínimo dois jogos e José Welison por 06 meses em novo rompimento dos ligamentos do joelho, desta vez na perna direita.

Falar depois do clássico pode e é fácil, mas quem convive comigo pessoalmente ou pelo whatsapp viu que eu defendia que se jogasse com o time reserva, pois o time alternativo também é qualificado e coleciona três goleadas na competição, coisa que o titular ainda não fez (até o momento o placar mais dilatado pelo time titular é 3×1 no Sergipe). E não tenho dúvidas que o Time B seria capaz de vencer o Rival, que até o momento não tem nada de grandioso ao contrário do que a maioria dos cronistas baianos tentam passar. O fato é que este time do Bahia só “se cria” em times de Séries C, D e os sem divisão.

Este rival, tão enaltecido pela mídia, empatou diversos jogos fora contra times que estão nos porões do futebol brasileiro e no primeiro time mediano da Série B que enfrentou tomou 2×0 e saiu da Copa do Brasil. Poderíamos ter outros 2 clássicos, agora pela segunda maior competição nacional, mas enfrentaremos o Paraná, 10 anos de Segunda Divisão. Portanto, depois de curtir o belo triunfo, gozar com a cara de nossos amigos, familiares e vizinhos, vale a reflexão: Valeu a pena botar o time titular? Perdemos 2 jogadores para os próximos desafios, em plena reta final do Estadual e Regional.

José Welison novamente sofre uma lesão séria no momento em que conseguia abafar as cornetas em cima dele. Vivia um maravilhoso momento, jogando muita bola, sendo dinâmico, boa condução e passe de bola, se entrosou demais com Willian Farias e botou o bom Uillian Correia no banco. #ForçaJoséWelison. Já sobre Kieza, menos mal que é uma coisa de menor gravidade e temos André Lima que é um bom centroavante também, apesar de parecer estar um pouco rechonchudo e ter tido uma queda acentuada de rendimento desde o seu retorno.

Violência – Lamento profundamente os episódios de violência que marcaram o Ba-Vi no entorno da Fonte Nova. Mais uma vez os “bandidos organizados” conseguiram aparecer mais que o espetáculo, justamente quando algo do passado retornou (Torcida Mista). Para mim, as autoridades têm preguiça e má vontade em resolver de uma vez por todas isso aí e agora já querem fazer lobby para a inócua “Torcida única”, que não resolve patavinas, pois dentro dos estádios não houve confusão alguma e pra falar a verdade, eu não me lembro de nenhum registro deste tipo desde que frequento estádios (1997).

A Polícia Militar já sabe quem são os líderes de torcidas, várias reuniões já foram feitas nos últimos anos com os principais membros de cada T.O. das equipes, muitos dos associados à TUI e à Bamor já possuem fichas por envolvimentos em outras confusões. Portanto, a sugestão lógica aponta que a PM, sabendo-se de quem são os presidentes e vice-presidentes das duas torcidas, bem como dos associados que já foram detidos em situações anteriores, poderia muito bem fazer intimação aos “bad boys” para se apresentarem em determinada delegacia ou local indicado pela PM, duas horas antes dos clássicos, sendo libertados 1h após da partida. Na minha cabeça isso é tão simples. Falta vontade e iniciativa, ao meu ver, por parte das autoridades.

Outra sugestão é exigir que as diretorias de TUI e Bamor deixassem com a PM a lista atual de seus associados, com nome, sobrenome e endereço completo. Só assim para acabar com esta repetição de cenas lamentáveis. A PM é autoridade e sabe muito mais do que eu, o que poderia colocar como punição a quem discordasse de ceder as listas dos associados e daqueles que não se apresentarem às delegacias na situação citada (2h antes do clássico). Mas de antemão, sou contra qualquer lobby de torcida única. Não se pode punir quem sabe curtir o futebol por causa de “meia dúzia” de trogloditas. Torcida Única não evita, de maneira alguma, encontros marcados pela internet, e covardias em bairros próximos aos estádios.

Vitória Sempre!

VITÓRIA 2X1 SARDINHA | Pescaria feita!

O Vitória cumpriu as CNTP e venceu a sardinha hoje à tarde por 2×1 e garantiu 10 triunfos em 10 jogos desta primeira fase. Acabou o cabacinho deste timeco que só é enaltecido pela imprensa esportiva amadora da Bahia, que passou o tempo todo protegendo esta merda e ofuscando nossos resultados, além de tentar queimar à todo custo o belo trabalho de Argel Fucks, ao passo que dá status de treinador estrangeiro, a Gordo Ferreira, o vulgo Inhonho.

Cleiton Xavier e Kanu fizeram 2×0 no final do primeiro tempo. No primeiro gol, Gabriel Xavier avançou pela ponta esquerda e cruzou na área, Armero tirou de cabeça, e na sobra, Patric cruzou, inteligentemente, para Cleiton Xavier, que bateu de primeira. Vitória 1×0 aos 44min. Quatro minutos depois, o mesmo Patric bateu escanteio perfeito para Kanu enfiar no fiofó dos tricolores, em forte cabeçada! Vitória 2×0! Duas assistências de nosso lateral. Ter um cara bom na função é outra coisa. Fico imaginando o que os cabeçudos do Nino e Apodi fariam naquele lance (rsrsrs).

Com 2×0 no placar, o rubro-negro voltou para o segundo tempo mais relaxado e poderia ter aproveitado para golear, quando o limitadíssimo zagueiro Tiago (tão enaltecido pela imprensa) foi expulso. Entretanto, o Leão puxou o freio de mão e perdeu grandes oportunidades com Paulinho, David e André Lima. A sensação que tive é que o Vitória brincou no jogo depois de ter botado 2×0 de frente. E esta brincadeira quase custou caro quando Alan Costa falhou e fez um gol contra aos 12 minutos. Após diminuir o placar, o rival até tentou reagir, mas, mesmo nosso time tendo se acomodado, as gazelas multicores mostraram que só tem bola pra vencer os timinhos fuleiros do nosso interior e os pequenos do Nordestão.

Por sinal, o Brochador já pode tentar a carreira de político, pois promete e não cumpre e isso já é um requisito quase que intrínseco aos políticos brasileiros. Para quem não sabe, o centroavante da voz fanha das gazelas, que perdeu um pênalti medíocre para o Galícia, resolveu em seguida dar o baratino para a tussida de ouro (de tolo) dizendo que ia fazer gol no SarVI, para compensar, e não fez PN no clássico deste domingo. Sumidaço, todo mocorongo! Como diz o ditado “quem fala demais, dá bom dia a cavalo”. O fato é que vencemos mais uma vez na Fonte Nova e o jahia conheceu a sua primeira derrota quando pegou um time de verdade no ano, até agora.

VITÓRIA SEMPRE!

#RumoAoBicampeonato

Aberta a temporada da Pescaria!!!

Acabou o período de defeso do ludopédio baiano. Atenção pescadores, marisqueiras e saveiristas de plantão, arrumem seus anzóis, seus barcos, suas redes e apetrechos, pois a Pescaria tá liberada e em período de Semana Santa, o Leão adora comer Sardinha aos montes, até a pança pesar! Peixe é rico em ômega3 e o Leão também gosta de ficar saudável e fortão!

Finalmente chegou o primeiro Sar-VI do ano e para alegria da moçada rubro-negra é o primeiro de pelo menos 5 em um período de um mês, devido as semifinais da Copa do Nordeste e possíveis outros dois numa final do Baianão 2017. Estranhamente a FBF colocou o primeiro grande confronto do Nordeste numa rodada morta, com os dois clubes já classificados e com o VITÓRIA já com a liderança garantida. Mas, o que motiva este duelo é que os dois estão invictos no estadual e o RUBRO-NEGRO pretende tirar o cabacinho do peixinho pequeno, num coito ousado dentro de um fusquinha na Arena Pinicão.

Jhemerson, o Marco Reus da Toca.

Este time da Sardinha é tão comum e frágil, que Argel não fez mistério, nem treino secreto. Já divulgou o time que vai a campo e neste aspecto, eu só discordo com ele com o retorno de Cleiton e Gabriel Xavier. Tenho a convicção que Jhemerson merece entrar na equipe titular no lugar de um destes dois aí. O menino não vai tremer, ele mostrou que tem personalidade forte e se não botar a máscara do Zorro vai brilhar na carreira.

Guto Ferreira com visual Emo.

Já o treinador do Tricolixo de Latão, Inhonho, vulgo Guto Ferreira já chiou sobre arbitragens na semana passada, num choro injustificado e precoce. Já deve estar prevendo a madeirada que vai levar no maior aquário do mundo. E todo cuidado é pouco, mês de abril e BaVi não tem dado muita sorte para as sardinhas não. Foi neste mês que demos 6×5 (2007, em plena semana do Indio, um tal de Indio da camisa 11 soltou 4 flechadas), 5×1 e o 2×1 da Revolta das Caxirolas, em 2013, e tantos outros clássicos recentes que vencemos neste abençoado mês de Abril.

O Vitória tem tudo para garantir mais três pontos e terminar com chave de ouro a primeira fase do Baianão 2017 com 10 jogos e 10 vitórias. O time de Lauro de Freitas só terá alguma chance se a gente jogar muito mal e eles se superarem bastante, pois no primeiro time de Série B que eles pegaram tomaram fumo na Copa do Brasil.

VITÓRIA SEMPRE!

#TudoNosso

#NadaDeles

#CampeonatoBaiano2017

#RumoAoBicampeonato

Com show de Jhemerson, Vitória goleia Flu de Feira

Jhemerson começa a mostrar seu talento. O “Marco Reus” do Leão.

Um, dois, três, quatro, cinco, SEIS! O time reserva do Vitória aprontou mais uma e pela segunda vez vence fazendo 6 gols, desta vez não tomou nenhum, já que contra o Flafake de Guanambi vencemos por 6×1. Se naquele jogo do Guanambi o show foi do meia argentino Dátolo que fez dois gols, entre eles um olímpico, o desta quarta-feira foi o menino Jhemerson que roubou a cena. O jovem da camisa 17 participou praticamente de 3 gols e marcou um, sendo o segundo pelos profissionais.

Começa 3, vira 6 – O Vitória mostrou que tava com vontade de vencer o jogo e pontuar cada vez mais nesta primeira fase e fez logo 3×0 nos primeiros 45 minutos. André Lima, Pineda e Bruno Ramires fizeram os gols com assistências de Jhemerson, Euller e Pineda. Antes de abrir o placar, o Fluminense perdeu duas grandes chances com João Neto, que chutou para fora de frente pra Caíque e Jorge Wagner, em cobrança de falta que exigiu reflexos e agilidade do nosso goleiro dono da camisa 23. Nosso primeiro gol só saiu aos 27min, quando Jhemerson fez uma linda jogada individual e mesmo depois de cair conseguiu dar o passe para AL99 abrir o marcador. Em seguida, aos 32min, o próprio Jhemerson iniciou um contra-ataque lançando para Euller, que foi avançando até dar o passe maroto para Píneda fazer Vitória 2×0. Já perto do final do primeiro tempo, aos 44, o chileno fez boa jogada pela ponta direita e de canhota, cruzou para Bruno Ramires dominar e fuzilar. Vitória 3×0.

Segundo Tempo – Assim como o River no jogo de Teresina, o Fluminense de Feira nem parecia que vinha fazendo uma boa campanha no estadual, marcando muito mal e sendo facilmente dominado pelo Vitória, com a diferença de que hoje o time rubro-negro não desperdiçou as chances de gols criadas. O quarto gol aconteceu aos 11min, novamente com Pineda, de cabeça, após cruzamento em cobrança de falta de Euller. Pouco tempo depois, aos 27, saiu o quinto gol com André Lima, em nova assistência de Jhemerson pela ponta direita. O camisa 99 bateu firme e cruzado, sem chance para o veterano goleiro Jair. Vitória 5×0. Para coroar sua excelente partida, Jhemerson encerrou o placar da partida, aos 32min, com um balaço numa sobra de bola na entrada da grande área. Vitória 6×0.

É amigos, parece que está surgindo mais uma joia em nossa Fábrica de Talentos. A diretoria já deve observar a situação contratual do cara e já se prevenir contra o olho gordo dos times do eixo sul/sudeste. O menino Jhemerson vem encantando nos poucos minutos que tem sido escalado e hoje o mlk fez estrago em sua primeira partida como titular. Mesmo sendo campeonato baiano dá pra ver quando o cara é diferenciado. Vale lembrar que David Luiz mostrou que era uma joia nos primeiros jogos de 2006 atuando também pelo estadual e depois a Série C daquela lamentável temporada. Também será preciso fortalecer o trabalho psicológico, para o menino não se deslumbrar rapidamente e repetir as histórias infelizes de caras como Kléber, Allan Delon, Rubem, Chiquinho e Róbson Luiz.

Vitória Sempre!

#CampeonatoBaiano2017

#RumoAoBicampeonato

#quevenhaofusquinha

O confronto dos melhores da competição

Vitória e Fluminense de Feira se encontram às 20h30 desta quarta-feira no Barradão para reviver um antigo clássico local, além de ser o confronto entre as duas melhores equipes do Campeonato Baiano. Líder com 24 pontos, o Vitória não pode ser mais alcançado por ninguém, pois o Flu de Feira, que tem 20 pontos, faz a sua décima e última partida pela primeira fase hoje, enquanto ainda iremos disputar o derradeiro jogo da fase no domingo contra o Bahia, que precisa vencer o Atlântico hoje e torcer para nosso triunfo, para passar em segundo lugar, que é o seu lugar preferido nos últimos 30 estaduais.

Mesmo já classificado e com o 1º lugar garantido, o Leão não vai a campo hoje para perder. Ninguém cogita isso e o time reserva que entrará em campo logo mais já mostrou que é competitivo, mantendo a mesma pegada do time titular que vem vencendo todos os jogos do certame estadual.

Em 2014, Jorge Wagner teve uma passagem discreta no Leão da Barra.

Já o Fluminense de Feira surpreende nesta temporada, após passar alguns anos na Segunda Divisão do Baianão. Para este ano, a diretoria do Flu-FS investiu em Jorge Wagner, nascido em Feira de Santana, para ser o grande maestro da equipe. Mesmo sem jogar aquele futebol do início dos anos 2000 que o consagrou a nível nacional e que rendeu algumas convocações à Seleção Brasileira, o meia de 38 anos, ainda tem um pouco de talento, sobretudo em cobranças de faltas, escanteios e penalidades máximas, bem como visão de jogo e passe.

Enfim, o Touro do Sertão chega forte nesta edição do Estadual e mesmo já classificado pretende ratificar a segunda colocação, que dá a pequena vantagem de jogar dentro de casa na fase semifinal, onde poderá alcançar outra grande decisão e buscar o tão sonhado título que não conquista desde a década de 60. Por isso, é imperioso que o Vitória entre em campo hoje ligadaço e leve a sério, pois fazendo isso será um grande passo para manter os 100% de aproveitamento. O Flu-FS está fazendo boa campanha, mas mesmo jogando com o time alternativo, temos totais condições de vencê-los logo mais, no Barradão.

Vitória Sempre!

#CampeonatoBaiano2017

#RumoAoBicampeonato

Vitória é o clube nordestino com melhor média de público em 2017

Todos os anos e sempre que pode, a imprensa esportiva baiana apela para o “mito” de torcida fiel, apaixonada e que sempre se faz presente em grande número independente da situação que o clube se encontre, ao nosso rival, o EC Bahia. Mas algo que eu já vinha notando de uns 4 anos pra cá começou a ser notado pela imprensa nacional, mas que estranhamente não ganhou uma notinha sequer nas tvs e rádios baianas: O VITÓRIA lidera, pela região nordestina, no quesito média de público neste primeiro trimestre de 2017. A tal “torcida de ouro” aparece apenas em 4º lugar, atrás de Fortaleza (2º) e Ceará (3º). O detalhe é que estes dois clubes estão nas Séries C e B, respectivamente.

Mesmo com o tícket-médio dos ingressos R$ 1,00 mais caro que o rival, coisa que chega a ser insignificante, o Vitória tem quase 2 mil pessoas a mais que a tão propagada torcida fiel de nosso arqui-inimigo. O Bahia também está bem neste começo de ano, perdeu apenas 1 partida também, está de volta à elite do cenário nacional e conta com jogadores de certo prestígio como Hernane, Maikon Leite e Allione em seu plantel.

Além de contar com alguns jogadores famosos, o Bahia tem um mando de campo num estádio de Copa do Mundo, com cobertura e cadeiras em todos os setores da arquibancada. A Arena Fonte Nova fica localizada no centro da cidade, praticamente, e que tem metrô e dezenas de linhas de transporte não só da capital como da própria Região Metropolitana, ao passo, que temos um estádio num bairro periférico, longe de tudo, com escassas linhas de ônibus, arquibancadas de cimento e sem cobertura para dias chuvosos ou de sol forte. Cliquem aqui para ver a lista completa postada pelo portal Globo Esporte e que tem como a última atualização a data de 30 de março deste ano.

Está aí mais uma prova cabal de quanto a nossa imprensa omite fatos positivos que enalteçam o nosso clube e a nossa torcida, enquanto para elevar a autoestima do torcedor do lado de lá, vale tudo, de reprisar anualmente os vídeos de 59 e 88, como de inventar campeão de turno ou campeão moral em épocas de vacas magras, como aconteceu algumas vezes no período em que eles ficaram 11 anos sem ganhar um título sequer. Neste sentido devemos sempre valorizar qualquer coisa nossa, ser mais corporativista e esquecer um pouco o lado corneteiro e negativista. Esta matéria do GE está postada desde a semana passada e não vimos ninguém de nossa imprensa dar o referido destaque. Será que com o Bahia aconteceria a mesma coisa?

ESTATUTO COM ELEIÇÕES DIRETAS APROVADO – Na manhã do último domingo (02/04) a Assembleia Geral Extraordinária com os sócios torcedores e conselheiros aprovou o Novo Estatuto do Clube com eleições diretas, conselho deliberativo proporcional, redução de 270 para 150 o número de conselheiros a serem eleitos, além de colocar as eleições em setembro ao invés de dezembro e período de até 90 dias para o sócio renovar o SMV sem perder o tempo de associação. Também será possível votar pela internet ao sócio-torcedor não residente da Região Metropolitana de Salvador.

JULGAMENTO DO CAS SOBRE CASO VICTOR RAMOS – Acontecerá nesta terça-feira, 04, o julgamento que pode ser o decisivo sobre a situação contratual envolvendo Victor Ramos, Palmeiras, Monterrey e Vitória proposto pelo Internacional, provocado por Bahia e Flamengo de Guanambi. Relatos dão conta que a imprensa gaúcha e alguns veículos de comunicação como Radio Zero Hora, ESPN e Bandeirantes estão fazendo lobby à favor do cholorado dos pampas. Mas acredito que sairemos vitoriosos e o Inter ainda poderá se queimar totalmente ao grande público.